Dilma e Aécio trocam acusações sobre juros altos; veja quem tem razão

Com boa dose de esquecimento da história, Dilma Rousseff e Aécio Neves trocam acusações sobre os juros altos nos governos tucanos e petistas.

“Na época do PSDB os juros chegaram a 45%”, disse Dilma neste sábado (18), em sua conta no twitter; “Dilma fez o Brasil ter as mais altas taxas de juros do mundo”, afirmou no mesmo dia o programa de TV de Aécio.

Ambos se referem à taxa Selic, fixada pelo Banco Central, que serve de referência para os juros pagos pelas aplicações financeiras e os custos dos empréstimos e financiamentos.

Veja a evolução da taxa desde sua criação, em 1986.

Selic 1986-2014

Os dados mostram que, embora elevados, os juros estão em tendência de queda -lenta e nem sempre contínua- desde o Plano Real. No auge da hiperinflação, a taxa ultrapassou inacreditáveis 100.000% ao ano.

No governo FHC, a Selic de fato chegou a 45%, por três semanas, em março de 1999, durante uma ameaça de descontrole inflacionário. Mas, se comparados o início e o fim de sua passagem pelo governo federal, os tucanos reduziram os juros pela metade: de 49,9%, herdados do final de 1994, para 25%, taxa deixada para Lula ao final de 2002.

A taxa hoje é bem menor, de 11%, mas, como aponta a propaganda de Aécio, é a mais alta do mundo em termos reais, ou seja, descontando a inflação.

Ranking elaborado pelo site Moneyou, com as 40 principais economias do mundo, mostra que os juros reais brasileiros chegam a 4,48%, considerada a inflação esperada para os próximos 12 meses. A segunda maior taxa é a da China, de 3,41%.

Os juros reais chegaram a ficar abaixo de 2% em 2012, quando a Selic estava em 7,25%, patamar mais baixo da história. O Banco Central, porém, precisou elevar as taxas para conter a alta dos preços.

Esse, no entanto, está longe de ser um problema exclusivo de Dilma. As taxas brasileiras encabeçam rankings mundiais desde os anos 90, em razão do controle ainda precário e incompleto da inflação e das contas do governo.

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.

Comentários

  1. Faltou um gráfico de juro real para todo o período mostrado. A informação prestada está incompleta se não mostrar também os índices de inflação no mesmo gráfico.

    1. Paulo Sergio,

      Você tem razão, mas os juros reais devem ser calculados a partir das expectativas de inflação, que só começaram a ser pesquisadas no final do governo FHC.

      1. Ótimo,
        Agora faça um gráfico comparando a dívida pública.
        E outro sobre os lucros dos Bancos que – no governo PSDB atingiram 31 Bilhões – e no governo da Aristocracia Petistas bateu 513 BILHÕES e quebrou o RECORDE HISTÓRICO de rendas do sistema financeiro.

  2. colocar esta ex-guerrilheira na presidencia do brasil foi o maior crime que o eleitor brasileiro cometeu. fora dilma, o rato lula e o resto da quadrilha do pt..

    1. É mano você tem razão quanto ao PT, mas o PSDB também são ratos e de esgoto alem de nojentos são doentes. transmissores de uma doença psicológica chamada currupção.

  3. Juros altos é transferência de renda para rentista e o P S D B sempre fez isto. Se hoje está alto na época de F H C chegou a quase quatro vezes mais. Imagine. Cada 1% de juros paga toda a Bolsa Fa_milia, considerada um atraso por parte do P S D B.

  4. O sonho do FHC era um salario mínimo de 100 dólares. Não conseguiu,mesmo transformando o real em moeda mais forte que o dólar(75% do real)Sera que minha memoria pirou nesses meus 66 anos de pura pilantragem do psdb que justiça nenhuma condena, somente as de fora(siemens,alston)

  5. Não sou um especialista no ramo mas entendo que o problema dos juros no Brasil é como tantos outros que nunca se chega a um denominador, mas pratos cheios para acusações. Mas a história vem de longe e após as eleições caem nos esquecimentos de todos.

