Bolsa Família faz dez anos; exame de paternidade aponta petistas, tucanos e neoliberais do Banco Mundial

“Deve-se confiar nos pobres, eles fazem boas escolhas”, disse a uma plateia de petistas de primeiro escalão o americano David de Ferranti, na época vice-presidente do Banco Mundial para a América Latina.

A época era o ano de 2003, mais precisamente no dia 31 de março, quando o governo Luiz Inácio Lula da Silva completava seus primeiros três meses e debatia em seminário o seu mais importante programa social.

Um tal Fome Zero.

Sem muita sutileza, Ferranti atacava a proposta que havia encabeçado a campanha de Lula ao Planalto, cuja grande inovação seria a distribuição de cartões a serem utilizados obrigatoriamente na compra de comida.

A receita alternativa do economista era o que havia de mais consensual na agenda neoliberal de Washington: unificação de ações de combate à pobreza em um programa de renda focado apenas nos segmentos mais miseráveis da poupação, no qual os beneficiários têm liberdade para usar o dinheiro desde que se comprometam com contrapartidas como a frequência escolar dos filhos.

Poucos meses depois surgia o Bolsa Família, cujo primeiro decênio de vida começa a ser comemorado pelos petistas.

É óbvio que Ferranti não havia feito uma mera contribuição pessoal ao debate. Sua tese contava com aliados no Ministério da Fazenda de Antonio Palocci e seu secretário de Política Econômica, Marcos Lisboa.

Lisboa vinha do Iets (Instituto de Estudos de Trabalho e Sociedade), entidade que tinha o Banco Mundial entre seus financiadores, e na campanha eleitoral havia coordenado um documento conhecido como a “Agenda Perdida”. O texto pregava reformas liberais na economia e ações sociais focalizadas _até então, a política social brasileira era composta basicamente por programas universais, ou seja, disponíveis para todos.

As ideias provocavam reações veementes no PT. Em um seminário no mês de abril, Guido Mantega, então ministro do Planejamento, chamou a “Agenda Perdida” de “agenda fajuta”.  Dias antes, em entrevista publicada pela Folha, a economista de maior renome no partido, Maria da Conceição Tavares, havia chamado Lisboa de “semi-analfabeto” e o Iets de “grupo de débeis mentais do Rio de Janeiro”.

Um documento publicado em 2007 pelo Banco Mundial tratou da paternidade do Bolsa Família. Relata-se um encontro sobre o assunto, naquele mesmo março de 2003, entre Lula, o presidente do organismo, James Wolfensohn, e Santiago Levy, formulador de um programa de combate à pobreza no México. Dali em diante, o banco prestou assistência técnica na elaboração do programa brasileiro.

Como o texto aponta, porém, as origens da ideia são mais antigas no debate e na prática administrativa do país. O senador Eduardo Suplicy (PT-SP), por exemplo, já defendia obsessivamente havia mais de uma década um programa de renda mínima.

Em 1995, quase simultaneamente, o governo do Distrito Federal, comandado pelo PT, e a Prefeitura de Campinas, do PSDB, lançavam iniciativas pioneiras, que seriam posteriormente copiadas ou adaptadas em uma série de municípios.

Em 2001, FHC criou o Bolsa Escola federal, repetindo o nome adotado no DF, e o Bolsa Alimentação. Até o final de seu mandato, outras ações de menor montante, como o Auxílio-Gás, seriam inauguradas.

Tucanos costumam reivindicar uma parcela majoritária do DNA do Bolsa Família, que, segundo sua argumentação, seria mera unificação de verbas já existentes. Mas foi a administração petista que deu ao programa uma escala antes inimaginável: em 2002, o Bolsa Escola e o Bolsa Alimentação gastavam juntos R$ 1,7 bilhão, ou R$ 3,2 bilhões em valores atualizados, enquanto o Bolsa Família desembolsará R$ 21,4 bilhões neste ano.

Comentários

  1. A ideia do bolsa familia é antiga e vem do MIlton Friedman. Ele chamava de imposto de renda negativo. O Roberto Campos cita isso no seu livro ” o mundo que vejo e não desejo”.

    1. É muito mais antiga que isso… a ideia de programas de transferência de renda remonta a mais de dois séculos atrás!

    2. Milton Friedman? Roberto Campos? Corre para o Hospital que isso deve ser encefalite ou overdose.

      1. Petralha é assim: Não leu e não gostou ou diz que é mentira sem saber. Não tem referência bibliográfica porque não lê. O cérebro baldio só decora slogan do partido.

  2. o que poderia ter sido um primeiro passo para o desenvolvimento social, virou moeda de troca para eleição. Nada foi feito para que esse população alvo reduzisse a dependência do estado. As “bolsas” proliferam e trabalho virando coisa de pobre excêntrico.

    1. Não conhece nada do Bolsa Família. Vai nos clichês da oposição. Desinformação total. Leia mais!

    2. Essa é uma especulação recorrente. Mas é baseada em algum fato? Em algum indicador econômico confiável? Vejamos. O nível de emprego tem se mantido em um patamar alto e bem superior aos níveis anteriores ao BF. Se os beneficiários estivessem mesmo se encostando, não deveria ocorrer o contrário?

    3. Sofia, pode até haver agora dependência do Estado destas pessoas, mas com o tempo isto se desfaz. Veja as manifestações que ocorreram no Brasil todo. Ninguém livrou a cara da Dilma.
      Então, o que o governo do PT está fazendo é o certo. Temos que acabar com a miséria neste país.Depois virão empregos para estas pessoas que estarão com a barriguinha sempre cheia e ai com disposição pra estudar. Estudar de barriga fazia é muito difícil.

