Sintomas de recessão têm piora geral; nova alta de tributos agrava quadro

Todos os principais indicadores de uma recessão econômica mostraram piora no país entre o final do ano passado e este mês.

Ainda que seja cedo para um diagnóstico definitivo, os sintomas mostram uma convergência inédita no governo Dilma Rousseff.

O dado mais recente foi o aumento do desemprego -até então, o mercado de trabalho vinha resistindo aos efeitos da deterioração da economia dos últimos meses. O quadro ainda tende a se agravar com a alta da tributação das folhas de pagamento das empresas, promovida nesta sexta (27).

Com isso, formou-se um cenário de retração geral: a indústria, em crise desde 2011, fechou o ano passado com nova baixa da produção; as vendas no comércio tiveram queda recorde em dezembro.

De lá para cá, o pessimismo se acentuou, e a confiança apurada em pesquisas com consumidores, varejistas e empresários do setor de serviços caiu ao menor patamar dos últimos anos. Veja no infográfico abaixo.

chamada-diagnostico-da-crise-patu

Recessão, diz a teoria, é uma queda prolongada e generalizada da atividade econômica. Na prática, sua identificação nem sempre é consensual.

Em uma convenção adotada internacionalmente, uma recessão é sinalizada por duas quedas trimestrais consecutivas do PIB (Produto Interno Bruto, medida da produção nacional).

Não se trata, porém, de uma lei. No ano passado, por exemplo, o PIB brasileiro encolheu no segundo e no terceiro trimestre, mas a recessão não ficou inteiramente caracterizada.

Naquele período, a queda do produto não chegou a ser expressiva nem generalizada, e o emprego se manteve em alta.

O panorama atual é outro. Com a reviravolta da política econômica após a reeleição de Dilma, torna-se cada vez mais consensual entre analistas a expectativa de uma recessão mais evidente -e ela pode já ter começado.

Em elevação desde 2013, os juros do Banco Central terão de subir ainda mais para conter o consumo e a inflação, agravada pelo tarifaço nas contas de luz.

Sob penúria orçamentária, o governo eleva tributos e atrasa gastos com custeio e obras públicas, o que reduzirá ainda mais os investimentos necessários para a ampliação da capacidade produtiva do país.

Ainda há pela frente a crise da Petrobras, a greve dos caminhoneiros e a escassez de água e energia elétrica.

Tudo somado, calcula-se no mercado que o PIB deste ano encolherá mais que o 0,3% de 2009, ano da última recessão brasileira.

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.

Comentários

  1. aumentar mais imposto,quero ver quem vai continuar a pagar do jeito que esta indo as coisas,ninguem vai continuar a pagar para nao ter nada de volta,para deputado levar as esposas para brasilia ou para ferias com o dinheiro nosso chega,si empresario continuar a pagar imposto tem que ser muito idiota mesmo.

  2. a inutilidade deste governo é de impressionar até o mais pessimista.

    1. Não é inutilidade. É design. Você está vendo pelo ângulo errado. Ponha-se no lugar deles, a 40 50 anos atrás. Ditadura, perseguição. Agora você vê o está no horizonte? Então corra para as colinas, mas que estas fiquem fora da América Latina.

  3. Pois é…seria para rir, se os ignorantes que mantém a quadrilha no (des)governo há 12 anos não nos arrastassem a todos juntos para o buraco.

  4. Pergunta: Se minha empresa tem faturamento de 5 milhões, irei pagar 2,5% sobre este faturamento ou é sobre o valor da folha de pagamento ?

  5. BOM COM O SALTO ASSALTO ELEVANDO TODOS OS IMPOSTOS DOS EMPRESARIOS MAIS DESEMPREGO ALIAS EMPRESARIOS NÃO PODEM TB VIVER SÓ AS CUSTAS DE DINEHIRO PUBLICO TEM QUE TER PARA SE MANTER MAS CACHAÇA E DIU MA´DEIUU AOS ESTRANJAS LUCROS INCOMENSURAIS DE MAIS DE 500 BILHÕES E DE DOLARES NESSES 13 ANOS DE DESMANDOS DO DINHEIRO PUBLICO AGORA PEQUENAS EMPRESA SE FERRAM POR IMPOSTOS ALTISSIMOS SENDO BRASILEIRAS, MAIS O PRESIDENTE LULA CACHAÇA SE ENCONTROU 1º COM A CUPULA DO PEMEDEBE SEU COMPARSA NOS OUBOS AGORA VAI ENCONTRAR A VACA QUE TOSSE EM SEGUNDO PLANO PRO QUE SERÁ , INCOMPETENCIA DE REGER UM PAÍS CHAMADO DE BRASIL OU ESYT´COM CRISE DE RECESSÃO E ESTÁ INSANA QUEEMS VER VCS VACA.

