Dinheiro Público & Cia

Receita e despesa, economia e política

 -

Blog explica como os governos tributam os cidadãos e utilizam o dinheiro público.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Com ajuda federal para o Rodoanel, governo Alckmin quase duplica investimentos

Por Dinheiro Público & Cia

Com uma ajuda decisiva das verbas do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), o governo Geraldo Alckmin puxa a alta dos investimentos dos Estados neste ano.

De acordo com os relatórios orçamentários divulgados pelos Estados, o governo paulista terminou o primeiro semestre com investimentos _obras e compras de equipamentos_ de R$ 2,5 bilhões, quase o dobro do R$ 1,2 bilhão da primeira metade de 2012.

O montante foi impulsionado pelas obras do trecho Norte do Rodoanel, que faz parte do PAC e recebeu, além dos recursos do Estado, algo como R$ 1 bilhão em verbas federais desde o início do mandato da presidente Dilma Rousseff. O BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) também participa do projeto.

Ao todo, os governos estaduais investiram R$12,5 bilhões no primeiro semestre, contra R$ 10,8 bilhões no período correspondente do ano passado. Ou seja, tirando São Paulo da conta, os investimentos estaduais estão estagnados.

Enquanto as obras nas rodovias estão entre as fragilidades do governo federal petista, a queda dos investimentos em geral é um ponto fraco do governo estadual tucano _que ainda não retomou os valores atingidos na gestão de  José Serra.

Entre 2007 e 2010, Serra elevou investimentos se valendo de receitas extraordinárias, como a da venda da Nossa Caixa para o Banco do Brasil. O Estado, cujas principais despesas são educação, previdência e saúde, tem dificuldades para alavancar as obras com recursos da sua arrecadação de impostos.

Blogs da Folha