      1. Amigo Pedro, duvido que alguem do bolsa familia tenha ido pra rua. Provavelmente, quem foi pra rua é quem “tá” pagando a conta do bolsa familia! (os idiotas que pagam seus impostos)

    4. ELES DIZEM QUE É PRA ACABAR COM A MISÉRIA, MAS NA VERDADE É UM INCENTIVO PARA OS QUE VIVEM EM MISÉRIA PROCRIAREM E ESTAREM SEMPRE EM MAIOR NÚMERO NO ELEITORADO… QUEREM MANTER UMA MASSA DE GENTE CONFORMADA, CARENTE, ACOMODADA E DEPENDENTE PARA SE MANTEREM ETERNAMENTE NO PODER… ACHA QUE VÃO QUERER ACABAR COM A POBREZA SE É LÁ QUE ESTÁ A MAIOR PARTE DO SEU ELEITORADO DE CABRESTO?!!

      1. Meu caro, você acha que com 70 reais por mês dá para ficar tranquilo e fazer mais filho, de que planeta você é? Isso é o suficiente para não morrer de fome, apenas isso, e mesmo assim, se você viver em um lugar como São Paulo ou Brasília, que as coisas são caras, nem isso dá pra fazer!

    5. concordo com vc Sofia, é preciso que antes de tudo os brasileiros que estão abrigados por estes programas do governo, também tenham a obrigação de se qualificar e procurar emprego, senão fica a vida toda só na dependência de um valor que é recebido do governo e nunca buscam a melhoria real de suas vidas.

  3. Era uma ajuda, agora é para comprar voto, mesmo. O próprio Ratinho, na entrevista dele de hoje, reconhece que compra 40 milhões de votos.

    Em 2014 o Governo volta com o discurso que os outros vão acabar com o programa…e blá, blá, blá.

    1. 40 milhões de votos em um universe de 80 milhões de eleitores???? Uau … legal!!

    2. Ótima fonte, Pedro! Ratinho é PHD em sociologia e ciência política, e vem a ser hoje o maior intelectual do Brasil. Continue assim, se informando nas melhores fontes! HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    3. O BF é um programa assistencialista enormemente bem sucedido. E, como todo sucesso, vai render votos para quem o executa. É assim a realidade da opinião pública. Somado a isso, a oposição consegue o feito de potencializar enormemente esse retorno eleitoral. Pois, de cada 10 opositores do PT, 9 começam o discurso demonizando BF, inclusive ofendendo seus milhões de beneficiários, que são tratados como criminosos preguiçosos vendedores de votos. Basta ler o comentários de qualquer fórum. Assim, o PT nem vai precisar fazer muita campanha para se associar à ideia da manutenção do programa. Já existe um milhão de pessoas que odeiam o partido fazendo esse trabalho.

  4. Aff… Nem com a democratização da massa de mídias digitais a eminência de extinção, os proprietários da velha mídia se emendam.
    A origem do Bolsa Família NÃO está em quem falou ou escreveu ou engavetou. A origem está em quem tirou da gaveta para o Brasil inteiro.
    Acho que não adianta falar, afundam mas não mudam.. (a inteligência mandaria mudar para não afundar, mas sabe com são os arquétipos imutáveis…)

  5. A realidade ficou na Árvore de Magias Painhos onde o tronco principal q suga o suor do trabalhador.br ronca : “Democracia e Miséria São Compatíveis”. Assim rasgaram todos trabalhos pela ética do Betinho ( Herbert de Souza ) p/ gerar isso : É Ti…ca e Ciladania. Ciladas contínuas contra o povo brasileiro. Alguns inteligentes do sisterma deram 1 descansadinha na sombra e “aquela” evolução total

    1. é bom lembrar que o PIB na era FHC era de 260 bilhões e hoje é de 2 tri e 300 bi.
      isso graças ao controle da inflação….

    2. ESSE GOVERNO DO PT, ALÉM DE CORRUPTO, SE PREVALECE DO QUE MAIS CRITICAVA, QUANDO OPOSIÇÃO, QUE É ESSE CLIENTELISMO VERGONHOSO CHAMADO BOLSA FAMÍLIA. O LULA DEVIA ESTAR PRESO E ESSA DILMA SER CASSADA.

      1. O programa tem como maioria as fámilias mais pobres, fámilias que de certa forma o seu lider não tem escolaridade p/ encontrar um bom emprego. Levando em consideração que hoje esse lider familiar tenha mais de 60 anos (se vivo) quem deixou a desejar com relação a educação, emprego e moradia foi a direita, que ate então estava no poder, antes haviam mais empregos que trabalhadores, depois da automatização mais trabaladores que empregos, e o que os poderosos da direita fizeram por esse monte de desempregados, nada! Alguem tem que dar de comer a essas pessoas p/ que não morram de fome e possam dar algo a seus filhos que não foi dado a eles e assim chegar o dia que os programas não sejam mais necessarios. Quem critica o programa é porque nunca passou fome, não ficou desempregado, etc… O governo è corrupto por apurar e condenar, o do psdb “não é corrupto por jogar a sujeira sob o tapete”.

    3. Ja diziam a milhões de anos atras…
      Não se da o o peixe, se ensina a pescar…
      Montem empresas onde essas pessoas que recebem bolsa sei la o que possam trabalhar, onde não tem empresas mandem algo que se possa fazer em casa…
      Renda garantida, mas com trabalho, para que quem as receba fique feliz porque recebeu trabalhando e não receber porque é pobre…
      Seria melhor e muito, mas muito mais digno receber dinheiro assim

      1. O trabalho deles é manter os filhos na escola e bem alimentados, para daqui a 10 ou 15 anos termos uma mão de obra especializada para suprir as demandas de um país desenvolvido!

