Com prioridade ao social, transporte e segurança perdem verba sob Dilma

Em um mandato de elevação quase generalizada dos gastos públicos, a presidente Dilma Rousseff preteriu duas das maiores fatias do Orçamento federal.

Um levantamento da evolução das despesas federais mostra que, enquanto a área social ganhou impulso, transportes e segurança pública acabaram esvaziados no governo Dilma.

14240175

Nos dois setores, para os quais se prometiam mais obras e projetos na campanha eleitoral, os desembolsos da União são menores hoje que no final do governo Lula, descontada a inflação.

A diminuição dos recursos coincide –ainda que nem sempre seja clara uma relação de causa e efeito– com a piora de indicadores como o estado das rodovias federais e o número de homicídios.

No primeiro caso, a relação parece mais evidente. No Ministério dos Transportes, que dispõe do maior volume de verbas para obras na Esplanada, os investimentos não voltaram aos patamares do ano eleitoral de 2010.

No período de 12 meses encerrado em junho, os gastos totais no setor somaram R$ 20,9 bilhões, 11% abaixo do desembolsado no último ano de Lula, quando Dilma se elegeu com um programa desenvolvimentista de recuperação da infraestrutura nacional.

Em boa parte, a queda está relacionada à troca de comando no ministério no início do mandato, motivada por acusações de irregularidades, e ao monitoramento de obras sob suspeita.

De lá para cá, piorou a avaliação das rodovias federais, segundo a pesquisa anual feita pela CNT (Confederação Nacional dos Transportes). A extensão cujo estado é classificado como ótimo e bom caiu de 45% para 39%; já o percentual de ruim e péssimo subiu de 19% para 22%.

Na segurança pública, a fatia orçamentária é menos generosa –de acordo com a divisão de tarefas entre os entes da Federação, a maior parte das responsabilidades nessa área cabe aos Estados. Mas há, ou havia, a intenção de ampliar o envolvimento federal com o tema.

O segundo governo Lula duplicou os gastos federais no setor, citado entre as maiores preocupações do eleitorado. Com Dilma, as despesas em 12 meses até em junho ficaram em R$ 8,8 bilhões, numa redução de 22% em relação a 2010.

Uma parte da queda é explicada por despesas extraordinárias em defesa civil há quatro anos, mas iniciativas-chave do programa petista para o setor ficaram estagnadas ou nem saíram do papel.

O exemplo mais evidente politicamente é a promessa de construção de 2.883 postos fixos de polícia comunitária, apresentada no governo Lula e considerada inviável sob Dilma.

A presidente, que governa com taxas mais modestas de crescimento da economia e da arrecadação, teve de fazer escolhas mais claras na distribuição do dinheiro federal.

Educação e Bolsa Família foram priorizados, enquanto saúde e previdência mantiveram a expansão determinada pela legislação.

Faltou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.

Comentários

  1. Acho que o que continua sufocando o sistema publico em geral é o gasto com o funcionalismo e a aposentsdorias do regime proprio.
    So a previdencia dos servidores federais ja chega a R$60 bilhoes anuais, para manter 1 milhão de aposentados. Somando- se as previdencias estaduais, grandes capitais, e militares o rombo passa de 100 bilhoes anuais.
    Em alguns estados o rombo ja sufoca as contas e deixa sem condicoes de investimentos.
    Agora com essesajustes que vem por ai, é o povão que ganha R$ 700,00 , derramar sangue suor e lagrimas para bancar os salarios de quem ganha R$30.000 vitalicio, com direito a deixar para seu conjugue e se for militar fica ainda para filha.
    Não há imposto que chegue…

    1. Você ve como e a pessoa sem informação ne. O Regime próprio agora foi nivelado ao privado. Os salários dos servidores são uma miséria, tirando vencimentos de carreiras top tais como juizes, procuradores e fiscais. agora vc tb nao vai querer que um juiz ganhe 2 mil ne bacana.

