Dinheiro Público & Cia

Receita e despesa, economia e política

 -

Blog explica como os governos tributam os cidadãos e utilizam o dinheiro público.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Proporção dos que não trabalham nem procuram emprego cresce para 44,3%

Por Dinheiro Público & Cia

Ao longo do governo Dilma Rousseff, cresceu a proporção das pessoas que não trabalham nem procuram emprego, o que ajuda a explicar a queda das taxas de desemprego no período.

Segundo dados do IBGE referentes às seis maiores regiões metropolitanas do país, esse contingente cresceu, entre 2010 e 2014, de 43% para 44,3% das pessoas em idade de 10 ou mais anos de idade.

 

chamada-pme-dilma

Ainda pouco estudada, essa tendência pode ter explicações mais favoráveis ou menos.

Do lado positivo, jovens passam mais tempo na escola e adiam o ingresso no mercado de trabalho; além disso, mães beneficiadas por programas sociais optam por deixar empregos precários para cuidar de seus filhos.

De negativo, suspeita-se que trabalhadores aproveitem brechas nos programas de amparo para passar períodos fora do mercado. Sintomaticamente, o governo apertou as regras do seguro-desemprego e do auxílio-doença.

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.

Blogs da Folha