De Collor a Temer, veja o que cada presidente privatizou

Por Dinheiro Público & Cia

Com o leilão de quatro aeroportos federais nesta quinta-feira (16), Michel Temer tornou-se o sexto presidente a utilizar o programa nacional de privatizações, iniciado em 1991.

A desestatização se dá de duas maneiras básicas: pela venda de empresas estatais ou pela concessão à iniciativa privada da exploração de serviços públicos como rodovias, ferrovias e aeroportos.

Em geral, as concessões enfrentam menor resistência ideológica, porque as rodovias, ferrovias e aeroportos continuam sendo patrimônio do Estado.

Mas, quando uma estatal é vendida, o dinheiro obtido é usado para o pagamento de dívidas do governo. O patrimônio líquido (o que se possui menos o que se deve) não se altera.

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.