Dinheiro Público & Cia

Receita e despesa, economia e política

 -

Blog explica como os governos tributam os cidadãos e utilizam o dinheiro público.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Mantega completa 8 anos na Fazenda; veja o que melhorou e o que piorou

Por Dinheiro Público & Cia

Prestes a bater um recorde de longevidade no cargo, o ministro Guido Mantega, da Fazenda, viveu os melhores e os piores momentos econômicos da administração petista.

Depois da próxima quinta, Mantega ultrapassará a marca de oito anos no posto mais difícil do Executivo federal, superando Pedro Malan, de FHC, como o ministro mais duradouro em período democrático.

Veja ao final desta postagem como seus resultados, especialmente na inflação, são favoráveis na comparação com os de outros titulares longevos na pasta.

Antes, porém, confira no infográfico abaixo o que melhorou e o que piorou ao longo da gestão do ministro. O segundo bloco é maior que o primeiro.

chamada_resultados_mantega

É evidente que nem todas as melhoras e pioras decorrem diretamente do desempenho do ministro e sua equipe.  A herança recebida e o cenário econômico global, muitas vezes, têm peso maior.

As médias anuais de crescimento e inflação na gestão de Mantega mostram um amadurecimento econômico do país, com maior equilíbrio entre os números.

Veja a evolução da economia do país nas gestões dos ministros mais duradouros dos últimos 50 anos.

X

Por último: o ministro da Fazenda mais longevo da história é o obscuro Artur de Souza Costa, no cargo entre 1934 e 1945, na ditadura de Getúlio Vargas.

Veja amanhã Uma análise do desempenho de Mantega.

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.

Blogs da Folha

Publicidade
Publicidade
Publicidade