Projeto para elevar eficiência na saúde se arrasta há 6 anos na Câmara

A principal iniciativa da administração petista para elevar a eficiência da gestão da saúde pública está empacada há seis anos na Câmara dos Deputados.

O motivo: o projeto é acusado de ser um caminho para a privatização do setor _uma ironia para um partido que sempre demonizou essa palavra.

A proposta, apresentada em 2007, cria as fundações públicas de direito privado, um modelo que seria aplicado, por exemplo, aos hospitais mantidos por universidades federais.

Sob essa forma de gestão, argumentam seus defensores, os hospitais ficariam livres de regras impostas aos órgãos públicos e enfrentariam menor burocracia para comprar equipamentos ou contratar funcionários.

Ou também _e aí começam as resistências corporativas ao texto_ para demitir funcionários.

Há poucas dúvidas de que a saúde é o setor mais problemático da administração pública no Brasil. A ineficiência foi detalhada em um estudo do Banco Mundial noticiado hoje pela Folha.

O projeto das fundações de direito privado foi apresentado por um ministro ligado ao PMDB, José Gomes Temporão. Após as resistências de servidores e militantes da saúde pública, perdeu apoio na Câmara.

Neste ano, porém, voltou a ser defendido pelo ministério, agora sob o comando petista de Alexandre Padilha, que deve ser o candidato do partido ao governo de São Paulo no próximo ano.

Leia também:

A semente da nova CPMF foi replantada

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.

Comentários

  1. br@sil eh falido e o povo não é dependente apenas das “bolsas familia”. o brasil tem imensa massa refem do subemprego. na europa/eua o desemprego é alto. entretanto lá nao existem estes empregos: frentista ascensorista e cobrador de onibus por ex. estes empregos não agregam nada a uma economia e portanto não são sinais de uma economia saudavel pelo contrario, são sinais de um país medieval servem entretanto p/ um governo populista inflar o total d brasileiros empregados…

  2. SUS = Seu Último Suspiro ou Sistema Único da Segregação.
    Parem de roubar seus fdp!!! Com saúde não se brinca seus políticos escrotos!

  3. Barriga do Gustavo Patú.
    O modelo de gestão do hospitais federais já foi aprovado com a criação de uma empresa pública a EBSERH.
    É melhor dar uma pesquisada antes de sair publicando bobagens.

    1. Victor,

      Salvo melhor interpretação, a EBSERH e o projeto das fundações de direito privado são complementares, ambos sofrendo a oposição das entidades sindicais.

  4. Como falou o Ronaldo, não precisamos de hospitais….há, é projeto do PT…então mais 6 anos de espera, até arrumar novos corruptos para se beneficiarem do projeto

Comments are closed.