  6. Quem praticou as maiores taxas de juros? Tire voce mesmo suas conclusões!

    1. Vamos ler o infográfico direito, gente. A questão não é quem praticou as maiores taxas, até pq, como a matéria diz: “Os dados mostram que, embora elevados, os juros estão em tendência de queda -lenta e nem sempre contínua- desde o Plano Real” de 45 para 25 (F H C), de 25 para 11 (L u l a), somente a atual Presidente não (D i l m a) mudou esse patamar, até porque enfrentou crises, qualquer governo que entrar terá que manter a inflação sob controle. Isso deve ser meta primária de qualquer governo.

  7. Poderia mencionar as altas taxas de impostos, impostos sobre o Governo Petista vs. Tucanos. Bom como om impostos de renda que colocaram o trabalhador que ganha menos, a pagar mais impostos.

    1. Os impostos subiram mais durante o governo de FHC, no início parece que estavam na faixa dos 25, 26 %, foi para 35%. Ele teve se subir para bancar a alta da Selic. Com Lula e PT se mantiveram altos, mas não subiu, ou se subiu aliquotas. É outro dado que a coluna poderia mostrar quando houve mais aumentos de impostos e foi com o PSDB.

  8. Quando o governo quer baixar a inflação, ele aumenta os juros (é a unica saída que o governo usa), por quê nos países como: Usa,Japão, Alemanha e outros os juros são baixos e a inflação também? e quando eles dizem que a inflação está alta ninguém aumenta juros eu não sei qual o motivo de que no Brasil só se fala em aumentar juros e não aumentar a produção para que a inflação não suba.

  9. ESSE JORNAL É COMANDADO PELO PT,MAS TENHAM CERTEZA QUE O SEGUNDO MRO DE
    BERLIM VAI CAIR COMO TAMBEM O III REICH

  10. voce perceberam, que a inflação voltou quando tentou colocar os juros a menos de 10%, juros baixo só ajuda a bancos, porque quando caiu para 8% a taxa do cheque especial e cartão caiu 0,5% e estava em 158% ao ano, a desculpa e a inadimplencia, só que não cola, como tambem o preço dos carros no Brasil, a filosofia é se pagam caro no carro porque vou abaixar

  11. É quem viveu lá sabe o quer é inferno,mas a homens que sabiam demais;a mando de quem foi assassinado o prefeito de Santo
    André,o prefeito de Campinas a queda do
    heliocopetro de Ulisses,a queda do avião
    que viajava Eduardo Campos e muito mais.

  12. Boa tarde Srs.(a), Vejamos essa matéria em os dois candidatos falam no nosso pior problema,”inflação” isso não é um problema do atual governo como diz os tucanos, portanto, não sou PT, Dilma e muito menos PSDB, eu sou o momento da nossa economia, infelizmente temos esse absurdo no caso PETROBRAS, mas isso também não de agora, se investigarem todos os partidos em eleições MUNICIPAIS, ESTADUAIS vão descobrir tanto quanto na eleição FEDERAL, claro que em proporções menores talvez, resumo: meu voto é da Dilma, não vou arriscar ver o governo FHC de volta, nessa época não era nada, não tinha empregos, o poder aquisitivo do brasileiro como hoje não existia, é procurar e comparar.
    Abraços,
    Alexandre Pereira de Oliveira (Volta Redonda – RJ)

  13. O importante é que há uma preocupação real da Dilma em fazer o melhor. Isto porque já está consciente e empenhada em promover junto com TODOS OS BRASILEIROS um Brasil para TODOS, eis a grande diferença. Eu voto Dilma pelos meus filhos, netos e bisnetos. Acredito que o Brasil com Dilma será mais próspero e JUSTO.

  14. Afinal não entendi o que quis dizer. Quando o a taxa de juros SELIC foi maior se nesse governo( PT) OU no governo do PSDB. 40 ou 25% é menor do que 7,25 ou 11%. Que matemática e essa? Se você esta querendo desinformar conseguiu? Porque você coloca que os juros reais brasileiros é o segundo maior? No tempo do PSDB era menor com 25%? Explica isso melhor ?

    1. Jorge,

      As taxas seguem tendência de queda desde o Plano Real, mas continuam entre as maiores do mundo.

  15. O que deve ser analisada, não é o valor nominal das taxas ao longo do mandato e sim a tendência da curva ao longo do mandato e a partir da mudança de governo.

  16. o problema que o Aecio mente descaradamente e a imprensa o ajuda a inverter os papeis dizendo que a Dilma que mente. Mil vezes era PT do que psdb.