      1. Nivelado ao privado AGORA, né?

        Para receberem na aposentadoria o que recebiam na vida (in)ativa, os funcionários públicos teriam que descontar 60% do que ganham para a previdência.

        Nenhum deles contribuiu neste nível e o que faltou foi completado com o dinheiro do contribuinte, ao invés de ser usado em estradas, escolas e hospitais.

        Sem falar que a maioria deste bando de carimbadores de processos, bebedores de café e ASPONES não produzem NADA de útil e não sobreviveriam 15 minutos na iniciativa privada.

        Sei disso porque já fui funcionário público federal, mas criei vergonha na cara, resolvi trabalhar e por isto pedi demissão.

        Meus ex-colegas, quando souberam, me olharam bovinamente e não acreditaram. Hoje estão lá, fazendo a mesma coisa (leia-se: …orra nenhuma), depois de 20 anos.

        Quanto a mim, vou MUITO melhor, obrigado.

        O funcionalismo público é um CÂNCER que devora os recursos do país.

      2. 30.000.00 mil tambem é demais né moça? ainda mias vitalício e hereditário.

      3. Nós cidadãos eleitores precisamos entender que nossos políticos nao vieram de marte ou qualquer outro planeta, quando o candidato Cristovão Buarque surgiu com sua principal bandeira a educação tevi 2.34% de (2.538.844) votos; Marta Suplicy defendendo aborto e casamento gay, tevi so no estado de sp tevi 8.314.027 votos. Vejam a bagunça que virou esse pais? Agora vamos nos alimentar do concreto dos estadios da copa. Temos o governo que merecemos.

    2. Não é bem por aí. A previdência dos servidores é deficitária por culpa da gestão, não dos servidores. Eles recebem valores altos, mas pagam para isso, inclusive depois de já aposentados continuam pagando. O que não se sabe é para onde vai esse dinheiro…

      1. Os funcionários publicos de todas as esferas,pagaram e pagam suas aposentadorias, agora o que arrecadam não se sabe para onde vai !!!

    3. Não necessariamente o funcionalismo publico, mesmo este sendo pesado, os militares coitados, apesar dessas regalias, ainda sim possuem um orçamento ridiculo, 2% do PIB, enquanto outros paises mais desenvolvidos esse valor varia perto da casa de 5%. Ou seja, já foram cortados a tempos. O rombo previdenciário em 30 anos será maior, como as pesquisas ja indicam. E mesmo sabendo disso nada se faz. O que realmente sufoca o Brasil é nossa divida interna, se pesquisar sobre a divida externa está baixando sim. Entretando enquanto essa se zera, a interna saiu de algumas centenas de bilhões para casa dos 2 trilhões de dolares. O governo gasta e para pagar emite titulos de divida, mas quem realmente compra o grosso da mesma são fontes de capítal extrangeiro que os considera investimentos. Logo trocamos 1 por 2/2. Todos os candidatos hoje são obrigados a seder a lei de responsabilidade fiscal. Assinar termos de que vão pagar as contas. Todos prometem mundos e fundos, mas na verdade são obrigados a se limitar a trabalhar com orçamentos sufocados, onde não é possivel priorizar o todo e sim um ou outro. E fica essa briga de interesses, priorizam aqueles que acham, que os manterão eleitos. A crise de 2008 não nos derrubou mas isso não significava que nosso governo poderia ter saido gastando como se tivesse ganhado na mega cena, ainda precisavamos firmar os alicerces pra uma economia mais solida e firmar de vez o tripé economico, e esse fez totalmente o contrário, quis dividir um bolo que ainda estava sendo batido, fez varias politicas paternalistas e assistencialistas, mascarando a mesma como sendo ajuda e mascarando os efeitos negativos que estas causam, mas que era na verdade uma tentativa de perpetuação de poder. Agora temos um país que independente do eleito vai ter que voltar no tempo pra corrigir esses 10 anos de governo petista, é como se tivessemos renda apertada e resolvessemos financiar, carro, casa, viagens. A corda foi no pescoço, e em termos de país 10, 15 anos serão necessarios para se organizar a casa.

