De Sarney a Dilma, veja quem governou com maior alta do PIB

O crescimento econômico não depende apenas dos acertos do governo. Entram na conta também a herança recebida, o cenário internacional e a sorte.  Veja abaixo quem, entre os seis presidentes brasileiros desde a redemocratização do país, governou com maior alta do Produto Interno Bruto.

Em ordem cronológica, é mais simples entender os desafios enfrentados em cada governo:

Sarney recebeu dos militares uma dívida externa recorde e a inflação em alta. Seus planos econômicos produziram surtos de crescimento, mas fracassaram em domar os preços.

Collor confiscou dinheiro da poupança tentando debelar a hiperinflação, afundando o PIB. Aproveitou a conjuntura internacional para recuperar as reservas em dólar do governo.

Itamar teve seis ministros da Fazenda em pouco mais de dois anos de administração. Depois de muitas idas e vindas, aproveitou a fartura de dólares e lançou o Plano Real.

FHC teve de consolidar a estabilização da moeda em um cenário externo turbulento. Descuidou do controle dos gastos em seu primeiro mandato, e a dívida pública disparou.

Lula aproveitou a melhora da economia internacional para reduzir o endividamento do governo e acumular um volume recorde de reservas em dólar.

Dilma herdou inflação, gastos públicos e deficit com o exterior em alta. Não resolveu esses problemas, mas obteve taxas historicamente baixas de desemprego.

Veja mais: Mapa-múndi do crescimento econômico nos últimos três anos

Ficou alguma dúvida? Faltou alguma informação?

Pergunte na área de comentários ou pelo Facebook.

Comentários

  1. O pior não é o irrisório crescimento do PIB, foi o sucateamento de nosso parque industrial, financiando por meio do BNDES empresas de apadrinhados como Eike Batista e desmatadoras como Friboi.
    O pouco crescimento do PIB, se deve ao setor de serviços que viveu basicamente de vender e revender produtos . O que deu lucro foi o sistema financeiro e os setores ligados a importação. O Fundo do poço ainda não chegou

  2. Pelo que vocês mostraram, o FHC pegou o plano real do Itamar, que teve média de crescimento de 5.4 por cento. Vendeu todo patrimônio público e não pagou a dívida. Tendo um crescimento também pífio de 2.3 por cento. Além de ter quebrado o Brasil três vezes. Ou é mentira?

    1. Mentira descarada! Comentário de militante petista, que tenta destruir o legado de FHC. O mundo moderno não tolera estado empresário, porque é incapaz de inovar e atender o mínimo necessário para desenvolver o país. O atraso nas obras de infraestrutura atestam a falta de capacidade de planejamento e rumo, principalmente do governo atual. O país está centralizado demais e travado demais. Que reforma o PT no governo promoveu? Qual a obra da Dilma, a não ser um investimento em Cuba, o 51 o. lugar em importância atual no comércio com o Brasil.

      1. CIRO GOMES ANDA FALANDO QUE NO GOVERNO DE FHC, SUMIU U$- 890.000.000.000,00, BILHÕES DE DÓLARES COM PRIVATIZAÇÕES E OUTRAS COISAS. E NESSE PERÍODO O BRASIL NÃO TEVE CRESCIMENTO, FORAM COLOCADOS 6 MILHÕES NA LINHA DA POBREZA GERAÇÃO DE EMPREGO NÃO TEVE. PARECE QUE FHC GOVERNAVA PARA OUTRO BRASIL.

        1. Caro colega leitor, Não tenho nada pessoal com o Círio Gomes, porem em todas as entrevistas que vejo o gomes dando por ai, sinto um cidadão magoado, queimado e revoltado com a era e o próprio FHC. Deixando assim transparecer que na época ele não foi aproveitado no governo como gostaria que fosse. Tal situação o levou a apoiar o partido dos trabalhadores e a principio até conseguiu um ministério, desses pouco relevante e logo perdido em uma reforma ministerial do próprio lula. No governo Dilma parece que ainda não conseguiu nada e um dia desse na televisão pude ver ele dizendo em abandonar a política. Ou o círio muda a maneira de fazer política ou sera sempre perdedor. Ele sabe que a dívida publica aumentou porque na época a união assumiu a dívida de todos os estados. Alias a necessidade de reforma na época começou em função da atitude do Governador Itamar Frango declarando moratória em minas gerais, na tentativa de queimar o FHC na presidência. O Gomes sabe disso, mais mente para o povo brasileiro e até o momento a única coisa que está conseguindo é ficar de fora do poder. Será a hora de mudar o discurso?