  17. PSDB significa: Humilhar-se ao FMI e aos EUA.
    Mensalão Tucano
    Privataria Tucana
    Quebrar o país
    Segundo no mundo em desemprego

    Inflação a 12%
    Plano de demissão voluntária para: BB, CEF, INSS, Universidades Federais
    Alinhamento com a extrema direita racista e preconceituosa
    Desrespeito as mulheres e minorias
    Massacre de índios e negros
    Aumento do desmatamento para dá lugar a criação de gado e a cultura da soja
    Sucateamento da Polícia Federal e Universidades Federais
    Fim dos concursos públicos
    Volta de FHC que se aposentou aos 40 anos e chamou os aposentados de vagabundos
    Privatização da Petrobrás
    Isso é só o começo….

  18. Esse sim é um debate prático e necessário. Longe daquelas acusações que não levam a lugar nenhum. Boa matéria, Folha. Parabéns

  19. Precisamos dar a chance para Aécio provar para o povo Brasileiro as suas condições exatas de mudança, vai pegar a bagunça do PT, vai precisar de um tempo para organizar isso tudo, as bombas do governo PT vão estourar na mão do Aécio. Quero a mudança agora, voto 45.

  20. Vamos pela lógica.

    Fosse Lula e não FHC que tivesse assumido em 1994. O que teria acontecido? A inflação hoje seria de mais ou menos 30% a.a., e o dólar estaria mais ou menos uns 20 para 1. Basicamente uma Venezuela.

    Queria ver Lula aguentar duas crises mundiais sem 1 centavo em caixa, e falar mal do FMI, pois pegar quase 2 trilhos de dólares em 8 anos no mole, vindo de impostos de venda de minérios, soja e e milho, e bater no peito dizendo que nos tornamos credores é moleza.

    Vamos ver daqui pra frente como eles vão lidar com EUA exportando, China parando de importar, Europa parada e Classe C falida.

  21. Por favor, ajudem a arrancar esses corruPTos do poder!
    Att. Cidadão brasileiro que não gosta do regime de Cuba nem da Venezuela.

  22. Texto tendêncioso ! Itamar com FHC como ministro derrubaram a “Hiperinflação” com a criação do plano real, o PT foi contra a criação do plano! Quando Itamar Franco assumiu o governo em 1993 a herança que o Collor deixou foi uma hiperinflação de 2.708% ao ano, cujo Collor agora apoia a Dilma de novo como candidata! FHC ainda pegou a crise dos tigres asiáticos e a crise da Rússia que contaminou a economia no mundo a época! Descontando o céu de brigadeiro que Lula pegou a partir de 2003, a economia no governo Dilma poderia ser bem melhor do que está hoje ! Todo o esforço do passado está sendo jogado fora graças a política ideológica do governo atual, deixando a inflação voltar com força! A falta de credibilidade desta gestão atual é uma das razões pela falta de investimentos no país, e a alternância no poder é necessária e saudável neste momento! A reportagem trás épocas e contextos diferentes !! Hoje a taxas de juros poderiam ser menores, mas a falta de credibilidade neste governo em função da corrupção e da incompetência e no contextos atual, faz essa taxa de 11% ser muito elevada!!

  23. Usando a média dos juros em cada uma das nas eras FHC e PT quanto foi pago de juros ? Quanto menor o juros reflete em investimentos nas areas sob responsabilidade do governo federal ?

    1. Melk,

      No governo FHC, a média dos juros nominais pagos pelo governo federal foi equivalente a 3,4% do PIB (Produto Interno Bruto). Nos governos no PT, a média é de 4,2%.

  24. O grande motivador para votarmos em Aécio é o fato de que precisamos dar um basta no ralo de dinheiro público em que se tornou o PT e aliados e quem vai estancar essa sangria? Alguém que faz parte do esquema ou alguém que está totalmente de fora das maracutaia? Por isso eu voto em Aécio, pelo fim do roubo ao meu dinheiro!!!

    1. Amigo. A corrupção existe no Brasil há 500 anos, não é invenção do PT. Mas isto não inocenta a bandalheira petista, claro. Só digo uma coisa estes opositores que aí estão são hipócritas, Santo do pau oco, pois são corruptos também. A diferença é que conseguem jogar pra debaixo do tapete. Quer tirar o PT, o´timo, mas não tenha a ilusão que o país vai ficar mais sério. Não com os que não entrar.