  6. Para os beneficiários dos programas socias do Estado, tanto faz saber a autoria dos respectivos projetos, mesmo porque o que importa é manter a barriguinha cheia. Neoliberalismo é termo tabu que pouca gente sabe o que significa. Eu sou protoliberal.

    1. Mais um que sempre teve a “barriguinha cheia” e faz piada dos que não tiveram a mesma sorte. “Neoliberal” ou “protoliberal”, são termos absolutamente irrelevantes. Prefiro “compaixão”, “sensibilidade”, “solidariedade”…

  7. Os programas sociais sempre existiram.
    O PT trouxe da campanha a ideia do fome zero e unificou os programas sociais existentes no “Bolsa Família”, que presume além da cesta de alimentos vincular a escolaridade dos filhos.
    É o maior programa do mundo em transferência de renda e sem dúvida ajuda o país a vencer a miséria e distribuir renda já que o Brasil é um dos países onde a renda é mais concentrada na mãos de 5% da populacào. O brasil é a 6.a ou 7.a economia mundial, tá ali junto com a Inglaterra, mas é apenas o 54.o em renda per capita. Se queremos ter índices parecidos com os da Noruega, todos os programas como Bolsa, Prouni, Cotas nas Universidades, etc, são fundamentais para criarmos as bases desse desenvolvimento. E, claro, chegará um tempo onde nenhum desses programas serão mais necessários e cessará então a intervencão do Estado. E seremos primeiro mundo, é o que se espera.

    1. Você acredita que:” é claro que chegará um tempo onde nenhum programa será necessário”, como se dará essa mágica? O ensino publico virou calamidade, não há geração de emprego…você realmente está vendo a luz no fim do túnel?.

      1. “Não há geração de emprego”? onde vc leu isso, minha filha? acho que vc está lendo o jornal da Espanha e pensa que lê o do Brasil! Os governos do PT, juntos, geraram dezenas de milhões de empregos, graças a eles o Brasil atingiu o pleno emprego, e mantém essa situação mesmo durante a maior crise mundial! Procure se informar melhor antes de opinar, se tem coisa que não falta no Brasil hoje é emprego!

      2. Sofia? Não há geração de empregos? que jornais vc anda lendo? Temos uma taxa de 5,5% de desempregos. É emprego pleno!
        Claro que vai chegar um tempo que nenhum programa deste tipo será mais necessário. Prouni, Cotas em Universidades etc. Temos que alavancar o País agora para que estas pessoas que não tinham nem esperanças possam ascender na vida profissional e social. O Rui Rosato está certo nas afirmações dele!!!

        1. Entendo Pedro….experimentou verificar a qualidade os empregos oferecidos e os salarios? hã? Da uma olhadinha na faixa salarial dos plenos empregos depois a gente conversar mais.

    2. E, claro, chegará um tempo onde nenhum desses programas serão mais necessários e cessará então a intervenção do Estado.
      Rui, sinceramente vc acredita nisso?
      Olha, o coelhinho da Alice foi por ali…

      1. E baseado em que você acha que não, Frederico? expor seus argumentos (se você tem algum) pode ser uma contribuição bem melhor que o deboche…

        1. Olha amigo Gilberto, recentemente li varias reportagens de gente que deixou de trabalhar pra receber o auxilio. Ou seja, se encostou definitivamente. No ritmo que o este governo impõe ao país, só alguém completamente fora da realidade acha que vai melhorar. Pena, que quando estiver muito ruim provavelmente eu não vou conseguir te achar para conversarmos. Nessa hora ninguém votou e nem era a favor.!

    3. Sabe quando vai chegar esse tempo onde nenhum desses programas serão mais necessários? NUNCAAAA,,, esse tipo de programa cria um monte de vagabundos que nunca vão melhorar em nada, porque se encostam no estado e é tudo que quem esta no governo quer…Com esse governo dos petralhas, sabe quando vamos ser de primeiro mundo? NUNCA!!!!! vamos ficar no eterno terceiro…Acorda

      1. Caro Dunhass.
        Pobre não é vagabundo! Somente quem tem ou já teve necessidade dos programas de transferência de renda (Bolsa Família, inclusive) sabe a importância do benefício para comprar alimentos e outros insumos. O dinheiro que o governo destina aos pobres é uma forma de investimento na qualidade de vida, pois muda a dinâmica das famílias, que comem mais e melhor e adquirem bens e serviços. Ademais, não vejo ninguém dizer que rico vira vagabundo quando empresta do governo (BNDES e outros bancos) dinheiro para financiar seus negócios.

    4. Meu amigo Rui, então você acha que distribuindo renda o Brasil vai avançar? Quem gerou a renda pra ser distribuída? Lembre-se que o governo apenas administra os impostos arrecadados de quem trabalha e gera renda. Se o governo continuar a aumentar a distribuição mas sem estimular a geração, logo vamos falir. Sem aplicar o dinheiro em educação, qualificação profissional, estimulo a novos empreendimentos para gerarem empregos desde agricultura familiar até industria e comércio, estaremos caminhando para uma estrada sem saída. Enquanto tiver “caixa” o assistencialismo parece a salvação óbvia, mas não passa de ilusão. Se 40 Milhões estão dependentes em uma população de 200, então já temos 20% da população desempregada e dependente.

