Dinheiro Público & Cia

Receita e despesa, economia e política

 -

Blog explica como os governos tributam os cidadãos e utilizam o dinheiro público.

Perfil completo

Publicidade

Com PIB fraco, renda do Brasil fica mais distante da média dos ricos

Por Dinheiro Público & Cia

chamada

Após quatro anos de crescimento econômico fraco, a renda brasileira por habitante ficou mais distante da média dos países ricos.

Nas estimativas do FMI (Fundo Monetário Internacional), a renda per capita do Brasil terminará este ano em US$ 15,2 mil, equivalentes a 34,2% da média das 36 economias consideradas avançadas, de US$ 44,3 mil.

Essa diferença vivia uma trajetória de queda entre 2005 e 2011, quando a proporção entre a renda do país e a do mundo rico subiu de 30,1 para 34,9%.

Naquele período, a economia brasileira crescia mais rapidamente, impulsionada pela alta dos preços dos produtos de exportação. Além disso, Estados Unidos e Europa foram mais afetados, de imediato, pela crise internacional iniciada em 2008.

O Brasil, porém, também acabou sofrendo o impacto da freada global, que expôs as fragilidades domésticas. No governo Dilma, o Produto Interno Bruto, medida da renda nacional, tem crescido abaixo do padrão dos emergentes e menos que o de desenvolvidos como os EUA.

Veja no infográfico comparações entre a evolução da renda per capita do Brasil, dos ricos e dos emergentes mais importantes. Para evitar distorções causadas pelas variações das taxas de câmbio, os cálculos do FMI levam em conta o poder de compra efetivo das moedas nacionais.

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.

Blogs da Folha

Mais acessadas

Nada encontrado
Publicidade
Publicidade
Publicidade