  25. O Fato é a politica praticada pela PSDB tende a elevar os aumentos dos juros devido a ótima relação deles com o mercado financeiro.Com isso muitos entre eles próprios se beneficiam com a valorização de papéis e investimentos porém ao resto da população cabe pagar essa diferença ao longo dos anos.

  26. Esse gráfico que vocês colocaram é lamentável… Sem explicar que os juros foram mantidos altos em razão da necessidade de capital externo para segurar o câmbio no primeiro momento, fica parecendo que o governo FHC praticou juros mais altos porque quis. A verdade não é essa. Domar a inflação não foi algo trivial – essa mesma inflação que agora o desgoverno dilmista deixa sem controle.

  27. Ficou a dúvida. O artigo não declara taxativamente quem tem razão Dilma ou Aécio. E a proposta do título era essa ” veja quem tem razão”

    1. João,

      O texto procurou demonstrar que as duas afirmações são verdadeiras, mas incompletas.

    2. Acho que o texto queria dizer “olhe o gráfico e veja quem tem razão” -rsrs

  28. Gente , a taxa selic nada mais é do que o custo do dinheiro , como qualquer serviço ou mercadoria.no inicio do Plano Real a taxa Selic estava em 44,0% aa , por que : 1- A inflação ainda estava instável,2- reservas internacionais baixa ; 3 – salários (renda) em alta 4- produção( indústria ) em baixa. Depois de alguns anos a inflação (IPCA) estabilizou , mas em um patamar alto 5,00% aa ,então a Selic caiu para 22%aa. No governo Lula, a Selic caiu para 11-12% aa ,porque teve aumento das reservas ( > U$ 300 bi ) ,mas continuou com salários altos e baixa produção.Para fazer a selic cair a 5,5% aa ,basta não dar aumento de salários (renda) reais, e aumentar a produção (Tx. de Investimento)(produtividade).Com isso, a inflação (IPCA) deverá ficar em 3,0 % aa.

  29. Ótimo gráfico, peço que façam um gráfico, com a inflação do lado das colunas de juros, quem sabe o Armínio veja e aprenda alguma coisa. E possamos acabar com a mesmice de que para combater a inflação precisa colocar os juros nas alturas.

  30. A realidade que interessa ao povo é que de uns anos pra cá (10 anos) a vida ficou mais amena pro pobre, mais emprego, menos juros mais acesso ao credito e isso é fundamental, falem o que quiser mais a vida dos mais pobres melhorou muito. Hoje o PSDB ainda tem votos daqueles que não alcançaram a época do FHC, e agora eles não podem comparar os dois períodos ai então a propaganda do PSDB consegue engana-los, é só comparar e pensar um pouquinho.

    1. Nenhum país desenvolvido do mundo chegou onde chegou sem um sistema bancário sério. O nosso não é. Eu desconfio que há um cartel dos bancos e eles não gostam de governos do PT por um motivo simples: mesmo com juros ainda altos, os bancos públicos entraram para competir com eles. Especialmente durante a crise, CEF e BB aumentaram suas participações no mercado cobrando juros menores que a concorrência privada. Nossos bancos privados sempre viveram das tetas do Estado, que pagava juros elevados e nunca, nunca foram financiadores da economia, como em qualquer país sério. Daí é necessário o BNDES (publico) financiar a indústria.

  31. Contra fatos não há argumento. Quem levou vantagem durante aquelas fatídicas três semanas em que os juros fora elevados ao patamar de 40,25%. Quando o LULA assumiu recebeu com 25%, hoje está em 11%. A diferença é a opção entre as duas candidaturas.
    O Aécio, que tem Armínio Fraga como seu GURU na economia. Prestigia os especuladores dos mercados financeiros, Dilma, chama para si a responsabilidade de uma política social, fundamentada com o apoio dos bancos estatal.

  32. O problema é que muitos vão dizer que a notícia é favorável a partido, o brasileiro tem memória fraca, trata partido político como time de futebol, é incapaz de olhar ao redor a avaliar por ele mesmo se está bom ou ruim, suas escolhas são sempre baseadas em mitos e factoides , assim é quase utopia acreditar que esse país vai deixar de ser um país de sonhadores.

