Fim da pobreza exige mais que dobrar gasto do Bolsa Família, diz estudo

A eliminação da pobreza, ao menos nas estatísticas oficiais, exigiria mais que duplicar os gastos do Bolsa Família, aponta um estudo recém-concluído.

Nos cálculos das economistas Celia Kerstenetzky e Elisa Monçores, da Universidade Federal Fluminense, seriam necessários mais R$ 29 bilhões anuais para atender a todas famílias cuja renda se encontra na faixa de pobreza adotada pelo governo, de menos de R$ 140 mensais por pessoa.

Hoje o programa desembolsa quase R$ 25 bilhões por ano, com atenção maior para os brasileiros na faixa de miséria, abaixo de R$ 70 mensais.

“É Possível Acabar com a Pobreza no Brasil?”, pergunta o título do trabalho. O texto responde que a pobreza vai muito além da mera falta de renda -mas procura estimar quanto custaria enfrentar essa deficiência.

A partir de dados coletados pelo IBGE em 2012, o estudo aponta que, considerando os parâmetros adotados pelo governo, há 17,3 milhões de pobres e miseráveis no país, ou 9,2% da população.

Esse contingente dispõe de renda familiar abaixo da linha oficial, mesmo considerando os efeitos dos programas sociais.

Na teoria, seria possível extinguir essa pobreza -estatisticamente, ao menos- a um custo menor, pagando a cada família a diferença entre a renda presente e a renda almejada de R$ 140 por pessoa.

“Contudo, implementar essa decisão é virtualmente impossível, por razões de ordem prática”, diz o texto

Como não seria viável encontrar todos esses pobres e miseráveis e pagar benefícios no valor preciso a cada um deles, as economistas defendem que o valor da linha de pobreza seja integralmente pago a todos.

“É uma fração ainda muito restrita da riqueza nacional, ainda que venha a implicar a duplicação do orçamento do programa”, argumenta o estudo.

Os custos são maiores quando a pobreza é medida por critérios mais realistas que os adotados pelo governo.

O estudo fez simulações com base em uma linha de R$ 206 mensais, a partir de cálculos publicados pela Folha no ano passado.

Nesse caso, o número de pobres sobe para 30,8 milhões (16,3% da população), e a despesa adicional, para R$ 76 bilhões.

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.

Comentários

  1. Caro,
    Você pode colocar um link para o estudo dessas economistas na reportagem?

    1. Epaminondas,

      O estudo ainda não está disponível na internet.

  2. a melhor e mais eficiente maneira de acabar com a pobreza é propiciar educação de qualidade para todos, estimular por todos os meios possíveis e creativos uma economia forte e geradora de empregos de .qualidade .

  3. a miséria no pais, depende realmente de pura vontade politica, algo praticamente inexistente no pais. As politicas somente amenizam e isto é interesse politico.

  4. Vão criar que tipo de imposto para cobrir esse orçamento? Os governantes Têm é que planejar bancos de empregos ao invés de programas sociais. trabalho é o que dignifica o povo, não esses incentivos para deixar a população preguiçosa, esperando por esmolas!

  5. Só conheço um remédio para acabar com a miséria e a pobreza: o trabalho!!!

  6. Tenho certeza de que, se acabarem com a robalheira no governo, vai sobrar dinheiro para muito mais que isso.

  7. esse bolsa familia,serve so para as pessoas que recebem fazer mais filhos,e os pais tomarem pinga ou drogas,vamos dar empregagos para estes vagabundos.

  8. essa tal bolsa familia e outras tantas não vai acabar nunca com a pobreza mas sim aumentar o numero de desocupados e delinquentes no pais pois depois que inventaram tantas bolsas as crianças aprendem desde cedo que é muito mais facil ganhar dinheiro sem trabalhar e quando acaba a mamata vão ganhar dinheiro facil no crime

  9. Não precisa de estudo para chegar a tal conclusão. Do jeito que estão montados, os programas bolsistas têm por alvo é exatamente manter o cabresto sobre a população envolvida. É claro que o partido que está sugando o Erário há quase 12 anos não dá lhufas para a emancipação social e educacional do povo. Se pudessem, ampliariam exponencialmente a quantidade de bolsistas só para obter proveito político. Esses lulopetistas mallufistas não passam de parasitas. O Brasil vai sendo demolido a olhos vistos.