  6. Pelo jeito da carruagem,os brasileiros já já, vão utilizar as redes sociais, para incentivar os brasileiros a não declarar os IRF,este ano,e conseqüentemente forçar o governo a rever os impostos!! “é só um comentário não é profecia”

    1. Para pagar uma multa por que não fez? Ai você está ajudando mais ainda.

  7. Ou essa quadrilha é tirada do comando, ou veremos a derrocada incontestável do Brasil. Não há mais saída. Estamos literalmente à deriva.

  8. Quero ver agora. O P..T…cujo programa de governo foi o de apenas distribuir dinheiro dos outros”aos pobres, filho, amigos, partidos políticos;amantes, etc” está agora segurando as calças para não cair. Acabou o dinheiro e a inflação vai para a casa do chapéu. Esse é o partido que os “cegos, bu.rros, gatunos, ignorantes, etc”, votaram NELA. Agora aguentem.

  9. Você já ouviu falar de buraco negro que engole galáxias? então estamos indo para o Buraco vermelho que é pior .

  10. Começa a aparecer o tamanho do estrago que essa mulher fez nos primeiros quatro anos. E só vai piorar ….

  11. Por que não começam acabando com fundo partidário, fazendo reforma política, acabando com a sacanagem em empresas públicas como a Petrobras. Mas não vão acabar de nocautear a economia do país, parece bonito isso? Esses caras são tão imorais, corruptos, e irresponsáveis? Por que o governo não cumpre o seu papel? Por que gasta muito e gasta mal?

  12. Se o povo manifestasse mais contra essa roubalheira que existe no governo, contra esse absurdo aumento de parlamentares,auxilio moradia (não entendo! com esse salario o sujeito precisa de ajuda pra morar????? isso tinha que ser eliminado!) etc etc, em vez de manifestar contra o que nao é tao importante; se o povo tivesse a força que ieve nas diretas já e no impeachment do ex-presidente collor, não haveria necessidade de suprir a flat de dinheiro publico – que vem dessa roubalheira absurda – com aumento de impostos.

  13. Quem vai ser chamada para pagar a conta será a classe média, justamente a que NÃO votou no PT.

  14. NOSSA MAIS UM AUMENTO NA CONTA DE LUZ SEGUNDA, QUE BELEZA CADE O SUPER SALARIO QUE A CLASSE POBRE ESTAVA VIVENDO TAO BEM,ESTA MULHER DEU O MAIOR GOLPE QUE POSSA IMAGINAR NOS MAIS POBRES E MENOS INFORMADO.ISTO VAI ACABAR MAL,UMA COMBINAÇAO PERFEITA,SO FALTA O 9DEDOS DAR MAIS UMA IDEIA MAGICA,DEPOIS DE TOMAR UMAS.KKKKKKK

  15. MAIS UMA COISA O 9DEDOS NA REUNIAO COM SEUS AMIGOS NA PETROBRAS,COLOCANDO O POVO CONTRA O POVO,FALANDO EM COLOCAR UM MONTE DE GENTE NA RUA CONTRA PROTESTO ESTE CARA JA PASSOU DA HORA DE IR EM CANA,E PIADA UMA PESSOA QUE NEM ESTA QUE FOI PRESIDENTE FAZER UMA COISA DESTA.RIDICULO EM QUE MUNDO ESTE CARA VIVE, O POVO JA ESTA CANSADO DESTA CONVERSA FIADA SENHOR 9DEDOS E SUA HORA ESTA CHEGANDO

  16. As declarações do ex-presidente Lula durante ato em favor da Petrobras, na terça (24), causaram revolta à direção do Clube Militar. A entidade –formada, em sua maioria, por oficiais da reserva do Exército– divulgou uma nota, em sua página criticando o ex-presidente.