      1. Esse é o problema do socialismo. Uma hora o dinheiro dos outros acaba

      2. meu caro Ivan…compartilho de suas palavras. Estou querendo ver como vão continuar comprando votos no ritmo que a economia vai. Estou vendo uma luz no fim do túnel e não estou achando que é a saída…

      3. Caríssimos companheiros, com certeza o comentário e a visão sobre assistencialismo no Brasil são pertinentes, a melhor forma de gerar recurso e renda é produzir.
        Apenas gostaria de lembrar que programas de assistencia e rendas mínimas são praticadas pelo mundo inteiro e fomentadas pelo banco mundial. No Brasil apenas para lembrar algumas práticas de exploração a quem trabalha e produz: – Aposentadorias rurais implementadas na década de 70 do século passado em plena ditadura militar. A nossa constituição garante repasses para todo cidadão após 65 anos recursos de 1 salario mínimo balizado na estatuto do idoso, repasses de recursos aos municípios para o FPM que tem como principal financiador o imposto de renda.
        Os riscos de mau uso destes programas seja de que lado for sempre existiu e sempre existirá, mas podem ter certeza de que os acertos destes programas são avaliados sim e de um modo geral há fomento de consumo mesmo por meios nada ortodoxos acaba gerando fontes indiretas de recursos a quem produz talvez não da forma ou na quantidades desejadas por quem trabalha e produz.

    5. Vai ser dificil ser primeiro mundo com aumento cada vez maior de pessosas dependente do Estado ,para mim deveriam dar um incentivo na diminuicao da natalidade e nao como fazem ao contrario atrelando o valor na quantidade de filhos.Precisa se de maior incentivo a educacao, pagar melhor os professores e dar-lhes autoridade de cobranca e nao ao contrario que ‘e hoje onde quem manda sao os alunos e seus pais .Tem -se que dar possibilidade de crescimento e incentivo a todas as classes sociais e nao favorecer uma classe de onde nao se cobra nada e da tudo em detrimento a outra classe onde se cobra tudo e nao da nada.Assim como esta eu ja vejo um futuro muito sombrio para este pais !

    6. Rui, eu acho que você se confundiu nas explicações, o Brasil é a 6.a economia do mundo na frente do Reino Unido, mas tem uma renda per capta bem menor do que a dos britânicos porquê nossa população é bem maior.

  8. E todos os reacionários de direita e da militância do PSDB de plantão sempre costumam em se apressar e dizer que o Bolsa Família foi invenção do PT, quando na verdade é uma ideia neoliberal americana trazida aqui pelo tal David de Ferranti do Banco Mundial, sendo que o governo do PSDB já havia implantado programas semelhantes em menor escala anteriormente. Em política se mente muito, não é militância?

    1. Creuza,

      O impacto dos programas sociais sobre a redução da pobreza é certamente um tema a ser abordado no futuro próximo.

    2. Normalmente vc vai ouvir uma baboseira no estilo “ajudou a distribuir renda e diminuir a pobreza”. Mas então vc pega os dados do CENSO 2010 e ve que o indice GINI, que demonstra matematicamente a distribuição de renda numa sociedade, avançou MUITO menos justamente nas regiões onde a penetração do bolsa família é muito maior. Falando em números, na região nordeste, com cerca de metade da população dependendo do BF, o gini melhoru apenas 8% em 10 anos. Já no SUL/SUDESTE, onde o BF atende cerca de um quarto da POP, o GINI melhorou cerca de 13%. Se isso não for prova cabal de que o BF não muda em nada (ou talvez até ajude a piorar) a distribuição de renda, então não sei o que é.

      1. Se for para falar em índices, que tal a redução da mortalidade infanto-juvenil e da evasão escolar? Ou você acha que isso não é resultante da distribuição de renda que o BF promoveu? Outra, tente comparar as duas regiões citadas antes do BF. No mais, a região SUL/SUDESTE é a maior em termos de ofertas de emprego. Muito normal que o GINI seja maior. Por outro lado, o NORTE/NORDESTE responde, a despeito do BF, pelo maior índice de pobreza e fome.

  9. Comemorar? Não deveria ser o contrário? Se o país precisa gastar mais, e por mais tempo, com política “dita” extraordinária, é sinal do fracasso da administração petista! O que era para ser exceção vai, “orgulhosamente”, se tornando regra, e comemoramos ? Como assim?

  10. “Devemos medir o sucesso dos programas sociais pelo número de pessoas que deixam de recebe-lo.”
    Ronald Reagan

  11. Faltou dizer que o presidente Lula agradeceu o governador de Goiás da época pela ideia da bolsa. Inclusive, esta registrado no youtube.

  12. Você sabe o que é CCT, Conditional Cash Transfers?!

    A Transferência Condicional de Renda é o programa pai do conhecido Bolsa Família. Foi desenvolvido nos países México e Estados Unidos (o inspirador era mexicano e professor nos EUA) como projeto emergencial para atender às necessidades mais básicas das pessoas mais pobres temporariamente.

    O inspirador foi o ex-professor da Universidade de Boston, o economista Mexicano Santiago Levy.

    No Brasil, foi primeiramente adotado por José Roberto Magalhães Teixeira (conhecido como “Grama”), um dos fundadores do PSDB, então prefeito da cidade de Campinas, depois em Brasilia, por Cristóvão Buarque, PT, e então Marconi Perillo, PSDB-Goiás uniu os vários programas que o compunham em um único cartão, chamado de Bolsa Família, que perdura até hoje. Tudo foi proposto durante o governo FHC pelo Banco Mundial para implantação no Brasil. A esquerda era contra a implantação do CCT no Brasil. Dona Ruth Cardoso, saudosa Primeira Dama, trabalhou muito no Brasil com esse tipo de programa.

    Para mais detalhes:

    http://www.youtube.com/watch?v=VpUk_n6wpEY

    http://www.techsangam.com/2011/09/15/the-curious-history-of-conditional-cash-transfers/

    1. Colocações muito interessantes Neoli.
      Abusando um pouco e tentando facilitar minha busca: você teria outras referências relevantes?
      Cesar Camara

  13. O importante seria comparar estes valores com as importâncias gastas com publicidade. Só para verificar o que ocorreu.