      2. Concordo plenamente. A solidez econômica brasileira iniciou no governo Itamar (com FHC) e se consolidou no governo FHC, com a mais competente equipe econômica que passou pelo Brasil (Pedro Malan na Fazenda e Arminio Fraga no BC). A turbulência mundial na época dificultou um avanço maior, pois o Brasil passou vários anos como a “bola da vez” nas derrocadas dos tigres asiáticos, Rússia, Japão e países europeus. Na época, o crescimento brasileiro embora baixo, foi maior que a média mundial. O governo do PT assumiu com a expansão mundial em alta e não soube conduzir adequadamente a economia e o crescimento brasileiro foi menor que a média mundial. A equipe econômica do PT é um verdadeiro desastre. O Mantega não tem a habilidade necessária e deveria ser substituído. Não seria demérito algum se o PT tivesse a modéstia de chamar de volta o Armínio e o Malan. A economia brasileira agradeceria profundamente.

        1. Só se for a mais alta competêcia para roubar e desviar dinheiro, qualquer pessoa com a minima memoria lembra o caos que viviamos, quantos desempregados e familias passando fome, se o senhor acha isso bonito temos alguns paises africanos nessa situação e que iriam te receber de braços abertos!!!!

          1. Na sua visão hoje não existe caos? Está tão cego que não consegue ver….

        2. Esse Pedro César devia estar fora do Brasil. FHC quando foi pra Fazenda já pegou o Plano Real pronto pela equipe de jovens economistas de carreira do MF. No primeiro mandato, seguindo a cartilha, estabilizou a economia, mas, visando a reeleição, deixou de fazer os ajustes necessários e aí, veio a recessão no 2º mandato. Falências, desemprego em alta e muita miséria. Só os bancos e as multinacionais que privatizaram a preço de banana as estatais se estavam bem, até porque o BNDES ficou com a “parte podre” das empresas (Leia a Privataria Tucana). É sem memória ou não conhece os fatos?

      3. Discuros tucano que não convense nem o próprio autor.

      4. Acorda pra vida Paulo, FHC foi o pior presidende desse país, alem de vender tudo(algumas coisas para sua familia e de aliados) ainda aumento muito a divida e o desemprego, será que você estava dormindo naquela época ou estava assistino rede globo e lendo revista veja???

        1. O PT nao vende……transfere para o exterior (Porto em Cuba….programa mais médicos….perdão de dividas,etc)

        2. Basta ver pelo seu vocabulário que você é um dos petistas mais adequados para o partido, pois não sabe nem escrever e quer falar de politica e assuntos ecônomicos. Triste! triste!!!

    2. ditados populares dizem: cego é quem não quer ver… ou tampar o sol a peneira… enganar outros é enganar a si próprios… e o mais relevante… a verdade sempre prevalece… pense nisso sem emoção e conclua…

    3. O Sr. Lula deveria agradecer as privatizações ocorridas no governo FHC. Quando o Sr. Lula assumiu o governo, desde o seu primeiro dia mandato não teve que usar dinheiro do caixa do governo para pagar as contas das empresas podres que só serviam de cabides de emprego e davam despesas. Esse legado do FHC ninguém lembra. Essa grana que sobrava mensalmente nos cofres do governo poderiam ter sido melhor usadas pelo Sr. Lula, mas ele preferiu transferir para os bolsos dos seus compañeros e apadrinhados que estão todos hoje milionários enquanto os militantes petistas com a lavagem cerebral feita pelo partido passaram a acreditar que foi o Sr. Lula que criou o plano real, fundou a Petrobrás, construiu Itaipu, entre outras obras de presidentes anteriores.

    4. Você não deve ter acompanhado a evolução da dívida publica. O Governo Federal absorveu as dívidas de todos os Estados e Municípios e financiou-as à perder de vista.

    5. Antonio, pare de assistir as novelas e saia pra rua. Veja os problemas óbvios que estamos passando. Não temos Infraestrutura, Aeroportos, Portos, PAC 1 e 2 são uma piada, Minha Casa Minha Vida é uma mentira, somos um fiasco em gestão pública e ainda vamos sediar uma Copa do Mundo e uma Olímpiada. #AcordaAntonio

    6. Interessante é que parece que a história se iniciou no gov. do FHC,quando a dívida pública explodiu,os juros chegaram aos 42% e a infraestrutura ficou sem investimentos que faltam até hoje! Itamar,c 2 anos de governo,depois de um trauma pra toda nação,conseguiu deixar um crescimento q Lula só conseguiu depois,no último ano de seu mandato,às custas de “compre,compre,compre”:no ano seguinte já veio a conta pra Dilma c a população endividada e o descontrole inflacionário. Bem que a elite política, a imprensa e o próprio povo deveriam acender uma vela pra o “topetudo” Itamar,aquele que fez o Brasil moderno pra esses vermes virem arrebentar depois…

  3. O povo brasileiro, através do Congresso, elegeu Tancredo Neves, e o seu vice, com apelido político José Sarney, devido à morte de Tancredo assumiu a presidencia e ignorou a necessidade de convocar nova eleição. Deve ser o único caso na História em que um vice-presidente exerceu a íntegra do mandato do Presidente. Vai ver que ele tinha alguma forma de comunicação extra-terrestre com o falecido…
    Resultado:nunca tivemos nesse periodo uma inflação tão alta e tivemos uma constituinte da qual resultou a atual Constituição em que vários dispositivos importantes ficaram para serem regulamentados e até hoje não o foram, entre os quais o direito de greve,e outros mais. Afora as dezenas de alterações(aproximadamente setenta), mais uma prova de seus pontos pouco abrangentes. A Constituição dos Estados Unidos não sofreu, em mais de 200 anos mais de dez alterações.

