Dinheiro Público & Cia

Receita e despesa, economia e política

 -

Blog explica como os governos tributam os cidadãos e utilizam o dinheiro público.

Perfil completo

Publicidade

Sob Dilma, Brasil tem menor crescimento entre os principais emergentes; veja mapa-múndi

Por Dinheiro Público & Cia

No governo Dilma Rousseff, de 2011 a 2013, o Brasil acumula crescimento econômico médio de 2% ao ano, o menor entre as principais economias emergentes.

O mapa abaixo compara o desempenho brasileiro ao do resto do mundo. Com um clique, é possível saber a taxa média de expansão econômica de cada país no período, realizada ou estimada.

abertura

Dilma governa em um cenário global desfavorável. Nas estimativas do Fundo Monetário Internacional, o PIB (Produto Interno Bruto) mundial cresceu a uma taxa média anual de 3,3% nos últimos três anos.

O Brasil está abaixo do padrão geral. Seus resultados são inferiores aos dos vizinhos latino-americanos, dos emergentes asiáticos e dos gigantes Rússia, China e Índia.

Resultados piores que os brasileiros podem ser encontrados, por exemplo, na Europa, maior foco de crises no período, e no Japão.

Para estimular a economia, a administração petista seguiu a receita que havia funcionado no final do governo Lula: expandir gastos públicos e os financiamentos dos bancos estatais.

A estratégia, porém, acabou elevando a inflação e o deficit do país nas transações com o resto do mundo, comprometendo a confiança dos empresários e os investimentos.

Veja mais: De Sarney a Dilma, quem governou com maior alta do PIB

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.

Blogs da Folha

Mais acessadas

Nada encontrado
Publicidade
Publicidade
Publicidade