Ameaçada de corte, educação tem sobra de R$ 25 bilhões no Orçamento

Com o governo Dilma Rousseff pressionado a apresentar um sinal de maior austeridade em suas contas, a educação se tornou o principal alvo em potencial de um corte de gastos.

Prioridade evidente da atual administração, as despesas com ensino têm superado com folga as exigências legais e, no Orçamento deste ano, mostram uma sobra de R$ 25 bilhões -algo como um ano de Bolsa Família.

Segundo a Constituição, a União precisa aplicar em educação 18% da receita dos impostos, mais os recursos do salário-educação. Essa soma resulta em R$ 57 bilhões em 2014, enquanto a lei orçamentária destina ao setor R$ 82 bilhões.

Nenhuma outra das principais despesas federais conta com tanta margem para um ajuste: os encargos com previdência, pessoal, seguro-desemprego e assistência social -incluindo o Bolsa Família- são obrigatórios, não sujeitos a cortes.

Já os gastos com saúde não têm se afastado tanto do mínimo obrigatório pela Constituição, que é o montante do ano anterior corrigido pelo crescimento da economia do país.

Tirar verbas da educação, é claro, não é uma tarefa politicamente fácil -e não apenas porque este é um ano de eleições.

Vários indicadores apontam que o setor é a principal preocupação da presidente Dilma, a começar pelo aumento das despesas, de 40,6% acima da inflação entre 2010 e 2013.

No ano passado, foram aplicados em manutenção e desenvolvimento do ensino R$ 53 bilhões, R$ 10 bilhões acima do mínimo obrigatório; a saúde recebeu R$ 83 bilhões, quase exatamente o piso exigido pela legislação.

Além disso, o Ministério da Educação passa por uma ampliação de seu quadro de pessoal, enquanto as contratações têm sido limitadas no resto da Esplanada.

O número de servidores do MEC foi elevado de 215 mil para 245 mil no governo Dilma, até outubro. No mesmo período o quadro dos demais ministérios e da Presidência caiu de 353 mil para 340 mil.

Leia mais: Gasto em educação é investimento?

Leia mais: Aumento da poupança do governo enfrenta 5 obstáculos

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.

Comentários

  1. Desculpa, não entendi. A matéria tem tom de crítica, mas investir em Educação com sobra é ruim? Só pra saber.

    1. Pedro,

      O blog procura não tratar os gastos públicos como bons ou ruins, mas explorar as causas e consequências das escolhas feitas pelos governos.

    2. É triste saber que nem metade deste valor é visto, as estruturas estão caindo aos pedaços. A verdade é que o governo federal disponibiliza a verba, até este dinheiro chegar a prefeitura, no qual é destinada, apenas chegam farelhos deste dinheiro. É uma vergonha!

      1. Você temn razãpo, é uma vergonha. Estamos na era das trevas novamente, com essa gente louca pelo poder e doida para não deixar nenhum legado decente.

    3. Que triste ler isso. Sobra de 25 milhões na EDUCAÇÂO. E as escolas caindo aqui em meu Estado, por que? Falta de manutenção em Prédios. Falta de escolas em alguns bairros e cidades?Por que? E por que é tão malm remunerado o PROFESSOR. Com parte dessa sobra, não poderia criar um complemento em nosso salário? Francamente, isto é Brasil…..

      1. Fábio
        O título da reportagem confunde o leitor, propositalmente. Na verdade o que a reportagem mostra é que o orçamento do governo federal para o ano de 2014 é 25 bilhões superior ao exigido por lei. Se vc pesquisar vai verificar que só para o FUNDEB são mais de 14 bilhões. E não milhões como vc mencionou. Ou seja, em 500 anos agora o Governo Federal acordou para a realidade.

    4. É por isso que ocupamos o 8º lugar como país de ANALFABETOS do MUNDO. Em compensação, SOMOS O ÚNICOS PAÍS DO MUNDO em NÚMERO DE FACULDADES DE DIREITO. O 3º PAÍS do MUNDO em número de advogados. Temos só na OAB quase 1.000.000 – um milhão de advogados incritos. Presos em todo o BRASIL: 560.000. Médicos: 380.000, Esperando uma carteirinha da OAB quase 4.000.000 – quatro milhões de bacharéis… TÁ TUDO ERRADO, NÃO ?