  4. Durante o período FHC, houve a real abertura econômica. Porém, sua política conservadora – taxas de juros exorbitantes e total falta de crédito na praça, acompanhada de um sucateamento geral no serviço público (saúde, educação e segurança) – levaram o país a 4 pesados anos de recessão amarga. Tanto que FHC terminou o mandato com 35% de aprovação. Sua maior falha foi o alinhamento e total subserviência ao engodo chamado “Consenso de Washington”. Acredito que ele não poderia agir diferente, pois era o que ele defendia quando membro do CEPAL.
    Por outro lado, durante o governo Lula houve a continuidade da política econômica conservadora – juros altos – mas abertura de créditos, recuperação parcial do serviço público sucateado, principalmente em Universidades Federais e Polícia Federal, e ampliação de Programas Sociais, o que dispararam a economia e, mesmo em meio da pior crise econômica mundial desde o crack de 1929, catapultou o país da 15ª Economia Mundial para 6ª, onde permaneceu por pouco tempo, caindo para 7ª posição. O maior crédito de seu governo, a meu ver, foi o montante de acordos comerciais internacionais que ele fechou como Chefe de Estado, o que possibilitou sucessivos superávits comerciais. O aumento da demanda agregada contribuiu para o feito, contudo, gerou pressão inflacionária, o que é previisível para qq país que tenha um descompasso entre demanda e oferta e entre em crescimento econômico.

  5. É fácil perceber como as ações de um president influenciam, positiva ou negativamente, no mandato do president seguinte. Ou seja, a Dilma já levou na cabeça por causa das besteiras do Lula…. imagina como o próximo vai sofrer!!!

    1. Tenho pena de você que nem escrever aprendeu, deve ser mais um alienado formado pela rede globo de televisão e seus derivados como a veja!!!

      1. E você que defende o governo mais corrupto e que desviou mais dinheiro na história do Brasil? é o que? Cego ou alienado?

  6. O que mais me assusta não são essas reportagens ridículas e tendenciosas. O crescimento econômico do período do Sarney e Itamar são absolutamente virtuais, pois com a inflação, ninguém conseguiu aumentar ou melhorar a renda. O Plano Real foi absolutamente para o setor privado, sobretudo bancário, que realmente levou benefícios. O PT realmente não mexeu na política economica (deveria ter mexido sim!), e os bancos continuam sendo os ratos mais gordos da república (ver a prioridade em se pagar dívida pública…). Economicamente, não são governos que mandam nesse país, são os bancos. Desde Sarney tem sido assim…

  7. Oi? “Lula aproveitou a melhora da economia internacional”. E a crise de 2008??? Oi? Apesar da crise internacional houve crescimento da economia, a inflação ficou sob controle e o desemprego não aumentou. É só dar um google e ver quais forma os números do PIB, IPCA e da PME no fim de 2008 e 2009.

    1. Oi? “Lula aproveitou a melhora da economia internacional”. E a crise de 2008??? Oi? Apesar da crise internacional houve crescimento da economia, a inflação ficou sob controle e o desemprego não aumentou. É só dar um google e ver quais foram os números do PIB, IPCA e da PME no fim de 2008 e 2009.

      1. Inflação sob controle? Em que país você vive? A inflação está alta, os gastos públicos estão altos, o PAC não serviu pra nada…veja como está o pessoal da região serrana do RJ que a Dilma prometeu ajudar e nada…
        Veja a escalada da violência em todo o Brasil, isso é característica de país que vem melhorando? A administração do PT é um fiasco, e petista é o ser mais preguiçoso e vagabundo do mundo, eu que sou funcionária pública bem sei a “Qualidade” dos petistas que trabalham no governo.

        1. Juliana, querida, falei da inflação em 2008 e 2009, acho que você não leu direito. A matéria faz uma linha do tempo e estou refletindo sobre as conclusões que o texto faz sobre esse período. E com generalizações como “petista é o ser mais preguiçoso e vagabundo do mundo”, você mostra que não vale perder tempo discutindo com você.