  10. Bolsa família!? kkkk conheço algumas pessoas que recebem o bolsa família, e como elas mesmo dizem: eu “entero o aluguel com o bolsa”, ou ainda….pego a graninha do bolsa e arrisco no bingo….e vamos nós…bolsa família!!!!

  11. Podem injetar $$$ trocentos bilhões, mas para a pobreza acabar só existe 1 solução. Apenas uma colocar todo mundo pra trabalhar, inclusive os políticos e pensadores . Ralar que é bom ninguém mais quer.

  12. Bolsa Família é sim importante. Para diminuir o fluxo de migração que existe (ou existia) no Brasil. Ajuda a manter os migrantes em suas origens.

  13. Eu fico muito revoltado ao lembrar que o imposto de renda absurdo,que eu pago,vai para esses vagabundos que não querem nada com trabalho e ainda debocham das pessoas que passam por eles para trabalharem. Se esses vagabundos tivessem que trabalhar para comer eles não teriam tempo para ficarem fazendo badernas e quebra-quebra e queimando ônibus,a dona Dilma tem que parar com essa demagogia eleitoreira e botar essa gente para trabalhar.Por falar em quebra-quebra eu gostaria de saber porque nos estados onde o PT(partido dos tranqueiras)é governo não está havendo manifestações não é muito estranho!

  14. Mais uma prova da enganação do PT nesses doze anos, que acabaram com a miséria. MENTIRA! A miséria não se acaba apenas repassando-se recursos para as pessoas, mas sim, conduzindo-as ao caminho do conhecimento e do emprego. Aí sim, a ajuda do governo seria temporária pois essa pessoas conseguiriam trabalho e condições de se manter no mercado de trabalho dependendo apenas delas mesmas. Mas, pelo tempo e pela quantidade crescente de miseráveis no Brasil, conclui-se claramente que programa não está conseguindo tirar de fato as pessoas da miséria, pelo contrário, pois o número só aumenta. é IMPRESCINDÍVEL existir outros programa sérios de inclusão e não apenas de compra de votos. FORA PT!!!

  15. Ronald Reagan dizia naquela época o melhor programa social que o governo deveria fomentar é o emprego.

  16. Isso só mostra que corrigir pobreza não é dar bolsa… é dar EMPREGO para os pais e ESCOLA para os filhos e diminuir o custo de vida (que é muito alto por causa dos IMPOSTOS) que são roubados e não voltam para a população. Ou seja, diminua imposto, gere emprego, de escola e pronto. Ou vai ficar pagando VOTO com auxilio em uma luta sem fim. Tem eleição esse ano pessoal!!!

  17. A POBREZA SE ACABA COM INSTRUÇÃO, EDUCAÇÃO, ESCOLA. É UMA FALÁCIA ACHAR QUE ” BOLSAS ISSO, OU BOLSA AQUILO IRÁ ACABAR COM A POBREZA”. O GOVERNO ESTÁ CRIANDO UMA GERAÇÃO DE GENTE PREGUIÇOSA, QUE DORME ATÉ AS 13:00 HORAS , NÃO ESTUDA, NÃO TEM COMPROMISSOS COM A VIDA, NEM ESTUDA.O BRASIL É UM PAIS TOTALMENTE DESTRUÍDO MORALMENTE, ECONOMICAMENTE,POLITICAMENTE, BURRO SÃO AQUELES QUE AINDA INVESTEM R$0,01 NESSA JOÇA!!!!!!!!!!! ” BRASIL PAIS SEM FUTURO!”