    1. GEF,

      Vamos abordar as despesas com publicidade oportunamente.

    1. o que tem de rasoavel neste governo foi criado no governo do PSDB,os ptstas não estão conseguindo segurar a inflação, e a corrupção se escancarou.

  14. Boa análise, é o tipo de histórico que ajuda a entender a evolução do programa e os argumentos políticos em torno dele.

  15. Ninguem da nada pra ninguem se nao quiser alguma coisa em troca. Os que recebem essa bolsa tem uma divida de honra com o partido dos trabalhadores. Portanto, jamais sairao do poder. Portanto, este povo que elege a dilma e aliados sempres estarao na miseria, perpetuada pelos seus filhos.

    1. Cuidado: ignorância também se perpetua! O Estado não está “dando” nada, pois ofertar comida a quem tem fome é OBRIGAÇÃO constitucional. Pensar que alguém gosta de estar na miséria (ou pior, pensar que este alguém deseja isso para seus filhos) é simplesmente lamentável. Não julgue quem passa necessidade pela sua limitação de caráter. Poderia apostar que você é daqueles que reclamam da corrupção no CN, mas quando vai na padaria não devolve o troco a mais; quando estaciona em fila dupla é pq tinha um bom motivo, etc… Mas isso não é errado, não é mesmo?

    2. É meu caro Marcos, essa visão míope é bem típica de quem pouco “se lixa” pela fome alheia. Tente morrer de fome um dia… Talvez você consiga mudar de opinião.

    3. “É impossível levar o pobre à prosperidade através de legislações que punem os ricos pela prosperidade.
      Por cada pessoa que recebe sem trabalhar, outra pessoa deve trabalhar sem receber. O governo não pode dar para alguém aquilo que não tira de outro alguém.
      Quando metade da população entende a idéia de que não precisa trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma nação.
      É impossível multiplicar riqueza dividindo-a.”

      Não me lembro ao certo o autor, mas é uma grande verdade. O socialismo nivela por baixo. Quando os que geram riqueza passam a trabalhar 4, 5 ou 6 meses por ano para sustentar um governo corrupto e uma massa de acomodados que vivem de assistencialismo e acham que o governo é sua babá, o país está condenado. Você já viu alguém sair para protestar pedindo a desburocratização, reforma fiscal, melhoria do infra estrutura, etc, para que o país cresça e gere empregos. Não, nesse país o povo acomodado acha que o governo tem a obrigação de dar, moradia, mesada, auxílios, benefícios, etc… É bolsa família, renda cidadã, auxílio aluguel, auxílio reclusão (esse realmente é uma piada) etc… País de vagabundo. Renda é CONQUISTADA e proporcional ao MÉRITO, de cada um. Socialismo é ideologia de vagabundo e incompetente

  16. Bom ou não acredito que esse dinheiro chegue a pelos menos 50% dos necessitados, e isso já vale.

  17. faltou explicar que a transferência de “renda” está sendo feita com empréstimos do BIRD.

    1. Amaury,

      Até onde os dados mostram, a transferência é feita com recursos orçamentários, da arrecadação de impostos e contribuições sociais. Se você dispõe de outras informações, elas serão bem vindas.

  18. Não importa a paternidade; o que vale é a constatação de que a distribuição da riqueza do país está alcançando àqueles que também são brasileiros e não podem ficar à margem, enquanto muitos usufruem do dinheiro público em falcatruas mil. Não sou usuária do programa, mas sou cidadã e APÓIO o BOLSA FAMÍLIA!

  19. Depois de 10 anos de aplicação do Consenso de Washington, em 2003, seus criadores fizeram um balanço e frente ao estrago feito nas populações pelo chamado, desde então neoliberalismo, com sus politicas de precarização e exclusão implementadas, se observou que faltava fazer alguma coisa com os desabrigados ou excluídos, pois criava-se uma bomba relógio. Assim, o governo de Lula, termina dando continuidade às politicas neoliberais já em execução por FHC. E isso.

  20. O PSDB criou o “BOLSO CORRUPTO” onde se apropria de 30% do patrimônio Público.

  21. É lamentável que se gloriem pela criação ou manutenção de um Programa, que tem como objetivo, maquiá a posição social do Brasil, comprar votos daqueles que, infelizmente não são bem informados, não sabendo que, o governo usa uma “coberta curta” quando cobre a cabeça descobre os pés e vice-verso.
    Vamos ter que trabalhar muito, pagar altos impostos para bancar milhões de pessoas que dificilmente irão trabalhar.
    Essa é a Escola Brasileira de incentivo para ingressar na fila dos que já não fazem nada.

  22. Todos trabalhadores da VASP Vagabundos Anônimos Sustentados pelo País.

  23. quem inventou eu não sei nem quero saber, o PSDB com nossa querida Dona Rhute pode ter inventado o PT com o LULA pode ter aperfeiçoado, mais uma coisa eu sei e tenho certeza quem paga esta conta somos nos trabalhadores, concordo com o Bolsa Familia mais deveria ser proibido usar o nome e campanhas e uma fiscalização mais seria sobre o mesmo, porque o que tem de vagabundo recebendo e necessitados não recebendo não esta escrito, e duvida que os politicos de plantão não conhece o problema.

  24. Maria Aparecida Vasconcelos de Lima Nóbrega Aparecida Vasconcelos de Lima Nóbrega disse:

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK EITA BRASIL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  25. Não importa quem inventou o BF, pois os egípcios a milhares de ano já distribuiam alimentos para as populações mais pobres. O mais importante para a sociedade, que paga pelo programa, é conhecer os reais objetivos, ou seja, daqui a 50 anos será que poderemos dizer que finalmente quebramos o ciclo vicioso da pobreza?