  2. Seria interessante colocar as fontes dos dados. Os números são substanciais e essa sobra de 25 bilhões é em razão do que?

    1. Marcos,

      A fonte dos dados é o Orçamento de 2014. A sobra é uma escolha do Executivo e do Legislativo, que preferiram prever gastos acima do mínimo obrigatório.

      1. Não entendi muito bem. Vc diz que é uma sobra porque o orçamento contempla R$ 82 Bilhões de gastos em educação. E que isto é mais do que o mínimo constitucional, que é de R$ 57 Bilhões. Mas como se compara os $ 82 Bi com o que se gastou efetivamente (não o que foi orçado) no ano de 2013? Pode ser que esse valor reflita a correção da inflação para os gastos que se verificaram no ano passado. Aí fica difícil de cortar qualquer coisa. Outro aspecto que vc poderia ajudar a esclarecer é o relacionado ao aumento dos gastos em educação no governo da Dilma. Vc mostra que aumentou uns 40%; em que parte da educação o aumento foi maior? no ensino fundamental? médio? ou universitário?

        1. Eduardo,

          O valor efetivamente gasto geralmente é menor do que o orçado, mas precisa ser equivalente a 18% da arrecadação dos impostos mais o salário-educação. A sobra no Orçamento é em relação a receita estimada para o ano. Quanto aos aumentos em cada modalidade de ensino, aguarde por favor a resposta até as 12h de amanhã.

        2. Eduardo,

          O maior aumento se deu no ensino profissionalizante, que, aliás, deve merecer um texto do blog: as despesas aumentaram 123% desde 2010 e chegaram a R$ 9,5 bilhões no ano passado. O maior gasto é com o ensino superior, de R$ 25 bilhões no ano passado, alta de 26% sobre 2010.

      2. Só achei que a titular da notícia não foi ordenada corretamente: ao invés de “Ameaçada de corte, educação tem sobra de R$ 25 bilhões no Orçamento”, deveria ser: “Tendo sobra de R$ 25 bilhões no Orçamento, educação é ameaçada de corte”. Faz mais sentido, não é?

        Afinal, da forma pela qual está escrito, entende-se que “por/ao estar sendo ameaçada de corte, educação tem sobra no orçamento”. Isso não tem sentido. É exatamente o contrário: é porque há sobra no orçamento que as verbas da educação estão ameaçadas de corte. Por favor, inverta a titular para que não fique sem sentido…

        1. Renato,

          A opção do título foi chamar mais a atenção, com o verbo, para a sobra no Orçamento -não para a ameaça de corte, que já foi noticiada (embora sem detalhes).

          1. Então foi, em primeiro lugar, uma opção equivocada semanticamente e gramaticalmente. Em segundo lugar, com isso vocês salientaram a ameaça de corte para o leitor, tenham certeza disso. Ainda mais com a matéria sendo a manchete do UOL e os leitores brasileiros, que são, na maioria das vezes, analfabetos funcionais, mesmo muitos daqueles que frequentaram os bancos escolares até a graduação…

        2. O título da matéria tem o objetivo de chamar atenção e atrair leitores.(clicks!) Agora sejamos franco, esse título faz pensar que o governo está prestes a cortar verba da educação e na verdade ao lermos identificamos que educação tem sido prioridade da presidente.
          Culpa do povo que só gosta de ler notícia ruim. Eu vivo procurando as boas pra clicar.

