Planalto corrige dado sobre inflação no Facebook

O Palácio do Planalto corrigiu nesta tarde a informação que havia publicado em sua página no Facebook sobre o controle da inflação. Mais cedo, o erro havia sido apontado pelo blog.

Na primeira versão, ao listar os princípios do “pacto” pela responsabilidade fiscal anunciado pela presidente Dilma Rousseff, dizia-se: “Dez anos seguidos com a inflação abaixo de 6,5% ao ano”.

Não era verdade. Em 2004, a inflação foi de 7,6%, e em 2011, de exatos 6,5%, no limite máximo permitido pelo regime de metas para a variação do IPCA.

Agora, a Presidência encontrou outra formulação: “Dez anos seguidos com a inflação dentro da meta do Conselho Monetário Nacional”.

A afirmação, mais genérica, está correta. Em 2004, a meta de inflação havia sido elevada para 5,5%, com tolerância até 8%; em 2011, como agora, a meta era de 4,5%, com margem adicional de 2 pontos percentuais.

Clique aqui para ver o novo texto do Facebook do Planalto

Comentários

  1. O Planalto errou na versão inicial no facebook, e o jornalista também errou no texto do blog… No última frase do parágrafo final, onde se lê que “em 2011, como agora, a meta era de 4,5%, com margem adicional de 1,5 ponto percentual”, leia-se “… com margem adicional de 2,0 pontos percentuais”.

    1. Pedro,

      Obrigado pela observação. O texto será corrigido.

  2. Esse JORNAL e Diversos outros da imprensa GOLPISTA publicaram um valor Errado da Carga Tributaria do PS4 e você não pediu para corrigir!!! como é seu critério para Corrigir site? quer Corrigir somente os do GOVERNO? Correção Seletiva?

  3. Imprensa golpista já está ficando manjado e velho. Que tal imprensa governista, serve na mesma sigla: PIG.
    Erros do Planalto Total…PT são humanos, já da mídia é golpe.

  4. Já ouvi relatos de que na Argentina também a inflação era controlada dentro da meta do governo. Depois houve a queda do economista manipulava os índices reais de inflação. Parece que o governo do PT segue o mesmo caminho.

  5. e a correção do imposto de renda que está defasada em mais de 67%, já são 3 anos sendo corrigida em 4,5% e a inflação sempre mais alta, corroendo cada vez mais a nossa renda

Comments are closed.