    1. Meu caro, a única certeza que temos é a de que se não for o BF, boa parte da população não mais existirá daqui a 50 anos.

  26. Quem leu “A grande transformação” sabe que essa briga pela paternidade do Bolsa Família é falta de leitura… porque o primeiro imposto negativo, como o programa iniciado no governo FHC e estrondosamente vitorioso nos governos do PT, nasceu na Inglaterra do Século XVI quando a Poverty Law garantia renda básica para os súditos reais.

  27. Agora que o sucesso é inegável e que virou case internacional, a ideia foi dos tucanos. Enquanto deu pra sustentar o discurso “assistencialismo barato e eleitoreiro”, era o programa do PT.
    Ai, Folha de São Paulo, ainda bem que, em dez anos, ninguém mais vai te ler.

  28. O engraçado é que após os dez anos de governos do PT e o reconhecimento internacional dos programas sociais destes governos, a mídia e a oposição que tanto atacaram o PT quando do lançamento do programa, tentam dar créditos a oposicionista e pasmem, o bolsa família é uma ideia neoliberal(???), basta vermos os depoimentos dos oposicionistas e da grande mídia adjetivando o programa de bolsa esmola, de eleitoreiro, de bolsa vagabundagem e por ai, agora, eles é que são os criadores da criatura. Tenham vergonha na cara.

    1. Não senhor.
      O PSDB propôs o Bolsa-Escola, q tem data de entrada e data de saída, como q dizendo ao receptor : olhe, mande o teu filho pra escola e qdo ele sair de lá, ele estará apto p/ assumir a sua família. Isso atribui responsabilidade à pessoa q receb o benefício. E isso é é muito diferente do atual bolsa-vagabundagem, q caracteriza uma doação aos pobres e um estímulo à preguiça. Essa é a diferença.

      1. Você não quer enxergar. A mortalidade infantil reduziu abruptamente, a evasão escolar reduziu, a frequência desses alunos chega a 95%, aumentou o pré natal, além do programa servir de modelo no combate a fome e a miséria em todo o mundo. Sem falar na redução da pobreza e por isso, o país é tido como modelo no combate a fome e a pobreza. Querendo ou não, isso só foi conseguido com o governo do PT, antes nós tínhamos por mais de 500 anos políticas que aumentavam a distância entre os mais ricos e os mais pobres, além de aprofundar a miséria no país. Tudo isso vem mudando nos últimos dez anos, em que pese, ainda ter um caminho muito longo a ser percorrido até atingirmos um país igualitário.

  29. Pelo menos na época do PS DB o programa era social e não de compra de votos.

  30. E por falar em dinheiro público, alguém pode me dizer onde estão os quase R$500.000.000,00 roubados no tucanoduto paulista?

    1. Não tenha ódio e nem queira vingança pelos mensaleiros..não vale a pena.hahahh

      1. não se trata de vingança, mas como vocês tem uma luta contra a corrupção seletiva. Foram roubados por 20 anos e acham isso normal. Ninguém investiga, o Ministério Público de São Paulo se cala, a roubalheira chegou a 1 bilhão e vocês caladinhos. A corrupção é condenável venha de onde vier, não pode ser condenável quando é do PT e quando se trata dos tucanos, ai aparecem comentários como o seu. Hipócritas.

    2. Não entendo como um partido no poder não conseguiu comprovar e levar a Juízo os responsáveis por essas ditas falcatruas do PSDB. Ou são incompetentes, ou não existem provas ou se existem podem estar sendo usadas para neutralizar opositores.

    3. Nem adianta perguntar porque a mídia quer esquecer. Faz um mês que estão mudos, inclusive o Ministério Público!

  31. Eu sempre acompanhei essa discussão de perto e posso dizer uma coisa, desde o tempo do governo Lula até hoje, nunca mias você viu ninguém comendo palmas cozidas e dando para os seus filhos, portanto quem diz que é compra de votos ou coisa parecida é porque nunca passou fome, se tivesse passado não diria isso, é uma maneira de devolver para quem precisa um pouco dos nossos impostos que pagamos, parabéns ao programa.

  32. Entre outros males, o bolsa família atingira numeros impensáveis de pessoas aa receberesse malefício, quebrando nossa economia de duas formas, alto custo e improdutividade. Impensável também e a estupidez deste governo. Molusco desgraçado !

    1. Qual foi a ultoma vez que alguem bateu a sua porta pedindo esmola? Vc já pelo menos tentou pensar como seria pedir de porta em porta um prato de comida? Isso sim é um mal que ninguem quer passar. Parabéns ao programa.

  33. Bolsa Escola ou ainda bolsa-escola é um programa de transferência de renda com condicionalidades brasileiro. Foi idealizado originalmente em proposta realizada por Cristovam Buarque enquanto reitor e professor da UnB no ano de 1986, cujo objetivo era pagar uma bolsa às famílias de jovens e crianças de baixa renda como estímulo para que essas frequentassem a escola regularmente.
    Foi implantado em janeiro de 1995 em Campinas, seguindo a própria proposta de Cristovam Buarque , durante o governo do prefeito José Roberto Magalhães Teixeira / PSDB. Posteriormente, com um diferença de apenas 5 dias, foi implantado em Brasília pelo Governo do Distrito Federal, então chefiado por Cristóvão Buarque / PT.

  34. Como jornal ultraconservador que é hoje, a FSP atrai leitores conservadores, alguns até direitistas declarados. Essas opiniões do século XIX, detonando o Bolsa Família. são dignas do Barão de Cotegipe. Não me espantam, apenas me entristecem.