  33. Juros é uma questão complicadíssima. O Brasil não esta preparado para uma queda constante, que combine com crescimento econômico, para isso são necessárias reformas estruturais, como a tributária por exemplo além do controle dos gastos do governo. Como estamos hoje vai continuar essa “gangorra”, hora o juro cai, hora ele sobe, isso a depender de como andará a economia no resto do mundo.
    Se o juro cai, aumenta o poder de compra da população, o mercado não esta preparado para atender essa nova demanda, os preços vão subir e a inflação também e ai não tem milagre, para conter essa alta da inflação o juros vão subir para diminuir o poder de compra do povo desaquecendo a demanda/consumo e de certa forma segurando a inflação.
    E preciso também uma mudança de mentalidade. E se tiver que escolher entre os dois eu prefiro juros altos, porque a inflação para quem tem menos poder aquisitivo e muito mais devastadora do juros altos.

  34. Porque não se coloca quem esta com a razão em letras grandes para que o povo tome conhecimento.

  35. O Brasil de hj é melhor quem procurou estudar se instruir não falta trabalho o Brasil da epoca FHC só ferrou com trabalhadores desemprego recessao falta de oportunidades Dilma não é unanimidade mas sr AÉCIO é um político pintado pela mídia pra salvar o Brasil do que o Brasil só precisa de mandar deputados e senadores embora esse sistema politico de politicagem e sujo. Temos que parar pra pensar empregamos esses politicos pra eles se enriquecerem e não fazer nada pro povo sou a favor de que político podesse ser demitido e nao esperar por 4 anos

  36. O PT esquece que se não tivesse havido o plano Real , não conseguiriam fazer nada do que fizeram , o pior é que acham que foram eles que acabaram com a inflação astronômica . O Plano Real foi a salvação do Brasil , esse sim foi a maior ajuda social que tivemos .
    Não esse Bolsa Família , que não passa de um analgésico que não acaba com o problema , só o ameniza sem curar a doença !!

    1. Foi mérito de FHC o Plano Real, embora este tenha sido no Governo Itamar e os criadores (Persio Arida e André Lara Resende) não serem do PSDB, na época, aliás eles já havim participado do Plano Cruzado. E ninguém fala que o Real é meio que uma evolução de tudo isto. Quanto a FHC ele foi eleito e reeleito em 1º turno, por mérito. Mas o Real teve custos, alto de juros e do desemprego. Isto que foi tirou o PSDB de lá. E agora FHC vem dizer que os que votam no PT são os desinformados. -rsrs. Qdo ganhou não havia a população era mais informada? Claro que não. Hoje graças a investimentos bem maiores em Educação e programas como o ProUni, há muito mais gente estudando. Portanto a avaliação de FHC é preconceituosa.

  37. ninguém faz milagre… FHC herdou uma bomba e a desativou. Lula herdou a bomba esfriando e não mexeu, por não saber, em nada. Dilma, idem, ibidem.

  38. Não entendo essa lei de oferta eprocura do Brasil,quando cai as taxas de juros e juros não se aumenta a produção, para ganhar mais aumentam os preços aumentando a inflação. Quando aumentam as taxas de juros e os impostos para reduzir o consumo gera crise de crescimento. E o emprezáriado fala em incerteza ,quer dizer risco zero Atividade privada estatizada é isto?

  39. Fica evidente mais uma vez que a campanha do PT aterna meias-verdades com mentiras completas. O raciocínio petista para acusar o PSDB pelos números é análogo a um técnico de basquete não escalar um jogador porque ele media só 1,40 m quando tinha 10 anos de idade, desconsiderando o contexto e a evolução natural com o tempo. Bem no estilo míope com o qual o PT toca o governo, a campanha não havia de ser diferente.

  40. FHC entregou a economia arrumada para Lula que colheu os méritos, sorte têm esses chupins

  41. Compare a média de inflação, taxa selic, desemprego, relação dívida/pib entre os governos do PSDB e do PT e veremos que pra médias semelhantes de inflação, pagamos menos juros e tivemos menos desemprego nos governos do PT. Houve uma clara opção por manter empregos. E lembremos que quando FHC se elegeu a inflação já tinha caído, aliás por isso que ele se elegeu (e com justiça) e re-elegeu. Ele não fez o sucessor por causa do alto desemprego e não pelo voto de “desinformados”, como ele gosta de dizer.

