Recorde, arrecadação de R$ 1,17 tri em 2013 não cumpre meta da Receita

A arrecadação do governo atingiu um novo recorde, de R$ 1,17 trilhão no ano passado em valores corrigidos pela inflação, mas não foi o bastante para cumprir as metas oficiais.

Esperava-se, de início, um aumento entre 3% e 3,5% acima da inflação nos impostos e contribuições sob responsabilidade da Receita Federal.

Ao longo de 2013, a previsão foi reduzida para 2,5%, uma taxa mais compatível com o crescimento da economia do país. A alta acabou sendo de 2,35%.

Os números da arrecadação -de R$ 1,14 trilhão em valores sem correção- acabaram inflados pelas receitas extraordinárias obtidas no final do ano graças à reabertura, em versão ampliada, do programa de incentivos ao pagamento de tributos em atraso.

Em novembro e dezembro, o programa rendeu R$ 21,8 bilhões aos cofres do Tesouro Nacional. O dinheiro, que ajudou a fechar na base do improviso as contas do ano passado, não é contado para a meta da Receita.

Subtraídos esses recursos, os dados mostram que a arrecadação regular de tributos cresce em um ritmo satisfatório na teoria, mas insuficiente na prática.

Satisfatório na teoria porque acompanha a expansão da economia, em torno de 2,3% em 2013 pelas projeções mais consensuais.

Insuficiente na prática porque não acompanha a escalada de gastos do governo Dilma Rousseff, na casa dos 7,5% acima da inflação até novembro.

Não por acaso, a Fazenda tem recorrido nos últimos anos a expedientes heterodoxos para engordar o caixa, como se apropriar de mais lucros das empresas estatais.

Em 2013, a saída foi oferecer vantagens aos devedores do Fisco em atraso, um artifício que havia sido rejeitado maio por estimular a sonegação.

O fraco desempenho da economia derrubou a arrecadação de alguns dos principais tributos federais.

Reduzido para estimular a produção, o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) teve queda de 3,52% em sua receita. No IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), a redução foi ainda mais aguda, de 10,09%.

Leia mais: Por mais receita, Dilma muda sanciona programa de parcelamento de tributos

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.

Comentários

  1. é m absurdo a carga tributária no pais e a pobreza que vemos nas cidades grandes, especialmente em são paulo.A gestão é comandada por politicos sem o mínimo conhecimento de gerenciamento.Além disto, 110% dos politicos desviam dinheiro para coisas particulares.

    1. Como não sabem gerenciar. De 25% a 30% das despesas dos governos vão para as cuecas deles e dos amigos e companheiros. Mandei número de minha conta bancária para ser um LARANJA deles até agora não recebi resposta.

    2. “Não existe arte que um governo aprenda de outro com maior rapidez do que a de extrair dinheiro da população”. Adam Smith

    3. No Brasil, nesse governo que aumenta impostos, tem que arrecadar muito para
      encher os bolsos de políticos corruptos e
      ladrões. E esses bilhões arrecadados jamais
      retornarão em benefícios para o povo brasileiro.

    1. Em estádio superfaturado, obras superfaturadas, Bolsa Família, Bolsa Presidiário no bolso dos políticos… o que sobra vai pra saúde, educação, moraria, segurança… etc

  2. Tem que esfolar mais o povo, a carga tributária atual ainda é pequena.

    1. ainda dá para esfolar bem mais…a chiadeira ainda esta muito pouca.

  3. se preparem,este ano é o ano da copa,e a maromba no erre de todos brasileiros vai ser bem maior!!!!

  4. RECORDES DE TRIBUTOS, e ainda não bateu a META DO GOVERNO FEDERAL?
    Então, pode-se concluir que o objetivo do governo federal é NOS EXTORQUIR, NOS FAZER PAGAR CADA VEZ MAIS TRIBUTOS E IMPOSTOS, PARA NÃO DAR NADA EM TROCA.

  5. gostaria de saber se deste montante arrecadado, se o valor gasto com a construção de estádios para a copa, foi de mais ou menos com o que se aplicou na saúde e na segurança.