  35. A polêmica inútil, mas que não devemos deixar passar, equivale ao invento do AVIÃO. Os irmãos americanos planaram catapultados antes de Dumont, que não auto catapultou-se, e sim, decolou com o seu invento fantástico mais pesado que o ar. Grave erro é atribuir a invenção aos irmãos americanos, afinal, até as pedras voam se forem lançadas por catapultas.
    O dado concreto é que o senador Buarque, qdo ainda era reitor da UNB, desenvolveu a ideia. O dado pastoso, é que NOVE ANOS DEPOIS, o prefeito tucano de Campinas, assinou Lei de assistência às crianças de risco, apenas cinco dias antes do próprio ideólogo, ora governador Buarque, então eleito pelo PT, ter assinado Lei condicionando o recurso à presença escolar.
    A paternidade não tem que ir parar nos EUA nem no Banco Mundial, nem no PSDB.
    Foi idealizada pelo senador, qdo ainda era Reitor e desenvolvida qdo elegeu-se via PT para o cargo de governador do DF, Brasil.
    Ponto.

  36. Quem esta feliz da vida com este programa da bolsa familia são : traficantes que triplicaram suas vendas de drogas e os fabricantes de bebidas /cervejas que multiplicaram suas fabricas para atender a demanda.
    É só voce ficar observando em um loterica que vera o traficante esperando o recebimento do bolsa familia na porta da loterica para receber de seu cliente.
    ISTO É UMA VERGONHA ONDE VAMOS PARAR.

  37. O BOLSA-ESCOLA de FHC é um programa do sensato do tipo “dar a vara de pescar”, pois tem data de entrada e data de saída, ao contrário do eleitoreiro e vergonhoso BOLSA-família petista, um programa do tipo “dar o peixe” e q caracteriza nada mais do q uma doação

  38. Acho que a bolsa família deveria ser restrito para comprar APENAS comida, material escolar, Gás, etc Recurso para sustentar a família e ser restrito para pagamento de BAR, UNHAS, CALÇA de R$ 300,00 e etc. Deveria ser entregue créditos no cartão bolsa família e não entregar DINHEIRO…. Deu para entender né? Assim vamos saber que a verba da bolsa está sendo utilizada corretamente.

    1. Esse discursinho tucano… Pouco importa a origem. Importa sim o que se investiu e ajudou a evitar a morte de muitos brasileiros.

  39. “Acredito que o melhor programa social é um emprego”. Ronald Reagan

    Acho que não precisa de comentar mais nada!

  40. O bolsa escola foi originado para evitar o trabalho infantil. Consistia em dar uma renda à família do menor, porém deveria ter no mínimo 90% de presença nas aulas. No entanto, o “ex-sapo barbudo” retirou a obrigatoriedade do comparecimento às aulas, para que todos fossem
    ignorantes e incompetentes como ele.

  41. Redistribuição de renda se faz com educação e reforma agrária. Esse governo é o que menos contribuiu para ambas.

  42. Mas o grande fator que mudou o Brasil para sempre foi o Plano Real e FHC. Transferência de renda é a incompetência em gerar empregos e tem serventia eleitoreira.

  43. Programa assistencial bom é aquele que surge, resolve e termina. Se está há 10 anos corre o risco de ser uma esmola vitalícia e hereditária. Não tenho dúvida de que algum dia alguém vai dizer: “Meu avô recebeu, meu pai recebeu, eu também recebo e meus filhos e netos vão receber…”. Então não resolve, só cria dependentes!

  44. EU, estava lendo vários comentários de bolça família, bolça escola Etc. Mais o que o governo gasta com a maquina Publica e não li nada ? Os Senhores sabe o custo da maquina que foi elevada para 40 ministério , no governa petista ?

    A paternidade deste aumento de custo e PT , o Sr. LULA , para fechar o caixa no fim do seu governo , pego 30 Bi lhes ou milhões da Petrobras , para parar com petróleo futuro do pre sal

    Não da para falar das Mer…….a do governo PT. , Gastaria a noite toda escrevendo e não daria para falar todas as Mer….a ..

  45. RSRSRSRSSRSRSSR
    Vocês esqueceram de dar os créditos também para os Rothchild, Rockfeller, J. P. Morgan, Wall Street e para a City Londrina e toda esta gente boa apátrida e precocupada com o povão que ajudaram o PT a fazer o bolsa família no Brasil. Quase ia me esquecendo do Wolfensohn e do Levy do banco mundial e até o vendilhão da Pátria FHC, o príncipe da Privataria rsrsrsrssrs. Esta matéria foi um dos maiores absurdos que já vi escritos na “grande mídia”. Dá vontade de sair pelado pela rua montado nyma zebra roxa, com esta matéria colada na testa rsrsrsrs. Parabéns , vocês se superaram. Já recortei, colei para guardar e mandei para todo o rol do meu e-mail. Nem enfiando 10 litros de cachaça na cabeça de um sujeito ele imaginaria TAMANHA CARA DE PAU rsrsrsrsrssrs. Vocês estão DESCONTROLADOS rsrsrssr. Esqueci do Bush e as madames de Higienópolis também, Todo mundo está de parabéns por ter criado o bolsa família rsrsrsrsrsrssr

    1. Uma coisa é possível provar: o Lula não foi autor. Ninguém é autor de algo pré existente que inclusive critica. Procura aí no youtube ou google o discurso de Lula em 2009 e compare com o de 2000 sobre “Bolsa Família” (na época bolsas diversas) EM VÍDEO e depois me diga se esse barbudo foi autor de alguma coisa.