    2. A s razões são várias: aumento acima da demanda “normal”, porquanto a prioridade é fazer a educação melhorar e aumentar em abrangência de alunos; prefeituras e estados não alocam as verbas pedidas ou a fazem em desacordo com normas; mas a verdade é que, em 2003 a verba representava 0,9% do PIB e o ano passado já atingia 5% dele; o sal´rio médio do professor era de 18% do salário médio de trabalhadores com nível superior, entes deste governo, e já atingiu quase 50%… e aí voce vai ler no face que “a copa tira dinheiro da educação da saude…” (na saúde em 2003 – ultimo orçamento do governo anterior), foi de 31bi; ano passado 106bi.. bem acima da inflação… de longe o govrno que mais fez, em meus 57 anos, bem como aquele que nos provou que: tem sim dinheiro, mas antes deles… “não tinha” (principal motivação das privatizações) e não ficava em caixa…

      1. Triste ver um Homem de 57 anos totalmente iludido pela pelegada, se houve aumento real em algo (violência, impunidade, gargalo estruturais já existentes e agora severamente agravados) se deve a maturação do Plano Real (eles eram contra lembra). E do jeito que esta logo vão destruir isto tbm, vc deve apoiar 1,5 Bi pra cuba, ou então e militante deste governo espúrio.

        1. Nos meus 51 anos vividos, posso afirmar que sem dúvida, todos os governos antes de 2002 só fizeram levar o Brasil para o fundo do abismo, e que desse 202, temos um governo que tenta desesperadamente tirar o Brasil desde abismo. Vai dar certo, Dilma 2014 e o Brasil vai sair do abismo.

      2. PAPO FURADO DA ESQUERDA E DE PETISTAS.
        TIVEMOS UM PREFEITO PETISTA NA ÚLTIMA GESTão E FOI UM DESASTRE. DEMOS GRAÇAS AOS CÉUS QUANDO NOS LIVRAMOS DESTA GENTE. MUITO DISCURSO E POUCO TRABALHO. FALAM MUITO E FAZEM POUCO.
        EIS O PORQUE SOMOS O OITAVO PAÍS EM ANALFABETISMO DEPOIS DE 12 ANOS JOGANDO DINHEIRO PÚBLICO NA EDUCAÇÃO SEM NENHUMA GESTÃO.
        SÃO incomPTentes.

        1. PRA O PT QTO MAIS ANALFABETOS EXISTIREM MELHOR, PQ AI COM A BOLSA ESMOLA QUE ELES DAO AS CUSTAS DOS CONTRIBUINTES RESOLVE TUDO POVO ANALFABETO E MUITO BOM PRA ELES. O BRASIL SE NAO ABRIRMOS OS OLHOS EM POUCO TEMPO SEREMOS UMA VENEZUELA OU CUBA ONDE O GOVERNO MANDA. ACORDA BRASIL AINDA HA TEMPO PRA CORRIGIR.

  3. Muito boa a notícia. Nós que construímos a Educação Pública neste País temos vivenciado o aumento do valor investido. Na UNEMAT – Campus de Juara hoje temos vários projetos financiados pelo CAPES/MEC. Projetos estes que tem atendido Escolas Indígenas, do campo e da cidade, não só na cidade de Juara com em outras cidades que compõem o Vale do Arinos. Valeu Dilma. Em 2014 é Dilma de novo com a força do povo.

    1. E COM TUDO ISSO E 12 ANOS DE GOVERNO PETISTA A UNESCO NOS COLOCA EM OITAVO LUGAR EM NÚMERO DE ANALFABETOS.
      ISSO DEMONSTRA QUE O PROBLEMA NÃO É VERBA É CAPACIDADE GERENCIAL, E COM ESTES PROFESSORES DE ESQUERDA QUE TEMOS E ESSA POLITICAGEM DE ASSALTO A REPÚBLICA REALIZADO PELA ESQUERDA CHEGAMOS AONDE DEVERÍAMOS CHEGAR. EM LUGAR NENHUM.
      SÓ PALANQUE E POLITICAGEM PETISTA. ELES SÃO MUITO incomPTentes…..

  4. Para o Brasil ver. o que o pete INFORMA é mentira. As escolas continuam caindo aos pedaços, alunos e professores mal treinados, e ATÉ CORTARAM alguns lápis das crianças. Parabéns pete, voces mentem MUITO, mas a mentira tem perna CURTA DEMAIS. FORA PETE.

    1. Sidney, escola pública é responsabilidade de Estados e Municípios, em essência. O governo federal (de qualquer partido que governe) só dá recursos para Estados e Municípios quando o custo/aluno/ano local está abaixo da média nacional. Do contrário, o governo federal não tem nada a ver com isso

      1. CARO LEITOR.
        TIVEMOS UM GOVERNO PETISTA EM JOINVILLE E DEMOS GRAÇAS A DEUS QUANDO NOS LIVRAMOS DESTA GENTE. QUATRO ANOS DE ABSOLUTAMENTE NADA. QUEM GOSTA DE PETISTA É SÓ OUTRO PETISTA.