    4. Vá estudar que vc consegue ser um funcionário de carreira de Estado bem remunerado.

    5. A aposentadoria dos servidores não tem nada haver com isso, pois nós servidores públicos pagamos 11% de contribuição, enquanto o cidadão no setor privado paga em média 8%, ou seja, para nós a alíquota é maior.

  2. No meio do caminho tinha uma Marina. Tinha uma Marina no meio do caminho. E agora Josaécin? . . . E agora Josaécin? Tinha uma Marina no meio do caminho. No meio do caminho tinha uma Marina. E agora Josaécin? . . . E agora Josaécin? O bicho pegou. A chapa esquentou. E agora Josaécin? . . . E agora Josaécin? A Marina virou. A boiada estourou. E agora Josaécin? . . . E agora Josaécin?

    1. Mais um deslumbrado, para e pense um pouco nas tragédias produzidas por eleitores desse calibre. Eleição de Jânio Quadros em 1960, Collor de Mello em 1989 !!!
      Observe que esses senhores foram eleitos por partidos minúsculos com representação mínima no congresso.

  3. Por isso e outras que temos de tirar essa presidente do poder em outubro. urgente! chega de morrer trabalhador brasileiro !!

  4. Manchete sensacionalista. Qualquer governo tem de priorizar algo. O problema é que sem crescimento econômico, não há verbas e o conflito distributivo se acentua, com reflexos por verbas regionais no Congresso Nacional. Sob DILMA, o PIB terá crescido apenas 6,21% em 4 anos, média ridícula de 1,5% aa. A crise internacional é desculpa, pois ocorreu em 2008 e Lula se vangloriou em 2010 de vencê-la. Com PIB de R$ 4,840 trilhões, deixar de crescer 1% significou deixar de incrementar o PIB em R$ 48 bi/ano. Com carga tributária de 33%, são menos R$ 16 bi/ano de arrecadação. Daí faltar hoje dinheiro pra tudo. Sem confiança e com corrupção, ninguém investe. Eu voto Marina Silva.

    1. Essa Corja está comprando votos de quem não gosta de trabalhar, com o dinheiro do TRABALHADOR. Esse é o partido dos trabalhadores que não gostam do trabalhador e também não gostam de trabalhar.Vide funcionários comissionados que tomam cafezinho o dia inteiro. Canso de ver isso todo dia!

  5. Que social nada. Se continuar a indústria vai ter que acompanhar a India: fogão uma boca; perna de pau com borracha etc.
    Fazendo-se um inventário empiricamente para avaliar quanto é despendido para suprir todo o Poder Judiciário; Ministério Público; Procuradorias; honorários de advogados junto às partes e sucumbência; Órgãos de fiscalização e controle; OAB etc. acredito que a prática judiciária está consumindo próximo de 50% do PIB nacional. Não está longe dos R$ 2,00 trilhões.
    Neste caso, sendo esses recursos desviados para atividades especulativas e muito aplicado no exterior, entre muitas brincadeiras de administrar União, Estado, Município, empresas, produção agropecuária e agroindustrial, não temos para onde correr em investimentos; ciência e tecnologia, educação vocacional, saúde, social, aposentadorias, salários. E estamos produzindo industrialmente 13% do PIB em sucatas para atender o consumidor miserável, pois se a produção atendesse a qualidade exigida nas nomenclaturas seríamos estoqueadores de produtos industriais como a China constrói edifícios e obras de ostentação sem função alguma.
    Por outro lado, a produção agropecuária cada vez mais aperfeiçoa-se quimicamente para aumentar produtividade e antecipar ciclos vegetativos, comprometendo seriamente ao saúde pública e o meio ambiente.
    Ao pé da letra, só esse fenomenal número de ações impostas pelos devedores aos credores mostra o quanto somos crianças, especuladores e não produtores, inconsequentes e irresponsáveis em todos os âmbitos e dimensões.
    Não possuímos juízos e somos totalmente vazios, incapazes de elaborar estratégias de médio e longo prazo e amamos o ganho fácil sem méritos.