    1. Elias,

      Essa arrecadação é do governo federal, enquanto os estádios para a Copa são construídos com dinheiro dos governos estaduais, do Distrito Federal ou do setor privado.

      1. Sim o dinheiro da copa vem dos governos estaduais, do distrito federal, mais de onde é arrecadado: DO POVO. mas o dinheiro vem da uniao que repassa, pelo orçamento anual, e pelo plano plurianual orçamentario aos governos estaduais.E esse dinheiro quem paga é o POVO ou melhor contribuiente.

  6. Esta “arrecadação” considera a sonegação, a atividade informal, ou seja, o que realmente o governo recebeu, efetivamente?

    Justificativa – não creio no impostometro, pois, projeta, em fração de segundos, o que está estimado a ser recebido.

    1. Aldo,

      Essa arrecadação é o que o governo efetivamente recebeu, ou seja, não inclui eventuais valores sonegados. O impostômetro, salvo engano, realmente trabalha com estimativas.

  7. É muito pouco dinheiro para dividir para toda trupe de vagabundos que sugam o dinheiro público….País tem de arrecadar muito mais para bater a META DAS MORDOMIAS DE POUCOS!!!!!!

  8. Imaginem se em ano eleitoral a equipe econômica do Ministro GUIDO MANTEGA vai querer que a presidente DILMA ROUSSEF provoque choque fiscal nas contas publicas de seu governo, ainda mais nesses 6 meses antes das eleições com contratação e concursos públicos para inchar a maquina do governo.

  9. A Receita Federal quer mais arrecadação? É só rastrear as contas dos políticos propineiros. De quebra também pode cruzar os dados do IPVA, de Carros Importados, Iates, Aviões etc. etc., E por favor parem de explorar assalariados.

  10. Eu sempre digo, e continuarei a dizer que , a grande meta desse partido , será falir o nosso País…

  11. Vem vamos embora que esperar não é saber, quem sabe faz a hora não espera acontecer. VAMOS À REVOULUÇÃO. TIRADENTES FOI INCONFIDENTE POR QUE PORTUGAL QUERIA COBRAR UM QUINTO, OU SEJA, 20%. JÁ ESTAMOS BEIRANDO 40% DO PIB, E AINDA POR QUE NÃO CUMPRIRAM A META.

  12. Parabéns pela matéria!
    Gostaria de saber qual o impacto desta arrecadação na dívida pública interna e se possível os valores tanto da dívida interna e externa atual do Brasil.
    Um forte abraço do Prof. Samuel Paz

    1. Professor Samuel,

      O que tem impacto na dívida pública é a diferença entre os gastos do governo e a arrecadação. Como os gastos são maiores, a dívida continua crescendo. A dívida pública interna total é de R$ 2,6 trilhões; descontando o que os governos têm a receber, são R$ 2,3 trilhões. A dívida pública externa equivale a R$ 148 bilhões; descontando as reservas em dólar do Banco Central, o governo é credor de R$ 710 bilhões. Obrigado pelo comentário.

  13. Nem deixando de atualizar a tabela de imposto de renda? Cada ano a gente pagando mais e ainda não estão satisfeitos?
    Se ainda fosse visto algum retorno em saúde e educação. Mas só vemos roubalheira e tampões de rombos nas contas públicas.

  14. Só pode ser piada né? Ainda não foi o suficiente, claro com o tanto que os políticos desviam para o enriquecimento deles próprios, realmente fica difícil ser o suficiente, eles querem cada vez mais para eles e para o povo que paga cada vez mais impostos, nada! Aliás, investiram em estádios para a Copa, que é mais importante do que saúde, educação, transportes… Belo Governo!

  15. Eu acho pouco vocês merecem arrecadar mais! Se governadora esta comendo LAGOSTA, Os federais merecem coisa melhor, que tal para 2014 3 trilhões???
    A carneira aguenta pode apertar…

  16. ” Que horror” ainda dizem que a arrecadação não teve a meta que eles esperavão, roubam o povo na cara dura pra encher o rabos deles e acham que a população é idiota, vamos exigir o quanto pagamos de imposto gente!! Porque desse dinheiro o povo não tem nenhum benefício em troca.