  18. O único caminho para acabar com a pobresa em um país é investir em educação e infraestrutura, pois, são estes os ingredientes essenciais para que ocorra o desenvolvimento da economia, que por sua vez, prodizirá emprego e renda para todos. Bolsa família não passa de uma mega compra de votos travestido de programa social. É um programa típico de regimes comunistas, que comprovadamente, só produziu miséria e escravidão nos países que seguiram este tipo de política (a exemplo de Cuba e outros).

  19. Seria uma boa colocar todo mundo que ganha bolsa família para trabalhar pro governo varrendo ruas, podando árvores, produzindo algo mesmo que simples em oficinas de marcenaria, costura, padarias comunitárias. Isso com certeza iria reduzir o gasto público em licitações onde são contratadas empresas para fazer tais serviços e seria justo e digno para o beneficiário que estaria recebendo pelo seu trabalho. A ótica desse tipo de programas sociais está completamente deturpada pois vislumbra o pagamento do s benefícios “ad eternum” ao invés de ser temporário. E ainda o governo tem a cara de pau de bater no peito que paga benefício para 15 milhões de famílias, o que na minha opinião é um sinal do fracasso do programa pois se este fosse efetivo reduziria o número de beneficiários ao longo do tempo, o que nunca ocorreu até hoje.

  20. O miserável, tem que ser “libertado” dos grilhões da pobreza, através da EDUCAÇÃO…Ocorre que isso consome 20 anos, exige investimentos que não dão voto e, acarretam um trabalho imenso e competente, num um programa Nacional de Educação em período integral, que este governozinho, NEM PENSA EM IMPLEMENTAR…até porque o efeito a médio prazo é o de não conseguir eleger mais nenhum mequetrefe destes que estão a chafurdar em dinheiros públicos para perpetuarem-se no poder…pobre Brasil…

  21. Fim da pobreza é dificil, mas o que o PT fez nesses anos ja é muita coisa!!

  22. Estudo ridículo. melhor pegar esse dinheiro e investir na Educação e geração de empregos, quem não quiser estudar e trabalhar que mude de país.

  23. Assistênncia que o governo fornece e apenas um paleativo e forma enganosa, falsa de acabar com a pobreza, serve apenas para seus objeitos de ganhar simpatia para arrecadar votos, é programa eleitoreiro. Temos outros paises eliminaram a probreza por outros meios. temos que ter escolas de boa qualidade, professores capacitados, para as crianças tornarem bpns profissionais, para ganhar melhores salários, pagar salários mais justos os que trabalham. O responsável pela miséria e o próprio governo e os empresários, o governo porque sacrifica a população com altos impostos, em resultado o empresário que não abres mão do seu excesso de ganância repassa para o povo, os empresários procuram pagar cada vez mesnos para seus empregados que não conseguem dar uma boa enducação seus filhos, não conseguem comprar um terreninho para fazer sua casa, não consegue dar uma boa alimentação para que não fiquem doente. Veja o salário mínimo em outros paises! Na Suíça tem um projeto para dezoito mil reais. Resumindo Governo e empresários são os verdadeiros responsaveis pela miséria e ainda são demagogos e hipócritas.

  24. Para reduzir a Pobreza de uma grande parte dos Brasileiros seria interessante o aposentado receber o mesmo número de salários que recebia quando na ativa.
    Na sua grande maioria ao estar trabalhando ganha cerca de 6 ou 7 salários, dois anos apos aposentar esse valor cai pela metade o que faz que o mesmo não mais consiga manter sua família da mesma forma.

    1. Essa piada ganhou das piadas do Ari Toledo, o texto não se refere ao aposentado, mesmo porque o INSS paga ao aposentado o mínimo, ou seja um salário mínimo.

  25. Quer dizer que EU tenho que trabalhar 2x para sustentar os filhos dos outros ? não seria melhor castrar ou quem sabe educar ?

    Digo isso porque quem banca essa patifaria (ou PTfaria) sou EU pagando meus impostos…

    Em nenhum lugar do mundo, uma pessoa fica recebendo eternamente ajuda do governo como no Brasil ..