    Para os militares, Lula exagerou ao reclamar das manifestações contra a presidente Dilma Rousseff. A nota ainda critica as palavras do ex-presidente quando ele cita um “exército” que iria para as ruas sobre o comando de João Pedro Stédile, do MST (Movimento dos Sem-terra).

    “Também sabemos brigar. Sobretudo quando o Stédile colocar o exército dele nas ruas”, disse o ex-presidente na ocasião.

    “Esta postura incitadora de discórdia não pode ser de quem se considera estadista, mas sim de um agitador de rua qualquer. É inadmissível um ex-presidente da República pregar, abertamente, a cizânia na nação. Não cabem arrebatamentos típicos de líder sindical que ataca patrões na busca de objetivos classistas”, informou a nota no site da instituição.

    Para o presidente do Clube Militar, o general Gilberto Pimentel, o ex-presidente Lula tenta se antecipar à prováveis denúncias de corrupção que possam ainda surgir no processo da Lava Jato, que apura irregularidades praticadas na Petrobras.

    “O Clube Militar repudia, veementemente, a infeliz colocação desse senhor, pois neste país sempre houve e sempre haverá somente um exército, o Exército Brasileiro, o Exército de Caxias, que sempre nos defendeu em todas as situações de perigo, externas ou internas”, disse Pimentel.

    1. Na verdade , o ex-presidente fez ameaças de cão acuado; a conta não bate , e que terá que se explicar . se a dilma cair e começar uma moralização contra a corrupção. Então esta se lançando em uma luta de vida ou morte , para manter o pt no governo. e so pela intenção e declaração vemos que seu espirito não coaduna com uma nação democratica. “Os fins justificam os meios?”

    2. Figuras públicas, que, ainda, se destacam junto à opinião pública, deveriam ser contidas ao se manifestarem; não é didático estimular a discórdia, como afirmado no texto: a cizânia.

      Afinal, maus resultados de um governo, afetam toda a nação.

  17. DEVEMOS É PASSAR A ADMINISTRAÇÃO DESSE PAIS ,AOS E.U.A .INGLATERRA ,SUIÇA ,SUECIA ,CANADA OU OUTRO PAIS ,COM LIDERES COM MAOS CAPACIDADE

  18. Folha de pagamentos é o mesmo que folha de salários ?O recolhimento das empresas para a Previdência sobre esta forma de contribuição leva em conta cada funcionário ou o conjunto dos mesmos?Agradeço desde já.

    1. Daniel,

      Sim, folha de pagamentos e folha de salários podem ser usadas como sinônimos. As empresas (fora as desoneradas) pagam 20% sobre o salário dos empregados.

  19. Prezado Gustavo,
    Caso se confirme, que no ano passado o país já teve uma ligeira recessão, apesar de todos os incetivos toscos e incompetentes promovidos por Dilma Roussef, o que se pode esperar para este ano com visíveis restrições e retiradas de vários incentivos??Seria esse ano de uma recessão jamais vista no país? Como disse, se com todos os incentivos do ano passado, mesmo com as reconhecidas falhas que teve, o país teria crescido algo como -,0,5 ( a confirmar), este ano de tanto aperto monetário o país poderia experimentar algo como -5% de recessão, por exemplo?

    1. João,

      Parece muito improvável uma queda do PIB dessa magnitude. Mesmo quando Collor confiscou o dinheiro da poupança e das demais aplicações financeiras, para sair de uma inflação de quase 90% ao mês, a queda do PIB foi de 4,4%.

  20. Bom dia.
    No seu texto não há o esclarecimento lógico, necessário para: porque aumento do consumo gera inflação e, em
    consequência recessão.
    Lembro-me de 1963 quando todos os produtos de primeira necessidade eram escondidos em galões na periferia para faltarem nos mercados e aumentarem os
    preços pelos distribuidores para provocar a derrubada de João Goulart. A imprensa precisa ter mais um pouco de memória. Não estou aqui do lado de ninguém em particular. Não estou do lado dos contra, nem dos a favor porque os dois estão errados.

    1. Levy,

      Não é que o aumento do consumo pura e simplesmente gere inflação; o que leva os preços a subir é um aumento do consumo bem superior ao aumento da produção (oferta de produtos).

Comments are closed.