Dinheiro Público & Cia

Receita e despesa, economia e política

 -

Blog explica como os governos tributam os cidadãos e utilizam o dinheiro público.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Rigor fiscal também cai nos governos tucanos de São Paulo e Minas

Por Dinheiro Público & Cia

O afrouxamento do controle de gastos neste ano não é exclusividade do governo federal petista. Ainda que em graus diferentes, o rigor fiscal também cai nos Estados, incluindo os governados pela oposição.

Nos dois principais Estados governados pelo PSDB, São Paulo e Minas Gerais, o superávit primário _a parcela das receitas poupada para o abatimento da dívida pública_ está em queda no ano, o que torna ainda mais difícil o cumprimento da meta fiscal fixada para todo o país.

Em Minas, vitrine política do presidenciável Aécio Neves, o saldo caiu de R$ 3,5 bilhões, nos primeiros oito meses do ano passado, para R$ 2,7 bilhões no período correspondente deste ano.

Governado por Antônio Anastasia, ex-vice de Aécio, o Estado promoveu de um ano para o outro uma elevação de despesas de 14,5%, um ponto percentual acima da taxa do governo federal.

Minas é o segundo Estado mais endividado do país. Sua dívida equivale a 169% da receita anual, percentual só inferior ao do Rio Grande do Sul, que ultrapassa o teto de 200% fixado na legislação.

Em São Paulo, o superavit somou R$ 20 bilhões de janeiro a agosto, abaixo dos R$ 22,6 bilhões do mesmo período de 2012 e o menor montante desde 2009, quando a recessão derrubou a receita com impostos.

Neste terceiro mandato não consecutivo de Geraldo Alckmin, a alta das despesas é puxada pela folha de salários e aposentadorias do funcionalismo público.

Em dois anos, os gastos com pessoal do Executivo estadual cresceram de 38,5% para 43,3% da receita, aproximando-se do limite de alerta previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (44,1%).

No 12 meses encerrados em agosto de 2011, os gastos somavam R$ 40,4 bilhões; em agosto deste ano, a conta havia subido para R$ 52,4 bilhões.

Blogs da Folha

Publicidade
Publicidade
Publicidade