  42. eu vivi todos estes perildos, e fasendo uma avaliação, esta bem melhor de se viver, pois
    o dinheiro circulando.

  43. Nunca entendi porque no Brasil os juros são estes absurdos. Falo dos juros reais que nós pagamos aos bancos no cheque especial, nos financiamentos e principalmente nos cartões de crédito que chegam a 15% AO MÊS.
    Ninguém da imprensa faz uma matéria séria sobre isso e fica sempre aquela lenga lenga dos economistas que se baixar os juros há inflação.
    Então porque nos países desenvolvidos os juros são baixos e a inflação também?
    Para mim é tudo balela para banqueiros enriquecerem e comerciantes também porque tudo é motivo para cobrarem mais caro e terem maiores lucros.

  44. A interpretação dos dados me parece um tanto tendenciosa ao afirmar que há uma tendência à queda da taxa de juros desde o Plano Real. O que deve ser considerado excepcional é o nível de juro de 1989, o que não pode ser o parâmetro. Portanto, é fato que o governo tucano manteve elevadas taxas de juros, com o intuito de controlar a inflação (na linha da teoria monetarista). As consequências disso são nefastas para a população. Mas é fato também que as taxas atuais são muito elevadas.

  45. acho que o TSE deveria intervir ou acabar com a propaganda eleitoral no rádio e na televisão, isto por que ela só serve para os candidatos fazerem acusação de tantas besteiras e esquecem (ou de propósito) deixam de colocar seus planos de governos no ar. e o eleitor fica cada vez mais e em maior número desligando a sua TV.

  46. Temos que refletir pra onde os recursos orçamentários estão sendo direcionados.
    A corrupção é a letargia de todos os governos. Não pactuo com isso. Corrupto e corruptores tem de pagar o preço mas os projetos sociais, devem ser observados que, de fato, os direciona para o povo.
    Nenhum governo ainda arrumou a situação da educação nem pra saúde. Basta isso, que demais segmentos se encaixam.

  47. Este cortiço que virou a campanha eleitoral me envergonha muito, jamais poderei ter orgulho de um politico brasileiro, são medíocres, bobalhões, usam o poder em benefícios próprio e dos seus, não tem propostas nem programa de governo, são semi- burro, um dia serão burros não chegaram lá ainda, a tal da vergonha alheia é o que sinto ao ver as propagandas, coisa nojenta

  48. A desesperada tentativa de contestar fatos, de mudar a história.
    FHC teve a maior taxa de juros da história que também foi a maior do mundo na época.

    No governo Dilma a taxa é muito menor, mas ainda é uma das mais altas do mundo.

    Ponto!

  49. pagar uma economia com juros de 25, baixar para 11, ou seja , mais da metade, e ainda ser criticado por praticar juros altos e brincadeira desse povinho de meia tigela, como esse tucanato sem memoria.e ainda, juros absurdo nu tucanato, com credito apertado.mas o aecio precisa dizer quem quebrou minas ante dele assumir.

  50. A taxa de hoje é bem menor, mas como convém a Aécio que é um inimigo ferrenho do PT e da Presidente Dilma, ele prefere começar pelo final da conclusão!!! Não explica as altíssimas taxas do governo tucano, porque a ele não convém!!! Impressionante!!!

  51. Entre lidar com um problema conhecido e um disfarçado, de um ditador camuflado, que vai levar o Brasil para trás, eu fico com o problema conhecido.
    Alguém lembra do conselho do Tancredo para o Getúlio no segundo mandato? “A solução é fechar o Congresso e ter o controle”. Ele é o netinho cujo vovô é o ídolo.

  52. Aécio é o único capaz de controlar a inflação e fazer o Brasil voltar a crescer, tem as melhores propostas e uma equipe com grande nomes trabalhando com ele!

  53. Na minha opinião em 1994, a taxa de juro era 40.25% e em 2002, deixou em 25% uma queda de 15,25% começado a estabilidade da moeda.
    No governo Lula em 2003, a taxa de juro era 25% e em 2010, deixou em 7,25% uma queda de 17,75% já com a moeda estabilizada .
    Já no governo Dilma em 2011, a taxa de juro era 7,25% e hoje esta 11% com uma alta de 3,75% e com a estabilidade.
    Na minha opinião Aécio esta certo

Comments are closed.