  26. É um bom tema para pesquisa, porem, entendo que analisa uma perspectiva indesejável. Acredito que o caminho para o fim da pobreza é o desenvolvimento do mercado de trabalho em todas as regiões do país e não prioritariamente nos estado ricos. A bolsa família tem validade como caráter emergencial e não como método permanente de distribuição de renda em uma Nação que precisa crescer para distribuí-la.

  27. Para acabar com a pobreza é preciso educação de qualidade e que as pessoas tenham disposição para se dedicar a algum trabalho. Não adianta dar as coisas “de mão beijada”. Todos os países que tentam sustentar o povo acabam se tornando os piores lugares do mundo para se viver.

  28. O POVÃO precisa de EMPREGO e não ESMOLA.
    O Governo tem que INCENTIVAR o PROGRESSO diminuindo IMPOSTOS para que as Industrias e outros SETORES CRIEM EMPREGOS em todas as Regiões do BRASIL. ESMOLA FAMILIA para acabar com a POBREZA é um ROTULO que o atual GOVERNO está usando para se PERPETUAR no PODER atráves do voto….

  29. Tem que ensinar a trabalhar. Estão criando um exército de parasitas com voto de cabresto com o dinheiro dos que pagam impostos. É um desestimulo ao trabalho

  30. Lembro que em 2011 em Tóquio, nos disse uma senhora japonesa com orgulho, que no Japão não há pobres, referindo-se ao bolsa família deles. Pelos números deste artigo, o Brasil para fazer o que o Japão faz com os mais pobres, gastaria menos de 2% do PIB, o que seria muito bom, até por que todo esse dinheiro volta para a economia, com o gasto no consumo interno.

  31. De quantas pessoas se precisa pra acabar com o Brasil? … Diuma só

  32. O objetivo do “bolsa família” não é acabar com a pobreza, o objetivo é acabar com a miséria, a extrema pobreza. O pobre tem o que comer no café, almoço e jantar, uma tv pra assistir as porcarias da tv aberta, já os miseráveis esses não tem nem o que comer ou tem que racionar o alimento, come no almoço, mas não come no jantar, uns integrantes da família comem outros não comem, e dificilmente tem tv, água e energia elétrica em casa, e quase sempre moram em casas precárias, essa é a grande diferença entre pobres e miseráveis. Pobres sempre existirão, o que não pode existir são miseráveis, e são os miseráveis o foco do “bolsa família”, o foco do “bolsa família” é ACABAR COM A MISÉRIA.

  33. Estudo e trabalho. Essa é a solução pra pobreza. Chega de esmola.

  34. Se houvesse planejamento, objetivos, bastava investir direcionadamente e empregar todas essas pessoas, dando-lhes, claro, oportunidade para que estudassem.
    Mas não há governo, não gostam de trabalhar.
    Só de eleição, corrupção, mordomias, viagens etc…

  35. Sou contra qualquer bolsa do governo. O povo precisa ser educado e trabalhar para comprar sua comida e pagar suas contas. Não e justo que o Brasil que produz, sustente o que não quer produzir. Em recente matéria na tv, vimos que as pessoas que são sustentadas pela esmola do governo não procuram trabalho. Ou seja, esta felizes com os R$70,00. O governo tem que diminuir a carga tributaria e dar trabalho pra essa gente, não comida.

  36. Se tivessem cumprido todas as promessas de campanha, este país seria um canteiro de obras e haveria emprego para todos que desejassem trabalhar e não viver às custas de quem trabalha. Tomem vergonha na cara, ACORDA BRASIL!

  37. Se mesmo fazendo o possível com o Bolsa Familia, a Folha de São Paulo ataca, imagina se fosse nos moldes dessas professoras? Acho hipocrisia a notícia sendo dado por alguem ligado à Folha de São Paulo

  38. O bolsa família é importante para erradicação da pobreza, mais, muito mas importante é o aumento maior do salario minimo, esse sim estimula o trabalho e gera riqueza em cadeia.

Comments are closed.