Dinheiro Público & Cia

Receita e despesa, economia e política

 -

Blog explica como os governos tributam os cidadãos e utilizam o dinheiro público.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Governo promete poupar mais em 2015 se economia melhorar

Por Dinheiro Público & Cia

Em mais uma tentativa de recuperar a credibilidade de sua política de controle de gastos, o governo Dilma Rousseff prometeu poupar mais em 2015.

A promessa, é claro, supõe a reeleição da presidente. E dependerá também de uma melhora esperada do crescimento econômico do país.

No projeto de LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) enviado hoje ao Congresso, o Executivo apresenta a meta de poupar R$ 143,3 bilhões para o abatimento da dívida pública no próximo ano.

Trata-se do equivalente a 2,5% do Produto Interno Bruto, ou seja, da renda nacional. O montante pode cair para R$ 114,7 bilhões, ou 2% do PIB, se a economia não crescer como previsto.

A LDO conta com uma expansão econômica de 3% em 2015, acima dos 2% projetados pela maior parte dos analistas de mercado.

Segundo o ministro Guido Mantega, da Fazenda, o governo buscará uma meta maior caso a economia cresça além do previsto.

Até o ano passado, trabalhava-se oficialmente com metas fiscais de 3,1% do PIB, mas com largas possibilidades de abatimento. No ano passado, por exemplo, o saldo foi de 1,9%.

As previsões do governo para a política fiscal e o crescimento econômico têm sido descumpridas desde o início do governo Dilma.

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.

Blogs da Folha