        2. Juliana, minha querida, eu creio que a senhora está completamente desinformada, O DINHEIRO FEDERAL CHEGOU sim, e foi descoberto maior roubalheira com dinheiro federal. O problema está na ponta minha querida, tome conta do governo municipal e estadual, porque o federal encaminha e repassa sim o dinheiro. Ou você não se lembra do esquema denunciado sobre o desvio do dinheiro da região serrana, Friburgo…

    2. No momento da crise, para sua informação, empresas começaram a injetar dinheiro em economias promissoras como o Brasil, um dos “emergentes” como usam falar, o que aconteceu? o Brasil perdeu a chance de se destacar entre os “emergentes” por causa de uma péssima administração, infraestrutura e por ae vai… desindustrializado e vivendo de vendas e exportação de recursos naturais, foi alavancado por países como a China, principal importador de minério de Ferro por exemplo, você está olhando pra dentro, o Brasil está na lanterna dos emergentes e se comparado ao cenário internacional cresceu muito pouco, é fácil criticar um e endeusar outro, mas é difícil abrir os olhos, o Brasil está sucateado, o PIB para o Brasil não quer dizer nada, são números que estão diretamente ligados ao mercado externo do qual o Brasil é dependente, no próximo ano, independente do presidente eleito, o Brasileiro vai pagar caro anos de má administração do plano econômico.

      1. Se continuarmos creditando as coisas boas e as coisas ruins somente aos governos, certamente nunca iremos evoluir, porque quem faz os países são as pessoas e em especiais, os trabalhadores.
        No meu pensamento, nunca conseguimos aproveitar nenhum momento bom, pois somos pessoas com pouca educação, mas por outro lado, conseguimos passar crises absurdas, porque somos um povo acolhedor.
        Meu medo do discurso Neoliberal Brasileiro, é que ele gera maior distancia entre as pessoas e no caso do Brasil, não investiu em educação.
        Pode vim mais um tempo bom que não iremos aproveitar novamente. Agora temo mais pelo próximo período ruim, pois estamos cada vez mais individualistas.

  8. O blog deveria comparar a evolução do PIB desde o tempo do regime militar, assim estariam mostrando a competência dos regimes militar e “democrático”!…

  9. “Seu breve governo (Itamar) foi salvo pelo Plano Real…”
    Salvo de quê?
    Do melhor PIB (5,4% média)?
    Da administração mais íntegra que a República já conheceu?
    Se existiu algo de que o Governo Itamar deveria ter sido salvo, outra coisa não foi que a artimanha maléfica de FHM e a mídia que até hoje distorce a manipula a informação.

  10. Temos emprego, temos massa salarial, temos economia sempre crescendo, mesmo que menos mas em franco desenvolvimento, assim como o emprego, temos investimentos externos em novos negócios e industrias GIGANTESCOS, prefiro os dois ultimo LU/LA E DIL/MA, deram ao Brasil e ao povo brasileiro, Felicidades.

  11. É ridícula essa imprensa mesmo… “Depois de 6 ministros em 2 anos de governo”. Pois é,só a Dilma no primeiro ano demitiu 8!! Maioria por corrupção e tudo “herança” do Lula!!! Itamar Franco deixou uma MÉDIA que é quantas vezes mais que a Dilma está “crescendo” agora? Pelo amor de Deus, menos confete aí em cima desse FHC,Lula e Dilma,fizeram só o jogo da banca e o Brasil hoje paga trilhões de juros de uma dívida q o Itamar deixou x e FHC fez 10x!

  12. A verdade é que ao longo dos mandatos de Lula e Dilma a dívida herdada dos governos anteriores, depois de paga a dívida externa foi triplicada, para sustentar o Bolsa Família foi feito outra dívida com o BNDES e nós estamos endividados novamente, juntando Dívida Interna e Externa já devemos trilhões.

    Petrobras outra falcatrua…

    Julgamento do mensalão totalmente comprometido…

    Comissão da inverdade outra história…

    Nada dos projetos de Lula e Dilma passaram muito além das estacas foi só brecha para empresas entrarem nas licitações e desviarem bilhões para ajudar no caixa dois dos Petralhas Comunistas…

    http://www.youtube.com/user/CanalMSM

  13. O pessoal fica complicando coisa simples. Sem o Plano Real (e o não à moratória) seguido das metas de inflação, superávit primário e câmbio flutuante, os presidentes posteriores ao Fernando Henrique não teriam feito nada além do que a Argentina tem feito. Foram feitos avanços importantes na área social após 2003? Sim, o próprio Fernando Henrique admite e elogia, ao contrário dos petistas ao se referirem ao período entre 1994 e 2002. Os avanços foram tão importantes neste período que o Molusco indicou Meirelles (PSDB) para o BC em 2003 e as bases do Plano Real, que sustentam tudo o que é o Brasil pós-hiperinflação, são vigentes até hoje.

Comments are closed.