        1. Sim, e daí? Se vocês tiverem um governo do PMDB, do PSDB, do PTB, do PSD ou de qualquer outro grande partido vai ser diferente? Garanto que não. Se a coisa está feia aí em Joinvile, organize-se e saia às ruas para protestar, meu caro. Procure informar-se como funciona o sistema federativo, a estrutura da relação entre os poderes federal, estadual e municipal e a distribuição de verbas. Porque enquanto insistirmos em ficarmos que nem torcedor de futebol uga-uga, querendo só falar bem ou mal do partido X ou Y, continuaremos na pior. Porque para pressionar as autoridades, seja de que partido forem, precisa conhecer.

    2. Basicamente, o governo federal dedica, em termos de instituições de ensino, o orçamento às universidades federais, e não a escolas de ensino básico.

    3. Ou seja, critique primeiro o governador do seu Estado e vá se informar antes de soltar a primeira ideia torta que vem à cabeça.

      1. De torto não tem nada, ele relatou o que vê e vc rapidinho se apressando em defender esta pelegada independentemente de partido ou esfera de governo, são todos uns canalhas em especial os que detêm o poder a mais de 10 anos; e só vejo tudo piorar.

  5. “Com o governo Dilma Rousseff pressionado a apresentar um sinal de maior austeridade em suas contas, a educação se tornou o principal alvo em potencial de um corte de gastos.” Povo ignorante é ótimo para eleger canalhas.

  6. Então, ao contrário do que diz o título da matéria, a Educação não tem sobra! Tem uma destinação de recursos acima do mínimo. Ora, então o Governo está priorizando a Educação, ao contrário do que faz parecer a matéria, que sugere que o Governo vai tirar recursos da Educação.

    1. Não, o título da matéria não diz que “sobram recursos para a educação”, mas que sobram recursos no ORÇAMENTO [da educação] (e essa sobra é específica, sendo em relação à obrigação de aplicar um mínimo constitucional para a área). O blogueiro não disse que esses recursos, mesmo extrapolando o ORÇAMENTO MÍNIMO que tem de ser destinado à educação, são suficientes para a educação. Você, caro leitor, que não leu direito e, portanto, não compreendeu.

    2. É impressionante a forma como o jornalista coloca a matéria com o objetivo claro de confundir os mais antipetistas… Dá vontade de rir…

  7. Mas na minha escola não chegou nenhum multimídia ainda; gastei R$2.500,00 para comprar um – e não entrou na Declaração do Imposto de Renda – agora queimou a lâmpada que custa R$1.000,00… como se isso não fosse material de trabalho… os computadores lá na escola não funcionam de tão velhos….assim para o Desgoverno sobra… é incompetência

  8. Já sei!!!! Este pessoal já vai lançar o programa “mais professores” e trazer pessoas de Cuba para ensinar português aqui… Isto e fazer escolas em Cuba para ajudar na produção de mais professores do regime…

  9. O governo poderia investir muito mais em educação, saúde, saneamento e segurança simplesmente cortando as mordomias dos ministros, deputados e senadores e obrigando os governos estaduais e municipais a que sejam mais austeros.

  10. EDUCAÇÃO TEM SOBRA DE 25 BILHOES, ISSO SO PODE SER PIADA MESMO. NE DAQUELAS DE PETISTA
    TEM ESCOLA NO BRASIL QUE NAO TEM CADEIARA, PRA ALUNO SENTAR, TEM ESCOLA QUE NAO TEM MESA, NAO TEM MERENDA. TEM CIDADES DO NORTE QUE A CRIANÇA TEM QUE ANDAR 10 KM POR DIA A PE, POR QUE NAO TEM TRANSPORTE, TEM ESCOLA QUE OS ALUNOS SEQUER TEM MERENDA.
    COM CERTEZA DEVE SOBRAR MUITO $$$

    1. Por acaso o senhor ja revisou as contas publicas do seu municipio, isso é obrigação do cidadão em qualquer parte do mundo. Se de um lado dizem que tem $$ de sobra e na outra ponta falta até cadeira para os alunos, cabe ao senhor como cidadão averiguar se realmente existem recursos e se sim, porquê este recurso não está chegando ao seu destino. E se forem constatadas irregularidades, cabe tambem ao senhor fazer uma denuncia junto ao MP. Se ao inves de ficar metendo o pau no nesse ou naquele partido, fizessemos nossa lição de casa, ja seríamos 1º mundo faz tempo!

