Dinheiro Público & Cia

Receita e despesa, economia e política

 -

Blog explica como os governos tributam os cidadãos e utilizam o dinheiro público.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Economia fraca e Copa derrubam receita do governo em julho e no ano

Por Dinheiro Público & Cia

A debilidade da economia do país, agravada durante a Copa do Mundo, derrubou a arrecadação dos tributos federais no mês passado.

Dados divulgados nesta sexta (22) mostram que a receita somou R$ 98,8 bilhões, numa queda de 1,6% em relação a julho de 2013, descontada a inflação.

Os números evidenciam que o governo Dilma Rousseff dificilmente fechará as contas deste ano eleitoral com os resultados prometidos.

Ao programar os gastos de 2014, a administração petista previu um aumento entre 3% e 3,5% na arrecadação dos principais impostos e contribuições sociais.

No entanto, nos primeiros sete meses do ano há uma queda acumulada de 0,2%. A estimativa para o ano já havia sido reduzida para 2% antes da divulgação dos números de julho e vai cair mais.

No mês passado, houve uma piora generalizada da receita. O desempenho caiu nos tributos incidentes sobre a renda, o consumo, as importações e as operações financeiras.

A parada nacional durante a Copa ajuda a explicar as quedas: na prática, houve menos dias úteis em julho, reduzindo a atividade na indústria e no comércio.

Mas a arrecadação já vem decepcionando desde o início deste ano, em que o crescimento da economia, segundo as previsões mais consensuais, não chegará a 1%.

Já os gastos do governo vêm crescendo na casa de 4% acima da inflação, mesmo com o adiamento de desembolsos como subsídios e pagamento de dívidas arbitradas pela Justiça.

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.

Blogs da Folha

Publicidade
Publicidade
Publicidade