  6. “prioridade ao social” quer dizer COMPRAR VOTO DE POBRE, né?!! por isso que não dá certo, começam pelo final, ao invés de cuidar do essencial, como dar mais educação pra esse povo, por exemplo…

  7. o gov. federal , repassa verbas para os estados e prefeituras cabe fazer matéria do paradeiro do dinheiro . caso da saude de que adianta interveirr e um poço sem fundo . o cidadão , fuma , beber . comem exageradamente . usa o veiculo em alta velocidade . enfim não obedecem as leis.
    povo sem educação !!!

  8. Fácil entender. Esmolas rendem votos e os acidentes nas estradas, especialmente federais, e a falta de segurança “impulsionam” o PIB, afinal são centenas de milhares de carros roubados e outro tanto acidentados que “garantem” a venda das montadoras, os impostos ao governo e o “crescimento da economia”. Sem contar com os gastos da população com equipamentos de segurança.

    1. parabens um comentario incisivo que reflete a realidade inexoravel …….

    2. parabens ..um comentario incisivo ,que reflete a realidade implacavel do cidadão brasileiro

  9. E o dinheiro enviados para paises como cuba
    e a aplicação do dinheiro em obras cubanas
    quando aqui nosso principal porto é tão en-
    vergonhadinho,copa?Bem há tantas coisas
    que todo o mundo sabe; este dinheiro não
    fizeram falta para nossa saúde,educação,
    proteção,uma vez que aqui morrem mais que
    paises em guerra?

  10. Vergonha! Nunca tivemos um governo tão
    RUIM! O mundo todo está rindo da gente!
    Pois o Brasil só faz obras em CUBA!

  11. Na verdade não prioridade ao Social e sim prioridade a Reeleição com o bolsa votos e outros benefícios com nosso dinehiro

  12. “Área social” é saúde e educação!……Todo mundo sabe que o governo Dilma, Lula e Sarney abandonaram isso…….Desculpem, mas cartão de bolsa família de 20 reais é apenas tentativa de compra de votos!……essa merreca não da nem para comprar 1 kg de carne!…….

  13. Uma pena que as manifestações do ano passado, tenham sido desconsideradas. As cidades brasileiras precisam de metrô, vlt’s e outros modais que sejam alternativas para carros e ônibus. A população quer se deslocar rapidamente para o trabalho, escola, faculdade, médicos, etc. , como é possível em qualquer grande cidade no mundo. Por que no nosso País não se consegue fazer o que é necessário para que a população viva melhor?

  14. Temos que eliminar estes bandos de ratazanas em outubro temos a chance de fazermos

  15. Esses governos auto denominados, democráticos, no mínimo não conhecem nem entende o que é democracia. Desde o governo do José Sarney que esse pais, anda a deriva. Todos eles até hoje, com exceção do Itamar Franco, têm sido, sangradores da economia nacional, e desde Henrique Cardoso ao governo do PT, que foi legalizado o roubo a corrupção, enfim tudo que estamos vendo e passando. A classe média desse país, é uma verdadeira escrava e bandida, já que direitos lhe é tirada a todos os momentos. Essa justiça, e câmaras de Deputados, presidentes da Républica rsrsrs. e Senadores, governadores e prefeitos se locupletam, dos sofridos impostos do cidadão, e ficam se justificando de forma abrupta e mentirosa, tentando fazer de todo esse povo de idiota. Que pena um país com o potencial que tem, ser delapidado por essa classe de criminosos, que nem os direitos mínimos, como saúde, educação, segurança pública, e outros que se fazem necessários para manter o país em condições viáveis. Eu aconselho ninguém comparecer as urnas, em vez disso exija um país mais humanos com mais cidadãos e menos ladrões.