  17. E o pior é que dizem que quando chegar a Copa do Mundo tudo vai ser uma maravilha…BRASIL, O PAÍS DA ANARQUIA E DA ROUBALHEIRA!!!!

  18. Poxa que pena! O país bate as metas de miséria social, de criminalidade, de alunos fora da escola, de piores índices de saúde e de educação, mas não bateu o de arrecadação tributária? Ai que governo ineficiente!

  19. Então a receita assume que o negócio é roubar o povo descaradamente,CADE A META DA SAÚDE, EDUCAÇÃO E SEGURANÇA que é o minimo que um cidadão que paga impostos merece.

  20. acho que já chega de PT né gente? querem chegar ao fundo do poço antes de trocar de partido?

  21. Petebas bandidos com uma arrecadação dessas um governo honesto faria maravilhas, mas com essa trupe, maravilhas só na conta pessoal deles e em paraisos fiscais. Pobre povo, sem educação, sem saúde, sem segurança e roubado pelo próprio governo que elege.

  22. Será que tem alguém que possa dizer o que o
    governo fez de importante para esse pais?

  23. A meta para o Governo do PT eh R$1 QUATRILHOES de REAIS . Eles querem tirar a BARRIGA da MISERIA… Tem que ter grana para pagar as multas dos seus integrantes acusados no mensalao….

  24. Boa tarde!

    Mas a coroa portuguesa já fazia isso com a gente!
    Na época, o povo, mesmo colono, tinha mais brios.
    Pensava em suas províncias, é claro, tudo porque o conceito de nação ainda não existia.
    Hoje, nós não temos amor próprio e sim, muito medo.
    Protesto correto ninguém quer.
    Prefere, o povo, ir na aba dos 20 centavos.
    Precisamos nos manifestar no dia das eleições. Fazermos uma grande passeata em vez de votar.
    A nação precisa da gente pra funcionar, temos o poder, é só termos coragem.

  25. Impressionante…com essa carga tributária, digna de países de “Primeiro Mundo”, a Receita Federal menciona que não bateu a “Meta”…que meta é essa?!…esfolar o povo em favor de nada…pois eles não fazem absolutamente nada…somente inflam a máquina pública. Trabalhamos para sustentarmos serviços públicos deficientes…só isso!!!

  26. Mas também, o tando de gente que tem para mamar no nosso governo as contas não vão bater mesmo. É imposto em cima de imposto e nós aqui camelando para pagar essa conta! Vamos abrir o olha gente, esse ano é ano eleitoral, ou mudamos ou mantemos os mesmo bezerros lá mamando!!

  27. Ficarei agradecido se alguém puder fazer o favor de informar exatamente o valor integral recorde de arrecadação no ano de 2013, de R$ 1,17 tri até os centavos.

    1. Vartivar,

      A Receita Federal não informa o valor com tamanha precisão. Em R$ milhões, são 1.167.478.

  28. Ainda querem mais depois de espoliar os assalariados?????

    Gastaram muito por conta da copa. Foram bilhões pelo ralo enquanto a saúde, educação, segurança e transporte no país econtram-se em péssima situação.

    Brasil, um país de tolos!

  29. ENQUANTO O GOVERNO, NÃO APRENDER E NÃO SE RESPONSABILIZAR A GASTAR DENTRO DO QUE ARRECADA, VALENDO RESSALTAR QUE OS IMPOSTOS, DEVERIAM SER MENORES, ÀS SUAS CONTAS NUNCA FECHARÃO. NEM POR DECRETO, NEM POR MEDIDA PROVISÓRIA, O QUE A DONA DILMA E O SENHOR LULALÁ, SEMPRE SOUBERAM EXECUTAR COM ESMERO. TALVEZ SE OS HOMENS DE BEM, ATRAVÉS DE LUTAS E MANIFESTAÇÕES PACÍFICAS, SE PREDISPUSESSEM, COM CORAGEM E AFINCO, TALVEZ, PRESSIONANDO O LEGISLATIVO, COM COMPETÊNCIA, ESSE PODER, TOMASSE UMA ATITUDE CORRETA DE CORTAR METADE DO NÚMERO DE CONGRESSISTAS, O QUE JÁ É MUITO, PARA ÀQUELES QUE NÃO FAZEM NADA, CORTAR METADE DOS MINISTÉRIOS E, SOBRETUDO CORTAR PELA METADE OS FUNCIONÁRIOS MAL ACOSTUMADOS E INEFICENTES DE TODA À MÁQUINA ADMINSTRATIVA, PRECIPUAMENTE À FEDERAL E NUNCA CULPAR À PREVIDÊNCIA, À SAÚDE, À EDUCAÇÃO, O TRANSPORTE, OUTRAS OBRAS MEDÍOCRES SOCIAIS DE SEREM OS SETORES CULPADOS DS CONTAS NÃO FECHAREM. DAÍ, FECHA SIM ÀS CONTAS E FECHA COM CHAVE DE OURO, NÃO PRECISANDO MAIS O BRASIL SER RIDICULARIZADO E REBAIXADO QUE SABEMOS QUE PODE E SABEMOS QUE É, UMA ECONOMIA GLOBALIZADA E PUNGENTE. PORÉM SE NÃO FOSSE….