  11. Esse vai ser o último ano que vou lecionar na Rede Pública!Até atendente de necrotério da polícia civil está ganhando mais que professor!Atuo há mais de 15 anos como efetivo na Rede de São Paulo e meu salário naõ chega nem a 3 mil,enquanto qualquer cabeçudo que abre um boteco está tirando mais!Quero a Dona Dilma,Seu Geraldo Alckmin e seu cachorro Secretário Herman venham dar aula no meu lugar!Socorro estamos sendo massacrados todos os dias e ninguém faz nada!Vou fazer minhas malas e partir para o exterior!Não há motivo para se orgulhar de ser brasileiro!

  12. Infelizmente já está provado a muito tempo que o Brasil tem dinheiro o que nos falta é gerenciamento e/ou honestidade no uso deste dinheiro. A saúde passa pelos mesmos problemas. Quanto mais o governo investe em saúde mais o SUS vai piorando. Acredito, com certeza, que isto só vai acabar no dia que os ministérios não precisarem ser loteados entre partidos que não tem compromisso c/ a população.

  13. Educação nunca foi a prioridade e não seria em Governos deste partido. A lamentar é que sobra dinheiro quando os professores federais(universidades e colégios) não têm reajustes nem condições de trabalho que precisam para desempenhar seu trabalho e terem seus resultados apurados. Do desgoverno Sarney até hoje, nossa “democracia” desperdiça oportunidades de fazer o País evoluir por falta de uma estratégia soberana e feita por nós, pois falta educação. Os vermes da república posam de boa gente porque o povo não lhes cobra suas responsabilidades por não as conhecer nem saber como fazer.

  14. Uma coisa é a destinação orçamentária ; a outra, sua efetiva aplicação. E o que se vê é uma vergonhosa falácia, pois conforme já fartamente citado, as escolas estão em ruínas, os professores ganham uma miséria, não têm um plano de carreira , condições e respaldo para desenvolverem suas atividades – o que obviamente desestimula os jovens a ingressarem no magistério, gerando um enorme déficit, chegando algumas escolas a ficar o ano todo sem aulas em determinadas disciplinas. Enfim, não adianta expor em planilhas ; é preciso atuar com responsabilidade, e fazer da Educação aquilo que dela se espera : assunto sério e basilar de Estado, e não conveniente de governos.

  15. Muito dinheiro, mas, salários de baixo nível. País injusto. Não pode admitir que um professor Com Doutorado e com Ded. Exclusiva receba aproximadamente 8 mil reais enquanto, outras funções da esfera federal, recebem o mesmo com ensino Médio.

  16. Como sempre a “Culpa” é sempre dos Estados que Não apresentam suas planilhas. O dinheiro está a disposição, só falta VENCER a “BURROCRACIA”. Não é a Toa que nada se faz no País para VENCER essa BURROCRACIA dos anos de 1500…E assim as torneiras se abrem para outros “caminhos” que evaporam o ERARIO PUBLICO….

  17. PROFESSORES?Quem precisa deles? MÉDICOS?Quem precisa?SUS Seu Último Suspiro. Pra cabar,cadê os salários dignos?Cortes para sobrar mais para roubarem.Isso que a Sra. Presidente Petista quer e precisa.Brasil infelizmente esta perdido.