  16. A industria brasileira está sucateada, no que diz respeito à indústria de remanufaturados. Existe hoje um processo de desindustrialização. São problemas de ordem conjunturais, estruturais. O atual governo não está sabendo lidar com problemas de ordem prioritárias, se mostra inapto e incompetente! E não é a Marina que saberá, simplesmente por não ter experiência e como se vê, seus aliados são amadores! boa vontade, rezas e mantras, não são suficientes! A melhor opção, quem já disse a que veio, e reúne as melhores condições, é Aécio Neves!

  17. Politicos e fraldas devem ser trocados sempre …pelo mesmo motivo . Manter politico no poder resulta em ditadura e manipulação de massas.

  18. Por social lê-se compra de votos. Segurança, saúde, educação não interessa aos mais necessitados? Economia podre, corrupção comendo solta, inflação grávida e “on hold” pelo governo aguardando as eleições, país em recessão… Esse social só serve para os filiados ao PT que se tornaram milionários e para compra de votos. Esse que recebem bolsa e nao gostam de trabalhar nao precisam se preocupar pois a vagabundice criada pelo PT agora vai ter que continuar. Podem votar em outro.

  19. O Brasil, só vai andar melhor, o dia em que os estados forem autonomos, e se desvincularem do poder central. Afinal o Brasil não é mais um pais é na verdade um continente, sem isso não tem jeito vamos continuar na mer…….

  20. Porque o povo gosta de sofrer? resposta clara e direta porque o PT esta no comando, fora Dilma.

  21. engraçado como esses políticos ficam humildes em época de campanha, comem coxinha na rua com o povão ai ai quanta mentira, vamos Brasil acorda!!!!!!

  22. A copa se foi e o brasileiro ainda tem pago pelos erros de políticos incompetentes desse país, onde existem várias empresas de pequeno porte fechando por não aguentar mais as crises econômicas, e os trabalhadores sofrendo, e os governantes comprando o povão com BOLSA FAMÍLIA!!!!

  23. Uma coisa entristece muito quando confrontada a questão ética. A mentira. Quando dita muitas vezes e por emissores públicos, periga virar verdade. Pois então, como explicar as obras de mobilidade realizada para a Copa, que destinadas ao transporte. As verbas da 381, do Rodoanel, BRT, VLT, Monotrilho, Via expressa Salvador, Anel em Porto Alegre, enfim. Será que isso consumiu somente 8,8 bi. Estão em curso obras que totaliza 143 bilhões em infraestrutura. Por favor. Pelo menos, usem da boa política, se não querem realmente informar. É isso que desqualifica nossa imprensa. Quanto à segurança, não vou nem comentar. Esse tipo de imprensa é um despropósito.

  24. O negócio agora e vender o carro e maquiá-lo da melhor maneira possível, jogando uma pintura bem colorida para enganar ainda mais os incultos, não é verdade Dona Dilma??

  25. Governar uma país como o Brasil não é tarefa para principiantes.
    Implementar as reformas política, fiscal e social é o que precisamos desesperadamente e para isso não dá pra contar com o PT. Pode ser que esse ou essa estadista ainda não exista realmente, mas temos que indicar nas urnas o caminho mais provável para encontrar esse político.

  26. VERGONHA DE TER UMA PRESIDENTE DILMA, DEPOIS DA DITADURA FOI A PIOR DE TODOS.
    POR ISSO VOTO MARINA SILVA.

  27. Mas os problemas se avantajaram no mundo inteiro. Ainda bem que Ela conseguiu até aqui manter os empregos, coisas que não vem acontecendo em toda a Europa. Achas que outros vão fazer milagres com esta situação no mundo todo?