      De outro modo você só riu, ironizou, satirizou a matéria e não ofereceu argumento nenhum, além de ofender os autores e possivelmente quem já sabe e concorda com esse FATO.

      Pode espumar pela boca, quem será que está descontrolado mesmo?

  46. Vejam só. Governos sucessivos criam programas sociais de fachada só para ganhar votos. Aparece um presidente que implementa projetos sociais para todos os brasileiros.
    Vejam em SP. Padilha ganha o governo de SP, pega o BOM PRATO, comida gostosa e saborosa por 1 real. uma rede de restaurantes de fachada do governo do Alkmin, e amplia de 60 mil refeições diárias para 3 milhões para atender os comerciarios.
    Em 2018 o psdb vai ficar lamentando e dizendo que quem criou foi eles e perde as eleições de novo.
    Pai não é o que gera o filho e o que cria.

  47. Na verdade a inspiração veio do Brasil sem fome do Betinho. E nos anos 90, o Senador Suplicy já tinha proposta de redistribuição de renda, Banco do Povo e Orçamento Participativo, que se as Prefeituras adotassem, iriam saber das necessidades dos munícipes.

  48. A Fome do que se trata a reportagem , não é aquela fome que guando passamos do horário de se alimentar da um sinal no fundo do estômago. A fome que está em evidência é aquela que o individuo passa dias , até meses comendo alguns caroços de feijão mergulhado na água e angú(alimento de milho).

  49. Se realmente o bolsa família resolvesse o problema dos mais necessitados eu ficaria feliz. Mas vejo gente que se beneficia do programa,não trabalha e ainda se dispõe a ficar horas numa fila para receber alimentos de outro programa social da prefeitura e quando é solicitada a presença na escola para uma reunião não comparecem . Os filhos frequentam a escola mas tendo o cuidado de não faltarem além do limite, pois podem perder o beneficio. Ainda outro grupo que recebe o BF mas tem carro ,emprego fixo no serviço público e um filho . O que falta é seriedade no programa e na sua fiscalização. Sempre os interesses políticos é que prevalecem.

  50. Só falta aqui afirmarem que o bolsa família foi idéia do Plínio Corrêa e que a idealizador do Minha Casa Minha Vida foi do Antônio Carlos Magalhães. Quanto rancor.

  51. O povo da Bahia adora, tanto que lá ninguem trabalha, e só vive disso, Deviam fiscalizar isso, e só dar esse “beneficio” por um periodo de meses, depois colocar esses vagabundos acomodados pra trabalhar.

  52. EU TAMBÉM NÃO CONCORDO POR ELEITOREIRO , POR SER USADO POR POLITICOS SEM ESCRUPULOS , MAS ALGUMA COISA TEM QUE SER FEITO , POR QUE NÃO PENSAR NUM PRÓXIMO PASSO , COMBATER A CORRUPÇÃO.

  53. Alguns estudos sérios sobre o BF foram realizados… um deles… apontando conquistas e falhas sobre o programa foi recentemente publicado em livro. Chama-se “Vozes do bolsa família”. Sugiro à todos aqui lerem e tirarem suas conclusões.

  54. TUCANADA, nunca se interessaram por pobres,
    como a bolsa familia se tornou um sucesso incontestável no mundo todo…
    agora querem um DNA para diser que foram eles os criadores.
    até ontem criticavam que era um programa de compra de votos.

    1. Sugiro que procure no youtube o discurso de Lula em 2009 e compare com o de 2000 sobre “Bolsa Família” (na época bolsas diversas) e depois me diga se esse barbudo foi autor de alguma coisa.

  55. Mentira sempre tem perna curta. Se em dez anos os numeros de pobres miseraveis, dependentes do BF, so fez aumentar — triplicou em dez anos — entao o governo nao pode ser considerado bom para os pobres, nae e mesmso? Se fosse bom governo, o numero de miseraveis deveria cair em dez anos — nao triplicar! Entao os numeros mostram que a formula do governo do PT e uma formula perversa para criar mais pobres dependentes do governo. O que alias e do interesse do PT — ja tem 40 milhoes de votos garantidos e, com a formula magica de criar dependentes, cada vez aumenta mais… (nada de novo, Evita Peron sabia muito bem o que estava fazendo).

  56. Interessante a pauta em disputa, afinal o BF tem caráter social, eleitoreiro ou é falta de competência para gerar empregos. A classe A brasileira é formada pela elite empresarial, a classe B por profissionais librais, a classe C por individados mas e os políticos se encaixam em que faixa? Sabemos que nossa administração é a mais cara do planeta e a mais gastadora e extravagante. Não seria uma boa reforma mudar está situação. Sabiam que a previdência social como a conhecemos terminou? É terminou. Como? Em uma festa natalina no RGS a advogada chefe do departamento jurídico do inss, depois de beber algumas doses, declarou a uns idosos presente “sonho acabou” alguém não se conteve e fomentou a declaração, como assim minha Sra. Ela sentenciou simples a ficha de vcs ainda não caiu: a meta do PT é teto de 5 salários correções perpétua pelo INPC e todos ganharão um salário mínimo e completou, o inss já é o Maior bolsão do pais e olhando a cara da velharada de uma bela gargalhada e continuo degustando seu champanhe. Meus velhos otários papai Joel existe e nem usa mais barba.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk se o Pt não existisse teria que ser inventado afinal o inferno não é tão ruim assim rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

  57. Na minha opinião a melhor forma de distribuição de renda e dar emprego , para que
    o cidadão possa dignamente com seu trabalho ganhar seu dinheiro !!! o resto é malandragem afinal de contas bolsa família , fome zero é recebido ate por políticos , e o jovem que mama 1200 reais por mês , vai arrumar emprego para que ??????

Comments are closed.