  18. como que está sobrando dinheiro na educação se nas escola falta de tudo inclusive cadeiras uniformes estrutura melhor salarios para os professores esta noticia e uma tremenda piada de mal gosto agora teriamos muito mais dinheiro se acabacem com as mordomias dos canalhas do congresso e senado que gasta a tal verbas endenizatórias em restaurante de luxo alugues de carros etc mais isso já mais vai acontecer porque nós vivemos nas mãos de quadrilheiros do poder .poder executivo ,legislativo ,e judiciário . guando o cidadão comum procura a justiça ela não e tão eficiente quanto deveria mais pra queles que tem um nome na sociedade ai meu amigo a justiça e rápida e muito eficiente.

  19. Se sobrou dinheiro, porque temos um ministro da educação competente para seu cargo, não deixou bandidos levar agrana.Se falta algos ou algos errado incompetência das prefeituras. Mas incompetência não falta,e ladrão também não.

  20. Minha esposa é professora com 16 anos de Magistério para ganhar 1.478,00 por mês, isso é uma vergonha. Aff

  21. Não há gestão dos recursos públicos em todos os setores do governo, principalmente na educação.

    1. Gestão até há, o que não há é controle e cobrança suficientes por parte da população.

  22. Tem que esclarecer umas coisas: estar no orçamento não significa que esse dinheiro todo vai ser efetivamente gasto. Apenas dá um indicativo.
    E outra, a questão não é o volume de dinheiro, na minha concepção dinheiro em si não falta o grande problema é que o dinheiro é mal gasto e pouco fiscalizado. Pulverizar essa dinheirama entre 27 estados e mais 5 mil e poucos municípios sem o controle efetivo não garante ganho de qualidade em educação.

  23. Esta notícia é de indignar, acredito eu, que a grande maioria dos cidadães brasileiros. Titulo: “…Sobra de 25 milhões na educação…” ; Uma educação precária como a de nosso país, com professores muito mal remunerados, infraestrutura que pouco atende os alunos deste país. A nossa educação que tem pouco(para não ser radical e dizer nenhum) incentivo para o aluno permanecer estudando dignamente e assim buscar um futuro melhor para si próprio e também de seus familiares.
    E mesmo com toda dificuldade que a educação sofre atualmente, termos que ouvir a palavra “corte” financeiro na educação é de tornar este governo uma piada e nós cidadãos uns palhaços.
    Eu penso que onde há necessidade de corte é no salario dos nossos governantes, estes sim, pouco justificam seu SALARIO. Além de a grande maioria ser corrupta, despreparada e pouco se interessar para o desenvolvimento de nosso país.
    Infelizmente em nosso país os vereadores e deputados tem remuneração e benefícios de 1°mundo, e o pior de tudo, a grande maioria tem apenas ensino médio completo, o maior exemplo é o nosso engraçadíssimo TIRIRICA, isto nos mostra o porque temos poucas leis que incentivam e melhoram a educação.
    Infelizmente o nosso país é sempre sera de 3° mundo. A nossa pátria é um reflexo de nossos governantes, estes incompetentes que elegemos a cada 4 anos, nós sempre temos que escolher o RUIM ou o PIOR. Desta maneira fica dificíl ver a luz no fim do túnel, uma esperança para a familia do trabalhador brasileiro prosperar e, assim, ter uma vida digna conforme o esforço díario.

  24. PESSOAL O MAIS IMPORTANTE NÃO É O QUANTO SE GASTA, MAS, COMO SE GASTA. PRECISAMOS TER ACESSO ÁS DIVISÕES DOS RECURSOS E SABER O QUANTO EFETIVAMENTE CHEGA NAS SALAS DE AULAS. PARECE QUE A MAIOR PARTE DOS RECURSOS É USADA PARA PAGAR CENTENAS DE MILHARES DE BUROCRATAS, QUE NADA ACRESCENTAM Á EDUCAÇÃO. O QUE IMPORTA É O QUANTO REALMENTE ESTÁ SENDO INVESTIDO NA MELHORIA DA EDUCAÇÃO, TOMANDO POR BASE AS PESQUISAS QUE AVALIAM A QUALIDADE DA EDUCAÇÃO, TÁ TUDO ERRADO, TEMOS QUE COMEÇAR DO ZERO E FAZER TUDO NOVAMENTE.