  28. Tudo uma estratégia de eleição já predeterminada desde antes mesmo de sua eleição no ano de 2010, pois estava claro que o candidato Serra do PSDB, por mais que fosse o segundo nas pesquisas, jamais conseguiria se integrar com os eleitores pertencentes a idéias petistas.
    Um dos meios mais diretos de atingir a sociedade e fazer um trabalho medíocre se tornar algo vislumbrante é fornecer a eles a falsa ilusão de desenvolvimento educacional e socioeconômico. Desenvolvimento em Bolsa Família? Infelizmente a grande maioria das pessoas que recebem não sabem que o aumento da bolsa família é quase que totalmente suplantada pela inflação, inclusive o pífio salário mínimo.
    Educação? Conhecimento sem fins práticos, conhecimento sem ser aliado a tecnologia não determina de fato desenvolvimento social. O Brasil é extremamente pobre em tecnologia e consequentemente será também de educação.
    Os setores restantes todos já sabemos como andam…

  29. Não tem muitas pespectivas para o Brasil, embora estamos convivendo com diminuição de impostos para carros, eletrodomesticos, pois as Empresas ficam na retaguarda de que não haja melhora, expansão do mercado, a população começa a gastar menos nos supermercados e comércio em geral e ai as coisas vão complicando. E a falta de agua outro problema que não se sabe até onde vai chegar, então coloquemos Deus nessa conversa porque nem tudo é dado ao homem resolver..

  30. “O segundo governo Lula duplicou os gastos federais no setor, citado entre as maiores preocupações do eleitorado. Com Dilma, as despesas em 12 meses até em junho ficaram em R$ 8,8 bilhões, numa redução de 22% em relação a 2010.”

    Essa comparação não me disse nada. Você não deu ordem de grandeza do investimento em 2010 e comparou junho a junho de algum biênio também não informado. O único número foi uma redução de 22%. Me pareceu tendencioso.

    1. Siron,

      De julho de 2013 a junho de 2014 foram gastos R$ 8,8 bilhões. Em 2010, foram R$ 11,3 bilhões, em valores corrigidos pela inflação. Como o texto informou, uma queda de 22%.

  31. Novidade! O PT e a Dilma, focaram no voto de cabresto e esqueceram que o país só cresce e se desenvolve com transporte seja de carga ou de passageiros e que as pessoas vivem mais com tranquilidade e segurança justamente quando há segurança!
    Partido ridículo. Apoiador de bandidos!
    Felizmente, dia 5 de outubro, vamos extirpá-los do poder para sempre!

  32. E ainda há partidos que pregam o ódio entre Patrão e empregados, empregados e empregadores. Gente não há emprego sem as pessoas mais inteligentes, sem grandes industriários, grandes comerciários, precisa que haja convivências pacifica, união das classes trabalhadoras e empresários. Tods precisamos crescer sem este orgulho bobo e sem tanto separativismo como se um ou outro não fosse importante na sociedade..

  33. Não vejo nada de novo neste políticos Marina e aliados todos se lambusaram no Governo do PT ou do PSDB e agora é a nova Política, mim poupe, se é para votar ruim por ruim eu voto na Dilma.

  34. Temos que reduzir o estado, cortar gastos e estabelecer prioridades.
    Pagar salario para professor, médico e policial não gera propina. Compra de material escolar, coisas desnecessárias, campanha publicitaria de estatais, isso sim gera grandes propinas. Gastar 1,5 bilhoes com mais médicos gera envio de dinheiro p/ Cuba e quanto será que volta para os pau mandado deles aqui no Brasil?
    Infelizmente as meretrizes são mais honrada que boa parte da classe politica e altos dirigentes de estatais

  35. Querem culpar sempre o funcionalismo público, mais esquecem dos corruptos, já pensou em quantos milhões ou bilhões são desviado do INSS? pagos para quem não tem direito, desviado para conta de diretores e políticos diversos, ( a Jorgina não era a única), já pararam para pensar quanto é desviado do orçamento público? porque temos políticos milionários sem nunca terem trabalhado?

  36. O Estado brasileiro tem mesmo é priorizar os programas sociais. Já imaginou o estado dono de empresas de transporte? Tais investimentos têm que ser de interesse da iniciativa privada.
    Em suma, o Estado não tem que se meter em questões privadas. E aderir aos vícios do empresariado brasileiro que sempre esperam que o estado gaste e depois privatize de graça, ou seja, entregue o patrimônio público de graça.

Comments are closed.