Brasil produz R$ 4,8 tri, mas gasta quase R$ 5 tri; entenda o PIB

chamada_pordentropib

A produção da indústria, dos serviços e da agropecuária somou R$ 4,8 trilhões no ano passado, enquanto o consumo e os investimentos das famílias, das empresas e dos governos chegaram a quase R$ 5 trilhões -são, mais exatamente, R$ 4,976 trilhões.

A diferença significa que o Brasil precisa importar bens e serviços produzidos no resto do mundo para atender à demanda dos setores público e privado.

Como esse desequilíbrio ficou muito elevado nos últimos anos, deve ser necessário fazer ajustes em breve. O próximo governo, por exemplo, pode ser obrigado a frear os gastos públicos.

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.

Comentários

  1. Frear gastos públicos é o mínimo que todo governo deveria fazer continuamente. Agora, por que não incentivar a produção interna, reduzindo impostos e a burocracia? É esse tipo de mentalidade que faz com que este país seja tão atrasado.

  2. Não entendo essas manchetes: ” Brasil produz R$ 4,8 tri, mas gasta quase R$ 5 tri; entenda o PIB”.
    Não seria: ” Produz quase 5 tri e gata quase 5 tri”?
    Cada uma !!!!

    1. realmente, por que 200 bilhões (176, exatamente) é ‘dinheiro de pinga’, né? hahahahahahahahahahaha

    2. Produzimos aqui no Brasil R$4,8 tri,porém consumimos R$5 tri,a diferença de R$ 200 bi, tivemos que importar de fora do Brasil,pois nossa capacidade de suprir nossas necessidades não foram suficientes.

  3. + do q 1 nó mui duro para desfazer / dissecar ! Trabalho pesado emaranhado em “Manicômios” : … tributário … + montanhas de “Riscos de Fraudes”.* Basta ver anos de evolução ética contábil : de “Química Contábil” para “Números fazendo MEIA e Meia nos números não é coisa feia”

  4. seria interessante comparar com outros países de mesmo grau de (sub) desenvolvimento e os desenvolvidos. Números soltos assim sem relacionar com outras variáveis nada significam.

  5. É mentira. A dívida líquida cai ano a ano. As reservas internacionais já são de quase US$ 400 milhões, ou praticamente R$ 1 TRILHÃO. O Brasil consegue poupar, diminuir sua dívida e ainda por cima com crescimento econômico e distribuição de renda. Nenhum país no mundo está fazendo isso. Essa é a verdade.

    1. Se eu pego dinheiro emprestado num banco e coloco na poupança em outro, minha dívida líquida não é afetada (a não ser pelos juros líquidos, considerando que o empréstimo custa mais do que o rendimento da poupança).

      Alardear as reservas internacionais e sua influência sobre a dívida líquida é equivalente a elogiar a atitude hipotética acima. As reservas internacionais não são dinheiro livre (aliás, se o governo estivesse com R$ 500 bi no banco, que ladroagem! Governo não deve ser rico). Essas reservas são dinheiro emprestado em um banco e depositado em outro.

    2. Rapaz, não é mentira não. Para ter essa reserva, que é pequena para o tamanho do país, já emitiram 2 TRILHÕES de R$ em títulos. E você acha bom isso????

    3. Claro que é mentira!! O Brasil é um dos melhores países do mundo: nossas estradas são as melhores, nossos portos são de primeiro mundo (inclusive nos damos ao luxo de construir portos para outras nações “parceiras”). Nossa saúde publica dá de 10 em qualquer país. Nossa educação alcança índices invejáveis, a violência está diminuindo a cada ano e quem diz o contrário só pode ser das “elites de direita”, que invejam o nosso desenvolvimento…ah tenha dó!!! Estamos caminhando a passos largos para sermos como a Venezuela ou cuba…

    4. Só esta transferindo pra divida interna, a divida continua existindo. Esse governo tem como política jogar pra baixo do tapete.

    5. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkperai….kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk………kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…..me mata de rir amigo….kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Brasileiro que vota no pt acredita mesmo em papail noelkkkkkkkkkkkkk

  6. por favor quando dizem governo, quer dizer municipal estadual e federal,mas como é dito fica sempre a impressão que é só federal

    1. nesse caso so contabilizaram o federal na hora dos impostos , pq a arrecadaçao real passa de 1 TRILHAO , contabilizaram somente 734 bilhoes do governo federal para maquiar a porcentagem que os impostos exercem na soma total do PIBinho

  7. Desde 5Trilhões, quantos são gastos para pagar as despesas dos parlamentares ?

  8. Frear os gastos, não os investimentos, publicos seria, talvez, a melhor contibuição que este, ou os próximos, governos poderiam dar ao nosso país.

  9. Para registro: Por esses dias, assistindo a um telejornal, foi dito que boa parte
    do dinheiro, do Funset – Fundo Nacional de Segurança e Educação de Trânsito, é destinado ao Pagamento do SUPERÁVIT PRIMÁRIO. Imaginem quantas vidas são ceifadas, tomando-se por base este tipo de política. Não é demais lembrar que o PT era crítico implacável desta mesma política nos tempos de FHC.

  10. Tem que compreender:
    Quem gasta? Por que gasta? Como gasta?Quando gasta? Quanto gasta? Onde gasta?
    Fica bem mais fácil cortar. Só de corrupção são 70 bilhões de reais na melhor das estimativas.

    1. Ótima dica! Vou ler tudo com muito cuidado e atenção. Agora, não sei se você se lembra, que Lula e o PT, antes de ser governo, juravam que fariam uma AUDITORIA NA DÍVIDA INTERNA? Como as pessoas (os políticos) e os partidos mudam, quando estão no poder. Por que será? Será que isso é parte do caráter do brasileiro?

  11. Será que os incomPeTentes começarão a entender como estão levando o país para o buraco? É a chamada cortesia (bolsas) com o chapéu alheio. Mas o comunismo é isso mesmo O melhor sistema até que o dinheiro alheio acabe.

  12. Lamentável é perceber que a cada dia se ajusta mais e mais formas de pagarmos mais imposto, seja ele retido na fonte (IRF) seja IPTU, IPVA etc… etc… É de chorar…..!!!!

  13. Uma reportagem séria informaria que cerca da metade desse gasto refere-se ao pagamento de juros. Juros exorbitantes. De um montante questionável. Quem quiser conferiver veja no site http://www.auditoriacidada.org.br/. O resto é enrolação. Cidadão, não se deixe enganar, pense!

  14. Essa diferença deve incluir o furto e o roubo que ha nos conluios entre as autoridades do serviço publico e a iniciativa privada. Gasta-se tanto mas o serviço publico e uma porcaria.

  15. Eis a discussão. Gasta-se demais. Investe-se pouco. Cresce, mas não desenvolve. Será que cresce? Sim, sobre o suor de muitos. Quanto a distribuição de cortesias (bolsas), não fosse a exclusiva intenção de captar o miserável eleitorado deste país (que, afinal, representa inexpressiva parte da população), até que plausível seria. O que cansa é uma elite que joga incessantemente. Verifica-se, que falta ideologia e o interesse público é constantemente preterido quando em conflito com o de nossos representantes. Representantes? Ora, ainda temos que engolir isto.

Comments are closed.