  25. Acho certo cortar os gastos com educação . Pra que investir na educação de um pais que elegeu um analfabeto ? Pra que ? A Dilma vai dar mais dinheiro para os bolsas e para os detentos , que é mais importante !
    Estamos afundando , infelizmente com o voto do povo !

  26. Para que todo esse dinheiro? Para Prefeitos, diretores de colégios, secretários de educação roubarem? Está mais do que na hora de abrir a caixa preta das escolas públicas do Brasil. Um verdadeiro show de horrores ,descaso e manutenção de uma mentalidade educacional voltada para o marxismo temperado com putaria.

  27. Trabalho na área da educação, e simplesmente esse dinheiro todo é sempre mal aplicado, grande parte investido em construções, onde sabemos que tudo é superfaturado… nas escolas, faltam materiais, segurança, salário digno nem se fala… triste ver que não seguiremos caminho algum por um bom tempo… esses números são sempre muito enganosos

  28. Este dinheiro está sendo mal gasto ou grande parte dele está sendo desviado, porque a qualidade das escolas no país não melhorou muito nos últimos anos. E enquanto países investiram e investem grande parte do PIB na educação, como a Coréia do Sul, e apresentam um aumento na economia e uma melhora no país como um todo, o governo brasileiro prefere cortas gastos da educação ao invés de outras áreas. Tudo bem que é um dinheiro mal gasto, mas pelo menos tem um bom dinheiro “destinado” a educação.

  29. Essa é a Folha de São Paulo já incitando os Black Blocs a sair vandalizando e gritando “Fora Dilma”, em favor de mais educação? Que triste! Que vergonha!

  30. Lamentável. O título parece uma crítica ao corte na Educação, mas quando se lê a matéria a texto só elogia o PT e o Governo. Algo no mínimo estranho…

  31. – O que é o Projeto Venus?

    Bem resumidamente, o Projeto Venus é uma organização que propõe um plano de ação viável para a mudança social; um plano que trabalha por uma civilização global sustentável e pacífica. Ele delineia uma alternativa para lutar para que os direitos humanos não sejam apenas proclamações em papel, mas também um modo de vida.

    O Projeto Venus apresenta uma visão não de como o mundo será, mas de como ele pode ser se aplicarmos o que já sabemos a fim de alcançarmos uma nova civilização mundial sustentável. Ele clama por um replanejamento sério de nossa cultura na qual os velhos problemas de guerra, pobreza, fome, dívida e sofrimento humano desnecessário são vistos não apenas como evitáveis, mas como totalmente inaceitáveis. Nada menos que isso resultará numa continuação do mesmo conjunto de problemas encontrados no mundo de hoje.

    O Projeto Venus apresenta uma visão alternativa para uma civilização mundial sustentável diferente de qualquer sistema político, econômico ou social que já tenha existido. Ele prevê um tempo no futuro próximo quando dinheiro, política, interesse pessoal e nacionalista forem deixados para trás. Embora essa visão possa parecer idealista, ela é baseada em anos de estudo e pesquisa experimental. Ela abarca o âmbito da educação, transporte e fontes limpas de energia para sistemas urbanos completos.

    Muitas pessoas acreditam que é necessária uma noção mais elevada de padrões éticos e decretos de leis e tratados internacionais para garantir uma sociedade global sustentável. Mesmo se as pessoas mais éticas do mundo fossem eleitas para o cargo público, sem recursos suficientes nós continuaríamos com os mesmos problemas que temos hoje. Enquanto algumas poucas nações controlarem a maioria dos recursos mundiais e o lucro for o objetivo, o mesmo ciclo de eventos prevalecerá.

    À medida que os desafios globais e a informação científica proliferam, as nações e as pessoas enfrentam ameaças comuns que transcendem as fronteiras nacionais. Superpopulação, falta de energia, aquecimento global, poluição ambiental, escassez de água, catástrofe econômica, o alastramento de doenças incontroláveis e a substituição tecnológica de pessoas por máquinas ameaçam cada um de nós. Embora muitas pessoas estão dedicadas a amenizar essas condições, nossos problemas sociais e ambientais irão permanecer insuperáveis enquanto o sistema monetário prevalecer e algumas poucas nações poderosas e o interesse financeiro mantiverem o controle e consumo da maioria dos recursos mundiais.

