Dinheiro Público & Cia

Receita e despesa, economia e política

 -

Blog explica como os governos tributam os cidadãos e utilizam o dinheiro público.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Inflação supera teto de 6,5% em comida, casa, saúde, escola e diversão

Por Dinheiro Público & Cia

Os preços já sobem acima de 6,5% -o teto oficial da inflação anual no país- nas despesas das famílias com comida, casa, saúde, escola e diversão.

Sobram, dentro dos limites fixados para a carestia, os gastos com transporte, roupas e telefone, segundo os dados divulgados hoje pelo IBGE. Veja abaixo:

tela

Dito de outra maneira, a inflação acumulada em 12 meses está acima do teto para 70% do orçamento doméstico -o IPCA se baseia no consumo médio de famílias com renda de um a 40 salários mínimos (R$ 724 a R$ 28.960 mensais).

Estão nessa conta, pela classificação adotada pelo IBGE, alimentação, habitação, artigos de residência, saúde, educação e despesas pessoais (que incluem empregados domésticos, recreação, cabeleireiro e manicure, entre outras).

A inflação só não estourou o limite de 6,5% -ficou em 6,15%- devido ao represamento de preços sob controle dos governos federal, estadual e municipal, caso de gasolina, telefonia e passagens de ônibus e metrô.

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.

Blogs da Folha

Publicidade
Publicidade
Publicidade