  30. Se preparem, pois esse é o ano do governo esfolar a população: gastos com Copa e reeleição serão os carros-chefe para esse ano. Por isso, peço uma favor a todos vcs que tem vontade de mudar o país: NÃO VOTEM NULO! Votem no candidato que estiver mais próximo de Dilma nas eleições. Voto nulo não muda o país!

    1. Só corrigindo, mais próximo nas pesquisas, não aliado. E que óbvio, tenha uma proposta de governo decente.

  31. O Brasil, paga altos impostos, a poupança fica abaixo da infração, o aposentado tem perdas reais. Realmente caminhamos em passos largos parra o Abismo.

    Fora Burocratas cegos econômicos, que simulam manobras contábeis para ficarmos bem na Foto.

  32. Se a arrecadação foi de 1,14 trilhões com uma divida que supera 2,5 trilhões, nosso pib é de +ou – 4 trilhões então alguem está mentindo e muito pois se desconta 1,14 trilhões de 2,5 trilhões dá um preju de 1,36 trilhões supondo que o desgoverno federal com a quadrilha não roubou os outros 500 bilhões ainda ficariamos devendo 536 bilhões então conclui-se que a inflaçao passou dos 50% e que o pibinho de 2013 é menos de 1 inteiro, tamos fudidos.

  33. 1,17 Tri e ainda não é suficiente! Os estádios estão sendo construídos e reformados com o nosso dinheiro de impostos e ainda assim se quisermos assistir qualquer jogo temos que pagar pelos ingressos. É a mesma coisa que construir uma casa e depois ter que pagar aluguel para morar.

  34. Ridícula tentativa de transformar uma notícia boa em ruim. Esse terrorismo midiático já está pra lá de manjado. A população não acredita mais nessa mídia venal e entreguista.

  35. Esse governo parece aquelas lojas vaga bun das, onde os vendedores têm que bater meta de vendas, daí eles começam a fazer qualquer coisa para conseguir isso, enganar o cliente, mentir, trapacear.

    O mais bizarro é o governo bater recordes e mais recordes de arrecadação, mas continuar no vermelho. E o pior da bizarrice é o governo usar quase metade do que arrecada só para se sustentar, e parte da outra metade só para continuar no poder, com desvios, subornos, etc. No final, só sobra migalhas para o povo.

  36. Este partidarismo da folha já está cansando… nem leio mais notícias de que tudo vai de mal a pior… está dando a impressão que a oposição está desesperada para tomar o poder…

  37. Quando a Folha publica estes números tais como arrecadaçāo nāo seria de bom alvitre que automaticamente se comparasse ao pib do mesmo período, pois seria extremamente didático ao meu entendimento e a leitura seria rápida, haja vista a nāo necessidade de procurar tais indices
    Muito Obrigado

    1. Ney,

      Você tem razão, mas o PIB de 2013 ainda não foi divulgado, e a Receita não faz uma estimativa quando divulga seus dados. A partir de uma projeção para o PIB utilizada em novembro pelo Ministério do Planejamento, a arrecadação foi equivalente a 23,9% do PIB no ano passado.

Comments are closed.