    Se nós realmente queremos por um fim nos atuais problemas internacionais e sociais, devemos declarar a Terra e todos os seus recursos como patrimônio comum a todas as pessoas do mundo.
    A Terra é vasta e abundante em recursos. Nossa prática de racionamento de recursos através do controle monetário não é mais relevante e é contraprodutiva à nossa sobrevivência. Hoje temos tecnologias altamente avançadas, mas nosso sistema econômico e social não acompanhou as nossas capacidades tecnológicas. Nós poderíamos facilmente criar um mundo da abundância para todos, livre de servidão e de dívida, baseado na capacidade de carga dos recursos da Terra. Com a aplicação inteligente e humana da ciência e da tecnologia, os habitantes da Terra podem conduzir e moldar o futuro juntos enquanto protegem o meio ambiente. Não temos dinheiro o bastante para alcançar esses fins, mas temos recursos mais que suficientes. É por isso que defendemos uma Economia Baseada em Recursos.

    https://www.facebook.com/ProjetoVenusEBR?fref=ts

  32. nossa, ta certo que falta muita coisa nas escolas, mas recentemente vi em uma escola publica que as merendeiras levam o lanche das crianças pra casa, fiquei triste em saber que a corrupção não é só do governo e sim um mal da maioria dos cidadãos brasileiros que quando tem um cargo onde pode tirar “um por fora” ou pode se esconder pra ganhar sem trabalhar não pensa duas vezes. Se cada um fizesse a sua parte seria mais fácil, falar mal do PT ou do PSDB é facil, dificil

  33. É um absurdo falar em “sobra”. Parece que é um dinheiro que foi orçado, mas não foi gasto, por incompetência do governo. Tudo bem que na matéria é explicado o que o autor do blog quis dizer, mas a manchete é exemplo de mau jornalismo. Quer atrair mais cliques distorcendo a notícia. Não há “sobra” na educação. Quanto mais se investe nessa área, melhor. Investir mais do que manda a lei é o básico, para começar a tirar o atraso que existe na educação do Brasil.

  34. O título desta matéria é péssimo. Confesso que não entendi quando li a chamada. Só depois de ler a matéria compreendi que o governo prevê o investimento de 25 bilhões acima do mínimo constitucional. Pfff…

  35. quer dizer q a educação ta uma droga e ainda tem sobra???
    sem tem sobra , pq não foi investido tudo na educação…ate parece q a educação de primeiro mundo…na verdade é uma porcaria..
    vão desviar esse dinheiro pra q dessa vez…
    esse país é uma vergonha mesmo…
    e falam isso na cara dura…o raiva!!

  36. Cidadão.
    É a prova cabal de que o que falta é gestão ao ministério. O aumento de servidores não é sinônimo de melhoria do quadro mas de aparelhamento do com incompetentes companheiros, como acontece em todos os ministérios e órgãos do governo federal, alias.

  37. perguntar nao ofende. a onde esta os politicos da oposiçao, existe? sera que a dilma e novededos compraram os mesmos?

    1. Jorge,

      O corte ainda não está definido, mas, se governo for obrigado a conter despesas, há margem para reduzir as da educação, que estão acima do mínimo obrigatório.

  38. Só a Folha para chamar de sobra parte da dotação que excede o mínimo constitucional que deve ser aplicado em Educação. Além de confundir o leitor, [parece que] o jornal faz campanha para que o governo provoca cortes na área e passe a adotar uma política de austeridade.

  39. Não existe sobra, o que há é uma possibilidade de corte e talvez, caso se confirme esta possibilidade, este corte venha a ser feito na educação, que teve um incremento de 25 bilhões em seu orçamento em relação ao mínimo exigido por lei. A questão da fiscalização da aplicação destes recursos faz parte de nossa obrigação como cidadãos. Tudo que é aplicado nas universidades públicas é divulgado no portal da transparência (http://www.portaltransparencia.gov.br) acredito que o restante também esteja lá. Aliás, ao invés de ficarmos criticando este ou aquele partido ou governo, vamos dar uma verificada nestes números, pra saber exatamente o que acontece com o dinheiro dos nossos impostos.

Comments are closed.