Economia decepciona e encolhe ainda mais em janeiro, mostra índice do BC

Por Dinheiro Público & Cia

Em um resultado abaixo das expectativas, a economia brasileira encolheu ainda mais em janeiro, após o fechamento negativo de 2014.

Divulgado nesta segunda (16), o índice de atividade do Banco Central aponta queda de 0,11% em janeiro, na comparação com o mês anterior. A produção e a renda do país estão em trajetória de encolhimento desde outubro.

p6MUR

Esperava-se alguma melhora em janeiro, em razão dos resultados da indústria, cuja produção cresceu 2%, e do varejo, onde as vendas aumentaram 0,8%, de acordo com o IBGE.

Nos dois casos, o crescimento se deu na comparação com o desempenho deprimido de dezembro. Não foi o suficiente para uma oscilação favorável do índice do BC.

Por isso, os dados não atenuaram o pessimismo geral com a trajetória da economia. Para analistas e investidores, caminha-se para uma recessão.

As expectativas para o PIB (Produto Interno Bruto, a medida oficial do tamanho da economia) do ano caíram mais uma vez hoje: espera-se um encolhimento de 0,78%, contra 0,66% na semana passada.

Ao longo do governo Dilma Rousseff, as taxas de crescimento foram ficando mais modestas, até terminar o ano passado em estagnação -em boa parte porque a alta da inflação e a piora das contas do governo minaram a confiança de empresários e investidores.

Agora, com alta dos juros para conter a inflação, aumento de impostos para reequilibrar o Orçamento e corte de investimentos públicos, a tendência de uma retração imediata ganha força.

Consulte abaixo a evolução do índice do BC desde 2003.

IBC-BR 2003-2015

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.