Dinheiro Público & Cia

Receita e despesa, economia e política

 -

Blog explica como os governos tributam os cidadãos e utilizam o dinheiro público.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Que país da Copa vive o melhor momento econômico? Veja ranking

Por Dinheiro Público & Cia

Entre os 32 países que disputarão a Copa do Mundo, o Brasil ocupa um modesto 21º lugar quando se comparam os cenários atuais das economias.

O ranking a seguir examina quatro indicadores diretamente relacionados ao bem-estar da população. Veja mais abaixo os critérios adotados.

620

Os dados foram organizados a partir de projeções do FMI (Fundo Monetário Internacional) para este ano, atualizadas em abril.

A pontuação seguiu uma regra simples: o melhor desempenho em algum dos indicadores vale 32 pontos; o pior vale 1; as posições intermediárias recebem o número correspondente de pontos.

Como nas Copas, nem sempre as colocações parecerão justas a todos. É difícil imaginar, por exemplo, que a Grécia, vitimada por uma grave crise, viva um momento superior ao do Brasil. Mas os gregos foram beneficiados pela inflação no chão e pela renda mais alta.

A renda por habitante não é propriamente um indicador do momento econômico, mas entrou no ranking para contrabalançar a tendência natural de haver maiores taxas de crescimento entre os países mais pobres.

A Costa do Marfim, país mais pobre do grupo, é também o que tem maior crescimento econômico esperado, de 8,2%. Economias desenvolvidas não apresentam -nem precisam apresentar- taxas tão elevadas.

De forma similar, inflação e desemprego também são complementares, porque é comum combater a inflação com elevações temporárias do desemprego (ou, no caso do Brasil, tolerar inflação mais alta para não prejudicar o mercado de trabalho).

A retranqueira Suíça leva o título de melhor momento econômico na Copa, derrotando a Coreia do Sul na final, por combinar renda alta com baixas taxas de inflação e desemprego.

Penúltima do ranking, a Argentina não dispõe de dados confiáveis sobre a inflação; Costa do Marfim, Gana e Camarões não contam com dados atualizados de desemprego. Nesses casos, foi atribuída a pontuação mínima aos países.

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.

Blogs da Folha

Publicidade
Publicidade
Publicidade